Allen Hughes,

RESENHA [CINEMA] : Linha de Ação, de Allen Hughes

05:00 Marlo George 0 Comments

Título: Linha de Ação (Broken City)
Ano: 2013
Lançamento no Brasil: 15/03/2013
Distribuidora: Imagem Filmes
Duração: 109 min.
Gênero: Crime, Drama, Suspense
Diretor: Allen Hughes
Elenco: Mark Wahlberg, Russell Crowe, Catherine Zeta-Jones, Jeffrey Wright, Barry Pepper, Alona Tal, Natalie Martinez, Michael Beach, Kyle Chandler
Origem: Estados Unidos
Idioma: Inglês

Sinopse: Numa cidade frequentemente injusta, o ex-policial Billy Taggart acaba envolvido com políticos corruptos, mulheres infiéis e policiais sem escrúpulos, em uma trama que pode decidir as eleições municipais.

Mark Wahlberg, não é de hoje, tem o meu respeito. De irmão de um dos New Kids on the Block, ele se tornou um rapper fracassado com um nome ridículo. Depois, após alguns anos no ostracismo, decidiu ser ator, voltou a usar seu nome real e participou de filmes legais como Diário de um Adolescente (1995) e Medo (1996), até que teve sua grande chance em Boogie Nights - Prazer Sem Limites, de 1997.

De lá pra cá atuou em filmes que estão na minha lista de filmes preferidos como o já citado Boogie Nights, O Corruptor, Uma Saída de Mestre, Quatro Irmãos, Os Donos da Noite, Um Olhar do Paraíso, Os Outros Caras, TedOs Infiltrados e O Vencedor (estes dois últimos lhe renderam a indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante). Apesar de algumas escorregadas, como Planeta dos Macacos e Rock Star - ambos de 2001 e péssimos - Mark vem conduzindo bem sua carreira.

Mark Wahlberg vive Billy Taggart.
(Imagem Filmes)
Mais uma vez, Wahlberg acerta e protagoniza outro grande filme. "Linha de Ação" é um filmaço. Mesmo que você mate o que vai acontecer no final do filme quinze minutos após o seu início, você não perde o interesse em continuar assistindo. Muito pelo contrário. Você fica instigado a ver como as suas conjecturas serão desenroladas enquanto a fita avança. O texto, ácido em algumas ocasiões, é bem sacado e mostra que o roteirista Brian Tucker estreou com o pé direito. Você ainda vai ouvir falar muito desse cara.

O diretor é Allen Hughes. Ele e seu irmão gêmeo Albert faziam parte do "The Hughes Brothers", que ficaram conhecidos pela direção de filmes como Do Inferno e O Livro de Eli. Linha de Ação é seu primeiro filme "solo" e Allen já mostra serviço, provando que é capaz de dirigir um grande filme sem a ajuda de seu irmão. A direção de fotografia é competente e pra falar a verdade, no que diz respeito à parte técnica do filme só tenho a reclamar da granulação do mesmo que considerei exagerada. No mais tudo está certo, o que mostra que Allen Hughes se cercou de profissionais gabaritados e que sabiam o que estavam fazendo.

Como já falamos de Mark Wahlberg, vamos deixar nosso protagonista um pouco de lado e para nos atermos aos coadjuvantes. Russell Crowe faz o prefeito Hostetler. O trabalho dele é tão bem feito que, mesmo sabendo que se trata de um canalha que é capaz de tudo para se manter no poder, você simpatiza com o desgraçado. Crowe fez um político como os políticos são: Falso e dissimulado. Destaque pro cabelinho de babaca que ele usa de propósito. Afinal, com um cabelinho estupido daquele, qualquer um parece ser um camarada inofensivo. Até mesmo um político profissional e astuto como Hostetler.

Zeta-Jones e Crowe. Química digna de nota.
 (Imagem Filmes)
Catherine Zeta-Jones, que estranhamente não está no poster brasileiro do filme, continua linda e parece ter recuperado a antiga forma, após a péssima fase em 2012, quando trabalhou nos razoáveis O Dobro ou Nada, Rock of Ages e Um Bom Partido. Em Linha de Ação ela interpreta com muita competência uma mulher forte, decidida e misteriosa, que é a primeira dama de Nova York Cathleen Hostetler.

Destaque também para Barry Pepper que dá vida ao afetado Jack Valliant. Pepper já tinha arrasado em The Kennedys, quando interpretou o amado Bobby Kennedy em 2011. As cenas de Pepper com Wahlberg são incríveis e me chamaram a atenção, apesar de terem sido tão poucas.

Linha de Ação entra em cartaz hoje e você, amante do cinema, não pode deixar de assistir. Acredito que seja a "boa" do fim de semana.

Recomendadíssimo!

Trailer Oficial

0 comentários: