Cartazes,

X-MEN: FÊNIX NEGRA | Confira o novo cartaz do filme

Confira o cartaz do filme X-Men: Fênix Negra, do diretor Simon Kinberg. O longa traz no elenco os astros e estrelas Sophie Turner, Jennifer Lawrence e James McAvoy.

Entra em cartaz em 06 de junho em cinemas de todo o país.


Fonte: IMDb.

0 comentários:

Bryce Dallas Howard,

ROCKETMAN | Filme sobre Elton John ganha trailer, cartaz e vídeo de bastidores!

Para os ansiosos de plantão que estão contando os minutos para a estreia de “Rocketman”,  a Paramount Pictures deu um gostinho do que vem por aí com muitos materiais inéditos do filme. Em featurette inédito, Taron Egerton grava o sucesso “Tiny Dancer” para trilha sonora do filme. O vídeo traz ainda comentários do produtor musical Giles Martin e do diretor Dexter Fletcher.

>>> Clique AQUI para assistir o vídeo de bastidores!

"Elton disse: ‘acho que nunca ouvi ninguém cantar minhas canções melhor do que Taron’ - revela Martin. “Taron está realmente cantando no filme e ele é muito convincente. Sua voz é incrível”, completa Fletcher

Além do featurette, a Paramount divulgou também o primeiro cartaz oficial do filme. Responsável por algumas das mais icônicas imagens da carreira de Elton John, o fotógrafo David LaChapelle recebeu a missão de fotografar Taron Egerton interpretando o artista.  Confira:
Cartaz oficial (Divulgação)
Rocketman” é uma fantasia musical épica sobre a incrível história dos anos de progresso de Elton John. O filme mostra a fantástica jornada de transformação do tímido pianista prodígio Reginald Dwight no superstar internacional Elton John, como um garoto de uma cidadezinha se tornou uma das figuras mais icônicas da cultura pop. 

Além de Egerton, o elenco estrelar conta com Jamie Bell - interpretando Bernie Taupin, compositor parceiro de longa data de Elton John -, Richard Madden - como John Reid, primeiro empresário de Elton -, e Bryce Dallas Howard, como Sheila Farebrother, mãe de Elton.

Também foi divulgado o primeiro trailer oficial do filme, que mostra um pouco mais sobre a trama do filme...

>>> Clique AQUI para assistir o trailer!

Durante a festa pós-Oscar 2019 - promovida por Elton John para arrecadar fundos para Fundação Elton John para Aids -, o ícone dividiu o palco com o ator Taron Egerton e juntos cantaram o clássico “Tiny Dancer”.

>>> Clique AQUI para assistir a apresentação!


Após a exibição do trailer e uma rodada de lances para uma viagem para a estreia do filme em Londres, os convidados assistiram de pé quando Elton John assumiu sua posição no piano enquanto Taron cantava a letra de uma de suas mais adoradas baladas. "Rocketman" estreia em 30/05/2019 nos cinemas brasileiros.

Fonte: Paramount Pictures (via press-release)

0 comentários:

Chuck Lorre,

YOUNG SHELDON | Spin-off de 'The Big Bang Theory' renovada para mais duas temporadas

Com a despedida do seriado "The Big Bang Theory" das telas da Warner Channel em maio, "Young Sheldon" - o spin-off de Sheldon Cooper - acaba de ganhar mais duas temporadas! A série criada por Chuck Lorre e Steven Molaro é ambientada em 1989 e mostra a infância de Sheldon Lee Cooper: a relação com sua família e sua chegada ao Instituto de Física com apenas 9 anos.

Para o jovem Sheldon Cooper (Iain Armitage), não é fácil crescer no leste do Texas. Ter uma mente privilegiada, capaz de entender matemática e ciências avançadas nem sempre é útil em um lugar no qual a igreja e o futebol americano são os protagonistas. Enquanto o vulnerável, superdotado e ingênuo Sheldon deve aprender a lidar com este mundo difícil de se encaixar, sua família convencional também procura aprender a lidar com ele.


Seu pai, George (Lance Barber), luta por sua carreira como treinador numa equipe de futebol americano de um colégio e também para ser o pai de um garoto que ele não compreende. A mãe de Sheldon, Mary (Zoe Perry), incentiva e protege seu filho numa cidade na qual ele não se encaixa. O irmão mais velho de Sheldon, Georgie (Montana Jordan), tenta se destacar na escola, mas é algo difícil quando se tem que estar na mesma classe que seu irmãozinho superdotado de nove anos.

Por último, a irmã gêmea de Sheldon, Missy (Raegan Revord), às vezes fica ressentida com o excesso de atenção que seu irmão recebe e acaba sendo a única pessoa que diz ao pequeno Sheldon como as coisas realmente são. A série é exibida todos os domingos, às 22h25, na Warner Channel.

Fonte: Warner Channel (via press-release)

0 comentários:

animação,

VICTOR E VALENTINO | Nova série animada original ganha trailer e data de estreia

Victor e Valentino, a nova série de aventuras sobrenaturais do Cartoon Network, estreará simultaneamente com quatro episódios nos Estados Unidos e na América Latina no sábado, 30/03/2019, às 20h (horário de Brasília) e posteriormente em outros países. Criada por Diego Molano, Victor e Valentino apresenta as aventuras de dois meios-irmãos que aprendem a apreciar as peculiaridades e diferenças um do outro, enquanto exploram Monte Macabro, uma cidade pequena e misteriosa, onde os mitos e lendas do folclore mesoamericano ganham vida.

>>> Clique AQUI para assistir o trailer!


Inspirada pela fascinação de Molano pela mitologia, Victor e Valentino é o mais recente original do Cartoon Network com uma história autêntica e personagens inclusivos. Enquanto passam o verão com sua vovó Cida, o indisciplinado Victor e seu meio-irmão mais cauteloso, Valentino, logo percebem que a cidade esconde muito mais do que aparenta. Os fãs vão adorar acompanhar estes irmãos travessos enquanto descobrem, de forma divertida, outros seres mundanos, criaturas curiosas de um folclore esquecido e lugares descritos apenas em mitos.

Considerado um grande cartunista pela revista Variety em 2018, Molano trabalhou antes como artista de storyboard em As Meninas Superpoderosas e trabalhou nas animações como Black Dynamite, Superjail! e China, IL. Victor e Valentino tem produção executiva do Cartoon Network Studios e foi desenvolvida pelo projeto Artists Program do canal, conhecido por criar uma rede de novos e diferentes talentos.

Fonte: Cartoon Network (via press-release)

0 comentários:

Ansiedade na Cidade,

CATAVENTO | Banda gaúcha lança novo clipe

Após estampar importantes listas de melhores do ano com o disco "Ansiedade na Cidade" (Natura Musical), a banda Catavento segue divulgando o álbum e, enquanto se prepara para estrear no palco do festival Lollapalooza, lança o clipe de "Se Não Vai". Filmado em uma padaria ainda "humanizada" no bairro de Pinheiros, o registro do trabalho, do corpo engajado na atividade produtiva, constitui um tema fundamental da história do audiovisual e faz uma relação direta com a música que reflete sobre olhar pra si mesmo e escolher uma direção para seguir.

>>> Clique AQUI para assistir o clipe!


O clipe começa apresentando a rotina e as expressões dos trabalhadores, às vezes preocupadas, outras mais relaxadas, mas que parecem sempre pensativas. O estabelecimento, fundado na década de 1980, permanece como um dos últimos espaços de seu tipo no bairro, sem catracas ou comandas plásticas, preservado o mínimo laço de confiança e sociabilidade entre funcionários e clientes que novas tecnologias de controle sacrificam. "Parece que tanto os clientes, quanto os trabalhadores estão, individualmente, botando suas respectivas vidas em xeque, ao mesmo tempo em que simplesmente seguem a rotina: 'será que vou? Será que volto? Será que é isso? Vou vazar. Vou ficar.'. Todos são particularmente autênticos, ao mesmo tempo que são quase iguais. São humanos, na Terra, em São Paulo, no bairro de Pinheiros, convivendo em uma das poucas áreas de sobrevivência da interação humana não mecanizada", reflete o guitarrista e vocalista Leo Lucena, compositor da música.

Com direção de Manoela Cezar e Pedro França, dupla que representa a produtora Filmes do Acaso, o vídeo também explora a cadência "aquática" da música, enfatizada pelo fato de que os vocais não dominam os demais instrumentos. "Decidimos fazer o clipe em uma padaria, filmando a rotina de trabalho dos funcionários, e culminando no momento de lavagem do chão, no final do dia. A montagem progride dos cortes secos do início às sobreposições úmidas do final. Esse movimento é acompanhado pelas transformações na cor, que é natural no começo e hiper saturada e manipulada no fim. O momento de transição entre o princípio mais clássico e o final delirante é o longo plano da dança", diz Pedro.

A dança é encenada por Ones Cervelin, ator da cia teatral Ueinzz e, segundo Leo Lucena, quando ele aparece, provoca um momento lúdico no dia a dia daquele lugar: "Ele só quer dançar. É só isso que ele está pensando". No entanto, aquelas pessoas estão ocupadas demais para notar. Todos têm muito trabalho a fazer: o suco pra servir, um e-mail pra mandar e, no fim do dia, o chão pra lavar. Nesse correr da rotina, o pensamento quer seguir um caminho, que muitas vezes nos é apresentado por acaso.

Por isso, neste clipe a banda Catavento convida o espectador a deixar o vai e vem das tarefas mais interessante, e a tentar observar poesia onde, normalmente, não seria possível. Por exemplo, a forma como que a água com sabão escorrega sem parar pelas lajotas, fazendo assim, um casamento perfeito com a música. "Seria um sonho poder ver e viver tudo dessa forma dançante e harmoniosa. Todos os dias. Mas você tem que querer muito se deixar levar. Você tem que confiar no acaso", completa Leo.

Como referência audiovisual, a direção mergulhou em um dos primeiros filmes produzidos na história do cinema, La Sortie de l'usine Lumière à Lyon (1895), que registrou trabalhadores deixando a fábrica de tecido dos irmãos Lumière. Além disso, segundo o diretor Pedro França, "o cinema soviético monumentalizou o corpo do trabalhador, Chaplin satirizou sua submissão à máquina, e Bresson consagrou formas de representação do gesto que nos influenciaram na escolha dos enquadramentos e ritmos. Entendemos que o clipe é uma peça autônoma, em que som e imagem convivem de forma não hierarquizada, como de resto é característico de toda obra audiovisual".

O lançamento do clipe faz parte do projeto de "Ansiedade na Cidade". Ele foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2017 em parceria com o Pró-Cultura (RS) e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. "Acreditamos na força do Natura Musical para conectar pessoas, valorizar a criatividade brasileira e revelar a diversidade de cada região do país", diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. "O programa já circulou por 20 Estados, apostando em talentos locais. No Rio Grande do Sul, por exemplo, o edital ofereceu recursos para 17 projetos da música, como Dingo Bells, CCOMA, Yangos, Musa Híbrida e, agora, Catavento", complementa.

Fonte: Natura Musical (via press-release)

0 comentários:

Joe Manganiello,

THE BIG BANG THEORY | William Shatner faz participação especial em episódio da série!

Para o final, o melhor. Os capítulos finais da última temporada da série mais nerd e querida estão chegando e os produtores prepararam uma grande surpresa. Era inevitável que The Big Bang Theory se despedisse de William Shatner (foto), o eterno Capitão Kirk da clássica série Star Trek, saga da qual Sheldon e Leonard são fãs.

Leonard, Sheldon, Penny, Raj, Howard, Amy e Bernadette realizarão um sonho no episódio especial, no qual jogarão uma partida de 'Dungeons & Dragons' com um elenco especialíssimo: de Joe Manganiello - ator de 'True Blood' - ao diretor Kevin Smith e Kareem Abdul-Jabbar - lenda da NBA -, além do próprio Capitão Kirk de 'Star Trek', o ator William Shatner, neste episódio especial que irá ao ar no Brasil no dia 10/03/2019, às 22h.


Quando o grupo de amigos descobre que Wil Wheaton organiza um campeonato de D&D com as celebridades William Shatner, Joe Manganiello, Kareem Abdul-Jabbar e Kevin Smith, mentiras e traições serão o caminho para conseguirem a única vaga livre no torneio.

A primeira vez em que os cientistas decidem jogar Dungeons & Dragons em The Big Bang Theory foi no episódio 4 da 5ª temporada, quando Sheldon usou os dados para tomar decisões triviais, deixando assim sua mente livre para priorizar outros assuntos. Da mesma forma que isso o permite trabalhar de maneira mais eficiente, também dá espaço para que coma alimentos que normalmente não consome ou tome decisões esquisitas, como deixar seu bigode crescer.

Dungeons & Dragons é um jogo heroico de RPG. O jogo original foi criado nos Estados Unidos e lançado pela primeira vez em 1974. Originalmente derivado de jogos de mesa no qual se usam lápis, papel e dados, a primeira publicação de Dungeons & Dragons é considerada o princípio dos RPGs modernos.

Não perca os últimos episódios de The Big Bang Theory, todos os domingos, às 22h, na Warner Channel.

Fonte: Warner Channel (via press-release)

0 comentários:

Bohemian Rhapsody,

OSCAR 2019 | Conheça os vencedores da maior festa do cinema mundial

Há uns bons dez anos que a Academia de Ciências Cinematográficas de Hollywood - que premia os assim chamados melhores filmes do ano anterior - não dá uma bola dentro. Desde que deram - justamente, devemos salientar - os prêmios de Melhor Ator e Atriz para atores afrodescendentes no mesmo ano (e também as controvérsias em relação às indicações relativas às minorias étnicas e social, assim como as polêmicas que envolveram toda a indústria de Hollywood no escândalo chamado de #MeToo), que o objetivo principal do que deveria ser celebrar o melhor que o cinema representa acabou perdendo voz para a boa e velha política de agradar a todo mundo.

O motivo é bem simples: a audiência da cerimônia do Oscar vem caindo vertiginosamente e 2018 teve o PIOR registro de sua História. O que fazer? Simples: colocar filmes mais populares para que o público mais jovem volte a assistir - garantindo que os patrocinadores da festa tenha o retorno desejado com os caros intervalos comerciais da transmissão. A questão não é somente a simples audiência mas sim o retorno positivo de exposição de marcas, certo?

Dito isto, a cerimônia de premiação mais brega e sem graça do cinema mundial teve na noite de 24/02/2019 uma verdadeira exemplificação do que pode ser considerado "atirar para todos os lados". A melhor decisão estratégica foi retirar o comediante Kevin Hart como apresentador - ele esteve envolvido numa polêmica quando descobriram tuítes antigos com conteúdo preconceituoso, foi despedido da função por não querer se desculpar publicamente, alegando que tudo não passava de piadas - e deixar as vezes para quem iria anunciar cada premiação. Tornou o roteiro da apresentação muito mais ágil e a cerimônia demorou muito menos para terminar -  quem nunca reclamou que até gostaria de assistir mas ficar acordado até três da matina era demais para quem trabalha no dia seguinte, que atire a primeira framboesa de ouro...

Não houve grandes vencedores dessa vez - fato que já tem ocorrido por uns bons anos. Pantera Negra - filme baseado num obscuro super-herói da Marvel - ganhou três estatuetas (porém apenas prêmios técnicos, como já era de se esperar). Bohemian Rhapsody - o famigerado filme sobre Freddie Mercury e a formação da banda Queen - levou quatro estatuetas (mas apenas UMA relevante, justamente a de Melhor Ator para Rami Malek - deixando estupefato quem apostou em Christian Bale por seu papel em Vice). Roma - filme da plataforma Netflix dirigido por Alfonso Cuarón - levou apenas três estatuetas, porém o cobiçado prêmio de Melhor Diretor (mas perdeu a de Melhor Filme justamente para Green Book - O Guia, que também levou de Melhor Roteiro Adaptado). E Nasce Uma Estrela levou apenas o prêmio que lhe cabia (Melhor Canção Original por "Shallow" na voz de Lady Gaga e Bradley Cooper - mesmo que essa seja a "Let It Go" de 2018 / 2019...).

(Mas legal mesmo foi ver o ótimo Homem-Aranha no Aranhaverso levar como Melhor Animação de Longa-metragem, com a Sony tirando a hegemonia da Disney e da Pixar, mostrando como se faz algo inovador e clássico ao mesmo tempo...)

Mesmo com algumas surpresas - como Olivia Colman ganhar como Melhor Atriz por A Favorita (mesmo que não seja injusto), deixando Glenn Close e suas SETE indicações para trás -, foi uma cerimônia sem grandes surpresas. Nem mesmo Spike Lee ganhar finalmente um Oscar - de Melhor Roteiro por Infiltrado na Klan -, uma vez que Samuel L. Jackson já entra no palco brincando com ele sobre um resultado de um jogo recém-transmitido...

Se a audiência aumentou, teremos mais disso no ano que vem. Esperemos que filmes melhores participem, e não apenas os mais populares. Confira abaixo a lista com os vencedores:

  • Melhor Atriz Coadjuvante: Regina King (Se A Rua Beale Falasse)
  • Melhor Documentário: Free Solo
  • Melhor Figurino: Pantera Negra
  • Melhor Direção de Arte (ou Design de Produção: Pantera Negra
  • Melhor Direção de Fotografia: Alfonso Cuarón (Roma)
  • Melhor Edição de Som: Bohemian Rhapsody
  • Melhor Mixagem de Som: Bohemian Rhapsody
  • Melhor Filme Estrangeiro: Roma
  • Melhor Edição: Bohemian Rhapsody 
  • Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (Green Book - O Guia)
  • Melhor Animação (Longa-metragem): Homem-Aranha No Aranhaverso
  • Melhor Curta-metragem de Animação: Bao (Pixar)
  • Melhor Documentário (Curta Metragem): Period. End Of Sentence.
  • Melhor Efeito Visual: O Primeiro Homem
  • Melhor Curta-metragem: SKIN
  • Melhor Roteiro: Green Book - O Guia
  • Melhor Roteiro Adaptado: Spike Lee (Infiltrado Na Klan)
  • Melhor Trilha Sonora Original: Pantera Negra
  • Melhor Canção Original: "Shallow" (Lady Gaga - Nasce Uma Estrela)
  • Melhor Ator: Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
  • Melhor Atriz: Olivia Colman (A Favorita)
  • Melhor Diretor: Alfonso Cuarón (Roma)
  • Melhor Filme: Green Book - O Guia


Fonte: Oscar (via site oficial)

0 comentários:

Amazon Prime Video,

STREAMING | Livros 'O poder' e 'Destino: La Templanza' serão adaptados em novas séries

A Amazon Studios divulgou a produção de séries baseadas nos livros O Poder, de Naomi Alderman, e Destino La Templanza, de María Dueñas. Sem previsão de datas de estreia ainda, as duas séries serão transmitidas para os mais de 200 países em que o serviço Amazon Prime Video está disponível.


Com 10 episódios previstos e contando com a participação da autora na criação do roteiro da série, 'O Poder' – já lançado no Brasil – apresenta um mundo distópico, no qual as mulheres de todo o mundo desenvolvem a capacidade de eletrocutar as pessoas com um simples toque. Quando a condição se alastra, as mulheres subvertem o patriarcado e tomam o poder global.

A história segue várias personagens: uma garota chamada Allie, que mata seu pai adotivo e foge para um convento; Roxy, a filha de um chefe do crime em Londres; Margot, uma política que organiza acampamentos para ensinar as mulheres a terem responsabilidade com os poderes adquiridos; Olatunde, um jornalista que atinge a fama ao cobrir as revoltas em todo o mundo; e Tatiana, uma mulher da Moldávia que assume o papel de presidente e se defende de uma tentativa de golpe de dissidentes apoiada pela Arábia Saudita. A distopia ficou em 1º lugar na lista de mais vendidos do The New York Times e entrou para, a já tradicional, lista de melhores do ano feita por Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos.

Depois de O tempo entre costuras - distribuída mundialmente pela Netflix em 2017 -, Destino la Templanza, terceiro romance de María Dueñas, chega à TV. Ambientada na segunda metade do século XIX, o obra – já publicada no Brasil – apresenta Mauro Larrea, personagem que jamais imaginou perder a fortuna acumulada depois de anos de trabalho árduo. Afogado em dívidas e incertezas, aposta seus últimos recursos em uma jogada imprudente, que lhe dará uma oportunidade para se reinventar. Até que a perturbadora Soledad Montalvo, mulher de um marchant de vinhos de Londres, entra de forma misteriosa em sua vida, arrastando-o para um futuro que jamais suspeitou. Da jovem república mexicana à radiante Havana colonial; das Antilhas a Jerez da segunda metade do século XIX, quando o comércio de vinhos com a Inglaterra transformou a cidade andaluz em um lendário enclave cosmopolita.

Fonte: Amazon Prime Video (via press release)

0 comentários:

Descendentes,

DESCENDENTES 3 | Primeiro teaser trailer e sinopse revelados

No terceiro filme da saga "Descendentes", os filhos adolescentes dos vilões mais célebres da Disney – Mal (filha de Malévola), Evie (filha da Rainha Má), Carlos (filho da Cruella de Vil) e Jay (filho do Jafar) – retornam à Ilha dos Perdidos, uma ilha proibida habitada pelos vilões e cercada por uma barreira mágica que inibe a magia e escape, com a intenção de recrutar um novo grupo de descendentes para se juntar a eles em Auradon. "Descendentes 3" estreia no segundo semestre de 2019, no canal pago Disney Channel.

>>> Clique AQUI para assistir o teaser!
Foto oficial (Divulgação)
Na trama, quando uma brecha na barreira coloca em perigo a segurança de Auradon, Mal decide fechá-la permanentemente, temendo que seus arqui-inimigos, Uma (filha de Úrsula) e Hades, busquem vingança no reino. Apesar da sua decisão, uma inexplicável força maligna ameaça os habitantes de Auradon e dependerá de Mal e dos VK's salvá-los, mas isso significará lutar na batalha mais épica de suas vidas.

Fonte: Disney Channel (via press-release)

0 comentários:

Adam B. Stein,

KIM POSSIBLE | Live-action baseado na animação tem sinopse e elenco revelados!

"Kim Possible" é uma série de desenho animado norteamericano, produzida e exibida pelo canal pago Disney Channel em 2002, que conta a história de Kimberly Ann Possible, uma adolescente que, além de ter suas obrigações escolares e familiares, luta diariamente contra o crime da cidade de Middletown. Sucesso entre crianças, adolescentes e adultos, o desenho ganhará a versão live-action com lançamento em março de 2019, no canal Disney Channel. O roteiro do novo filme foi escrito por Mark McCorkle e Bob Schooley - criadores da série animada -, ao lado de Josh Cagan, com direção de Adam B. Stein e Zach Lipovsky.

O live-action mostrará Kim Possible (Sadie Stanley, foto) e Ron Stoppable (Sean Giambrone, foto) no colégio, onde conhecem Athena - nova personagem, colega e superfã de Kim - que se une ao par romântico contra um nefasto plano dos vilões Drakken e Shego. A história começa quando Kim e seu melhor amigo e companheiro, Ron Stoppable, entram na Middleton Middle School. Ela está pronta para enfrentar o novo desafio - como sempre fez com todas as outras coisas em sua vida -, mas sua confiança vacila quando ela começa a encontrar novos obstáculos como, por exemplo, se perder entre os corredores confusos da escola, chegar atrasada para a aula e sendo rejeitada durante os testes de futebol pela sua inimiga, que finge ser sua amiga: Bonnie. Tudo muda quando Kim e Ron conhecem e se tornam amigos de Athena, uma nova colega de classe e fã de Kim Possible, que se torna membro do Team Possible. Enquanto isso, o malvado Drakken e Shego reaparecem em Middleton com um plano para finalmente derrotar Kim. Agora, enfrentar esses super vilões depende do time: Kim, Ron, o gênio da tecnologia Wade, sua nova amiga Athena e Rufus, um rato-toupeira-pelado que o Ron encontra no caminho. Desde que a série animada estreou em 2002, Kim Possible se tornou uma das primeiras histórias a apresentar uma garota moderna e empoderada, que é capaz de enfrentar tudo.

Confira agora os personagens clássicos e conhecidos por toda a geração 2000, e quem são os atores que vão interpretá-los. O elenco também conta com nomes como Alyson Hannigan e Connie Ray...

Kim Possible (Sadie Stanley) - Kim é uma garota comum do ensino médio, que em seu tempo livre se dedica em salvar o mundo dos vilões. Ela é também uma super-heroína adolescente para uma nova geração de crianças e famílias, afinal, Kim não é perfeita, mas demonstra uma grande força e resiliência

Ron Stoppable (Sean Giambrone) - Ron é o melhor amigo e par romântico de Kim Possible. Ainda que desajeitado, é extremamente fiel e de confiança

Dr. Drakken (Todd Stashwick) - Vilão e arqui-inimigo de Kim Possible. Quando não está tentando dominar o mundo, está concentrado em derrotar a protagonista

Shego (Taylor Ortega) - É a companheira malvada de Dr. Drakken

Wade Load (Isaac Ryan Brown) - Gênio da tecnologia que se formou na faculdade com apenas dez anos de idade, Wade é o cérebro por trás de todos os dispositivos inovadores de Kim que a mantém sempre um passo à frente dos seus inimigos


Bonnie Rockwaller (Erika Tham) - Arqui-inimiga de Kim e capitã do time de futebol do ensino médio. Ela é o exemplo perfeito de uma típica "amiga inimiga", pois se oferece para ajudar Kim a se adaptar à nova escola, mas, na realidade, ela se esforça para garantir que Kim não seja popular

Dra. Ann Possible (Alyson Hannigan) - Ann é a mãe de Kim Possible. Ela é médica neurocirurgiã

Nana Possible (Connie Ray) - Uma das personagens mais queridas pelos fãs, Nana é a avó carinhosa e mentora de Kim. Ela é expert em artes marciais e está sempre disposta a transmitir sua sabedoria e habilidades marciais para a neta

Athena (Ciara Wilson) - Nova personagem! Ela é uma nova estudante do ensino médio que faz amizade com Kim e Ron e, ironicamente, acaba por ser a fã número um de Kim Possible. Seu sonho se realiza quando de repente se vê em ação e aventura, e envolvida em missões importantes

Fonte: Disney Channel (via press-release)

0 comentários:

Destaques,

THE BIG BANG THEORY | Warner Bros nomeia estúdio em homenagem ao seriado

O grupo de nerds e cientistas mais famosos da televisão foram homenageados pela Warner Bros que, em 07/02/2019, renomeou o famoso "Stage 25" como "The Big Bang Stage" – um tributo a uma das series mais importantes do estúdio, que este ano chega à sua 12ª e última temporada no canal pago Warner Channel.

Os protagonistas e produtores de "The Big Bang Theory" foram os convidados de honra do evento no Warner Bros Studios, em Burbank (Califórnia). A decisão de homenagear a série dando seu nome ao estúdio que a recebeu por 12 anos celebra os 279 episódios de sucesso – marca que a série alcançará em maio deste ano, na exibição do seu "series finale".

Por sua vez, os atores Kaley Cuoco, Kunal Nayyar, Mayim Bialik e Melissa Rauch - que interpretam Penny, Raj e Bernadette, respectivamente - compartilharam no Instagram a emoção e a alegria desse momento tão significativo. "Foi um dia extremamente especial. De agora em diante o 'Stage 25' se chamará "The Big Bang Theory Stage". Em 90 anos, apenas 5 atrações receberam essa honra da Warner Bros. Sempre passamos em frente ao 'Friends Stage' e é incrível como eles se tornaram parte da história da televisão", disse Cuoco, mais conhecida como Penny. "Nossa série é muito grata de também fazer parte dessa história."

A Dra. Bernadette (Melissa Rauch) anunciou em suas redes sociais que "o estúdio 25 da Warner Bros é um lugar incrível para trabalhar; é a minha casa longe de casa que, depois de 7 de fevereiro de 2019, se chamará oficialmente 'The Big Bang Theory Stage'. Eu o amo tanto quanto as memórias que tenho dele!"

Este é o quinto estúdio que a Warner Bros decide nomear em homenagem a suas produções de sucesso. Os outros são: Friends Stage (Stage 24 em 2004), The ER Stage (Stage 11 em 2009), The Ellen Stage (Stage 1 em 2015) e o The Two and a Half Men Stage (Stage 26 em 2015).

Os episódios inéditos da última temporada de "The Big Bang Theory" são exibidos todos os domingos, às 22h25, na Warner Channel.

Fonte: Warner Channel (via press-release)

0 comentários:

Cartazes,

SOBRE RODAS | Premiado filme infanto-juvenil ganha trailer, cartaz e data de estreia

Eleito o Melhor filme pelo público no TIFF Kids (Canadá), melhor filme no Chicago International Children’s Film Festival (Estados Unidos) e Melhor Filme da Mostra Geração no Festival do Rio 2018, “Sobre Rodas” - primeiro longa do diretor e roteirista Mauro D`Addio - acaba de ganhar cartaz e trailer oficial. 

>>> Clique AQUI para assistir o trailer
Cartaz oficial (Divulgação)
Sobre Rodas” conta a história de Lucas (Cauã Martins, foto), de 13 anos, que volta a escola depois de um acidente que o colocou em uma cadeira de rodas. Lá, ele conhece Laís (Lara Boldorini, foto), também com 13 anos, e juntos partem por estradas de terra interioranas, em busca do pai que a menina não conheceu.

Produzido pela Klaxon Cultura Audiovisual e Hora Mágica Filmes e distribuído pela Klaxon Cultura Audiovisual, com estreia confirmada para 14/03/2019 em todo o Brasil, o filme já foi exibido em mais de 20 países, passando por diversos festivais nas Américas, Europa e Ásia.

Fonte: Klaxon Cultura Audiovisual (via press-release)

0 comentários:

André Ramiro,

CRÍTICA [CINEMA] | "As Ineses", por Kal J. Moon

Dirigido por Pablo José Meza, estrelado por Brenda Gandini, Luciano Cáceres, Valentina Bassi, André Ramiro, María Leal e Rafael Sieg, "As Ineses" discute o real papel das famílias numa época em que a impunidade era resolvida apenas com muita compreensão e algum bom senso...


Família é quem cria
"As Ineses" possui um interessante roteiro - escrito por Victoria Mammoliti e pelo próprio diretor Pablo José Meza, baseado numa curiosa história real - que, mesmo com uma curta duração (pouco mais de uma hora e dez minutos de exibição), estende-se de forma lenta porém gradual. Por conta disso, poderia ser facilmente adaptada para TV em formato de novela.

Na trama, temos a singular história de Carmen (Brenda Gandini) e Rosa (Brenda Gandini). As amigas são vizinhas e moram lado a lado. Por essas coisas da vida que não se explica, ambas as mulheres possuem o mesmo sobrenome - García - engravidaram na mesma época e dão à luz no mesmo dia e no mesmo hospital da cidade onde moram. A surpresa vem no momento em que os pais recebem seus bebês e percebem que suas filhas parecem terem sido trocadas por engano após o parto. O casal loiro recebe a bebê morena e o casal moreno, a bebê loira. A confusão se instaura e as mães decidem colocar o mesmo nome para as duas garotas e resolver o problema de imediato. O filme se passa em 1985, quando ainda não era comum testes de DNA para determinar a paternidade de uma criança. A chave para entender os códigos presentes na trama é o pulso das cenas artísticas onde as combinações de montagem, arte e figurino permite recriar o cativante cinema de costumes argentino, cuja localização é uma cidadezinha distante de Buenos Aires, meio esquecida no tempo..

É nosso dever avisar que este não é um filme em que o espectador precisa apreciar uma grande atuação ou figurino e nem mesmo uma prestigiosa direção de fotografia.- nem mesmo a direção parece interessada nisso - mas, sim, em presenciar uma história contada da melhor e mais didática forma possível.

E ainda: alguns personagens só estão lá figurativamente, sem muita interferência na trama - ou porque estiveram lá quando aconteceu na vida real. Alguns acontecimentos só existem para justificar determinadas atitudes de outros personagens em relação ao desvendar do "mistério" ao fim da narrativa - que nem é tão complicado assim de descobrir mas que revela algo bem inesperado na última cena do filme.

Porém, nada disso é um real empecilho para apreciar "As Ineses", que só chega agora aos cinemas brasileiros, apesar de ter sido lançado originalmente em 2016.

"As Ineses" é uma comédia agridoce, que rende uns risinhos tímidos por conta da gravidade do problema enfrentado por essas famílias - que acabaram, de certa forma, se tornando parentes - numa época em que a tecnologia ainda não era evoluída o suficiente para ajudar na resolução de um mistério que só a vida teve o capricho de criar. Vale como curiosidade.



Kal J. Moon assistiu, criticou e foi comer bolinho de chuva com mate, enquanto apreciava a relva da planície andina ao som do Gaúcho da Fronteira...

0 comentários:

Cartazes,

O REI DE ROMA | Comédia italiana ganha trailer, cartaz e data de estreia

O bilionário Numa Tempesta, interpretado por Marco Giallini, é condenado a um ano de serviços sociais no trailer da comédia italiana “O Rei de Roma”. O filme de Daniele Luchetti (de “Meu Filho Único”), que chega aos cinemas brasileiros em 07/03/2019, faz rir com a gradual transformação do ambicioso empresário, que entra de cabeça em uma realidade completamente diferente da sua.

>>> Clique AQUI para assistir o trailer!
Cartaz oficial (Divulgação)
Na trama, Numa Tempesta (Giallini) é um focado e carismático homem de negócios que, levado por uma gigante ambição em ser bem sucedido, faz qualquer coisa para fechar novos acordos, mesmo que isso o leve a infringir a lei. Depois de uma negociação dar errado, ele é pego pela polícia e condenado a cumprir um ano de serviço social. Para tentar salvar sua fortuna, Numa encontrará uma solução onde menos espera.

Em 2018, “O Rei de Roma” integrou a programação da 42ª Mostra Internacional de Cinema e no Festival do Rio. Com distribuição da Pagu Pictures, o longa estreia em 13 cidades: São Paulo, Santos, Rio de Janeiro, Niterói, Goiânia, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Vitória e Florianópolis.

Fonte: Pagu Pictures (via press-release)

0 comentários:

Crítica Cinema,

CRÍTICA [STREAMING] | "Polar", por Kal J. Moon

Dirigido por Jonas Åkerlund, estrelado por Mads Mikkelsen, Matt Lucas, Vanessa Hudgens, Katheryn Winnick, dentre outros, "Polar" é o novo filme disponibilizado na plataforma de streaming Netflix.


Bumbum granada
Antes de iniciar, faz-se necessário informar algo importante: "Polar" é uma adaptação de uma história em quadrinhos surgida primeiro na internet - que depois virou uma série de encadernados pela editora Dark Horse -, escrita e desenhada pelo espanhol Victor Santos. Com este fato em mente, podemos analisar melhor este filme, ok?

Este é um filme dedicado aos fãs de tramas recheadas de ação. Mas aquela ação "raiz", que possuem um protagonista carismático e uma história que, se não é necessariamente inédita, pelo menos é bem contada. E "Polar" é o melhor de dois mundos nesse sentido.

Na trama, Duncan Visla (Mikkelsen) é um mercenário assassino prestes a se aposentar. Mas por conta de um acordo draconiano feito com seu empregado, começa a ser caçado até a morte antes que possa se aposentar e ganhar oito milhões de dólares. Enquanto isso, encontra Camille (Hudgens), uma jovem que parece ter medo do passado e não tem muita certeza sobre como será seu futuro...

O roteiro de "Polar" - escrito por Jayson Rothwell - é bem simples no sentido de contar uma trama que já vimos diversas vezes, porém tornando-se uma decente adaptação, mesmo sabendo de sua menor escala frente a blockbusters aclamados como a saga "John Wick" e outros nem tanto como "Atômica". Embora um tanto extenso - e com mais personagens descartáveis do que deveria ter -, a trama entrega um bom filme de ação, que não deve em nada a clássicos do gênero.

O diretor Jonas Åkerlund - que veio do subestimado seguimento dos videoclipes musicais, tendo trabalhado com nomes díspares como Madonna, Rammenstein, Beyoncé, U2, dentre outros - preferiu fugir dos clichês visuais desse tipo de filme criando uma assinatura imagética forte e rica em cortes rápidos, cores cítricas e violência crua quase beirando o 'splatter', com muito sangue voando na tela, tiros na cabeça, além de picantes cenas de sexo - com direito a nudez frontal e tudo.


(Curiosamente, apenas duas atrizes aparecem nuas em cenas de sexo. Dentre elas, Ruby O. Fee [que tem o rosto muito parecido com o da atriz brasileira Camilla Queiroz] interpreta a personagem Sindy, uma espécie de "Arlequina do mundo real" - cuja função é seduzir os alvos dos mercenários para quem trabalha - e encena com Mikkelsen a cena de sexo mais selvagem, quase pornográfica, porém nada gratuita pois é a preparação de algo intrínseco na cena seguinte)

Os destaques do elenco são mesmo Mads Mikkelsen e Vanessa Hudgens. Mikkelsen encarna com maestria o mercenário de bom coração - afinal, matar é apenas o trabalho dele. Além de estar com um físico necessário e invejável, desempenha bem os momentos dramáticos, elevando a qualidade de um filme que poderia passar por corriqueiro no fim das contas. Hudgens parece estar querendo se afastar o máximo possível da imagem colorida e adolescente do seriado "Glee" e entrega uma performance contida na medida certa, alternando os momentos de depressão de sua personagem de forma correta e segura.

Já os outros membros do elenco sofrem da tal "assinatura imagética" que tanto o diretor e o roteirista quiseram desenvolver. Todos os outros personagens da trama tem figurino escandaloso - lembre-se de que são assassinos mercenários - e agem como se tivessem saído de um desenho animado destinado a crianças bem pequenas. Só para ter uma ideia, Matt Lucas interpreta o vilão Mr. Blut, o chefão da empresa que está caçando ~"nosso herói". Apesar de uma motivação razoavelmente plausível, age como se fosse uma criança mimada, numa atitude cartunesca ao extremo. Já Katheryn Winnick, que faz sua consigliere, está correta mas a trama não lhe entrega muito o que fazer além de dar conselhos óbvios e tentar resolver as burradas que seu chefe se mete...

A direção de fotografia comandada por Pär M. Ekberg - aliada à esperta edição de Doobie White e a música energética de Deadmau5 - trazem uma experiência parecida com "Hanna" e, visualmente falando, entregam o que deveria ser um filme perfeito do Wolverine antes de "Logan"...

"Polar" é um entretenimento eficiente dentro do gênero proposto e proporciona algumas boas surpresas e uma lufada de frescor na dramaturgia oriunda de um obscuro gibi.



Kal J. Moon mal pode esperar pela continuação - ou uma série - baseada em "Polar". Sonhar não custa nada...

2 comentários:

André Ramiro,

AS INESES | Comédia argentina com André Ramiro já tem data de estreia

Escrito e dirigido pelo argentino Pablo José Meza, "As Ineses" estreia em 14/02/2019. O diretor e roteirista argentino aposta mais uma vez, ao levar para o cinema, os segredos escondidos nas cidades do interior da Argentina. 

>>> Clique AQUI para assistir o trailer!
Cartaz oficial (Divulgação)
A trama conta a história de Carmen e Rosa. As amigas são vizinhas e moram lado a lado. Por essas coisas da vida que não se explica, ambas as mulheres possuem o mesmo sobrenome - García - engravidaram na mesma época e dão à luz no mesmo dia e no mesmo hospital da cidade onde moram. A surpresa vem no momento em que os pais recebem seus bebês e percebem que suas filhas parecem terem sido trocadas por engano após o parto. O casal loiro recebe a bebê morena e o casal moreno, a bebê loira. A confusão se instaura e as mães decidem colocar o mesmo nome para as duas garotas e resolver o problema de imediato. O filme se passa em 1985, quando ainda não era comum testes de DNA para determinar a paternidade de uma criança. A chave para entender os códigos presentes na trama é o pulso das cenas artísticas onde as combinações de montagem, arte e figurino permite recriar o cativante cinema de costumes argentino, cuja localização é uma cidadezinha distante de Buenos Aires, meio esquecida no tempo. "As Ineses" é uma comédia de costumes onde o humor surge em momentos desconfortáveis exibidos em rotinas "cotidianas". Um filme que vagueia entre várias circunstâncias de modo leve, tais como a questão da identidade, do preconceito e da religião sem se concentrar em nenhum tópico, mas o suficiente para fazer refletir. 

"As Ineses" é tem no elenco grandes nomes da dramaturgia argentina. Brenda Gandini é uma das protagonistas da história, personificando Carmen, a mãe da "bebê loira" e podemos vê-la contracenando com Maria Leal, sua mãe. Luciano Cáceres compõe um homem comum do interior do país, longe de estereótipos. Além destes talentos latino-americanos, o filme conta também com a participação de André Ramiro, ator carioca conhecido por seu personagem nos dois filmes da franquia "Tropa de Elite", ambos dirigido por José Padilha. Ao seu lado, outro brasileiro participa do elenco: Rafael Sieg, que no cinema esteve recentemente em "Simonal".   

"As Ineses" é uma coprodução entre Brasil e Argentina, produzido pela Cinematres em parceria com a Cubo Filmes, que será distribuído no Brasil pela Okna Distribuidora.   

Fonte: Okna Distribuidora (via press-release)

0 comentários:

A Floresta das Almas Perdidas,

A FLORESTA DAS ALMAS PERDIDAS | Terror português estreia nas plataformas on demand

Desde 07/02/2019, o filme de terror independente “A Floresta das Almas Perdidas” está disponível nas plataformas de vídeo on demand das principais operadoras de TV por assinatura - dentre elas, NOW, Looke, Vivo Play e Microsoft.

>>> Clique AQUI para assistir o trailer!
Cartaz oficial (Divulgação)

Com direção de José Pedro Lopes, o longa narra uma história de terror passada numa floresta onde pessoas se suicidam. Na trama, “A Floresta das Almas Perdidas” é uma zona florestal densa e remota, o local de Portugal mais popular para a prática do suicídio. Numa manhã de verão, dois estranhos encontram-se por acaso no coração da floresta.  Ricardo (Jorge Mota) é um pai de família triste e deprimido, que perdeu a vontade de viver quando a sua filha mais velha Irene (Lília Lopes) se suicidou no lago glacial que existe escondido na floresta. Carolina (Daniela Love) é uma jovem excêntrica e instável, que acha que tudo o que é relacionado com a morte é divertido, desde os livros de Virginia Woolf à música de Elliott Smith. Como o seu encontro inesperado os deixou constrangidos de ali estarem, os dois decidem adiar os seus suicídios e irem passear pela "Floresta das Almas Perdidas" e ver o que lá podem encontrar. Na sua caminhada vão se conhecendo e ficando amigos: mas um deles não está sendo honesto.


Os locais onde a ação se passa tem um papel muito importante no filme. A floresta foi filmada uma parte no Caramulo, outra em Vila do Conde, e uma parte grande em Zamora (Espanha). Nenhum destes locais é na realidade tão remoto como o filme sugere, mas são visualmente assombrosos. O lado mais curioso foi que descobrimos que todos os locais em que filmamos tinham sido assolados por uma tragédia. Uma mera coincidência, mas a nossa conclusão foi que toda a Terra é um local assombrado”, conta o diretor.

O filme ainda traz no elenco Lígia Roque, Mafalda Banquart, Tiago Jácome e Débora Ribeiro. Com produção da 2203 Studio e Anexo 82, o filme tem recebido críticas muito positivas e participou do Festival de Sydney, Fantasporto e Fant Bilbao - este último na Espanha, onde venceu o Prêmio de Melhor Filme. A distribuição é da Fênix Filmes.

Fonte: Fênix Filmes (via press-release)

0 comentários:

animação,

FANCY NANCY CLANCY | Série animada ganha novos episódios em canal pago

Oh la la, "Fancy Nancy Clancy" está de volta aos canais pagos Disney Junior e Disney Channel. Após estreia de sucesso em outubro do ano passado, a produção animada que conta as extraordinárias aventuras de uma menina de seis anos fascinada por coisas sofisticadas, volta aos canais. Com episódios inéditos, até 15/02/2019, a série é exibida de segunda a sexta, às 9h30. Serão duas semanas de novos episódios, com reprises diárias às 19h15 e nos finais de semana às 10h45.



Baseada na famosa coleção de livros infantis, "Fancy Nancy Clancy" é protagonizada por Nancy, uma garota que ama objetos, experiências e histórias 'fancy', além de ter uma surpreendente capacidade de transformar o simples em sofisticado. A cada episódio, Nancy se diverte falando palavras em francês e decorando com detalhes luxuosos as situações mais mundanas. Em suas aventuras très magnifique, sempre está acompanhada de sua inseparável melhor amiga, Bree; sua irmã mais nova, Jojo; sua cadelinha, Frenchy; sua boneca, Marabelle; e seus pais.

Cada episódio da série tem duas histórias de onze minutos que dão foco a temas como a expressividade, originalidade e o amor pela família. Por meio do humor e da emoção presentes na série, as crianças irão descobrir o poder da imaginação na resolução de problemas, identificando-se com Nancy e as situações que a envolvem. Além disso, os episódios contam com canções originais que passam por vários gêneros musicais como pop, jazz, música clássica, entre outros. A partir de diferentes histórias, "Fancy Nancy Clancy" vai inspirar a audiência a celebrar o estilo próprio e transformar cada dia em uma aventura extraordinária por meio da autoexpressão, da personalização e da criatividade.

A série foi desenvolvida por Krista Tucker, editora da história. Jamie Mitchell está com a direção e produção executiva da série animada.

Fonte: Disney Channel (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

EUGÊNIO COLONNESE | Mestre dos quadrinhos brasileiros tem vida e obra imortalizada em DVD

Eugênio Colonnese (foto) foi um dos grandes artistas do quadrinho mundial e um dos principais mestres do quadrinho brasileiro. Nascido na Itália em 1929, mudou-se para a Argentina em 1946, onde construiu uma rápida e fulgurante carreira em revistas como "El Tony", "Hora Cero" e "Misterix". Na Argentina, conheceu os artistas Osvaldo Talo e Rodolfo Zalla. Os três imigraram para o Brasil no início dos anos 1960 e ajudaram a construir o período mais fértil e criativo dos quadrinhos brasileiros.

Desenhou milhares de páginas de terror, faroeste, aventuras, guerra e super-heróis. Criou personagens clássicos como Mylar, Superargo, Pele de Cobra, e suas duas obras-primas, Morto do Pântano e Mirza, a mulher vampiro. Trabalhou por 30 anos ininterruptos como ilustrador de livros didáticos, revolucionando o ramo com seus quadrinhos educativos.

Ganhou vários prêmios e trabalhou para as maiores editoras brasileiras, além das internacionais Fleetway (Inglaterra), Columba (Argentina) e Bonelli (Itália). Seu trabalho precisa ser (re)descoberto e estudado por todos os críticos e amantes das Histórias em Quadrinhos, para que seja perpetuado e cada vez mais valorizado e cultuado. "Sobrou Alguma Coisa no Tinteiro?" é o primeiro documentário sobre a vida e obra deste mestre fundamental para o quadrinho brasileiro e sul-americano.

Produzido pelo premiado cartunista Marcio Baraldi, fã e amigo de Colonnese, o filme reconstrói a vida do artista desde o princípio, através de depoimentos de familiares, amigos, artistas e editores como Rodolfo Zalla, Álvaro de Moya, Rubens Lucchetti, Gonçalo Junior, Franco de Rosa, entre outros. O filme traz dezenas de imagens raras como fotos de sua infância e juventude na Argentina e de seus primeiros desenhos para o mercado profissional.

Lançado diretamente em DVD, possui ainda extras preciosos como galeria de fotos, galeria de artes, contendo mais de uma centena de imagens raras, além de clipes feitos por fãs em sua homenagem. "Sobrou alguma coisa no Tinteiro?" pode ser adquirido neste link, com preço sugerido ao consumidor de R$25,00 (vinte e cinco reais).

Fonte: Assessoria Marcio Baraldi (via press-release)

0 comentários: