Críticas Recentes
Destaques

NOTÍCIAS RECENTES

HERÓI DA VIDA REAL | Danny Trejo, de Machete, salva criança na Califórnia


Danny Trejo se tornou um herói na vida real. O ator, que é conhecido por interpretar vilões no cinema e na TV, em produções como A Balada do Pistoleiro, Machete e Sons of Anarchy, ajudou a resgatar um menino com necessidades especiais que ficou presa em um carro após um acidente automobilístico que o ator testemunhou em Sylmar, California, EUA. A criança, que usava cadeirinha, e sua avó ficaram presas nas ferragens. Trejo conseguiu tirar a criança do carro, mas não foi capaz de fazer o mesmo com a avó dele.

A avó do menino ficou presa no assento e, enquanto os bombeiros, que chegaram após serem alertados do sinsitro, tentavam libertá-la, Trejo ficou distraindo a criança.

“Ele estava apavorado e eu disse, 'Ok, temos que usar nossos super-poderes.’ Então ele gritou, ‘Super-poderes’ e começamos a gritar, ‘Super-poderes,'” disse o ator.

O departamento de bombeiros de Los Angeles ainda investiga a causa do acidente, mas segundo Trejo, aparentemente a batida foi o resultado de uma ultrapassagem de sinal vermelho, por parte do motorista que atingiu o carro onde o menino e a avó estavam.

“Prestem atenção,” adivertiu o ator, acrescentando, “A única coisa que salvou o menino foi o uso da cadeirinha, pra ser bem honesto.”

Fonte: The Wrap.

ANGRY BIRDS 2 | Novos cartazes divulgados

Angry Birds 2: O Filme, sequência da interessante animação baseada no game para mobile, acaba de ganhar cartazes internacionais.

Dirigida por Thurop Van Orman e escrita por Peter Ackerman, entra em cartaz em 3 de outubro.

Confira:





Fonte: IMDB.

UM PRÍNCIPE EM NY 2 | Sequência terá Wesley Snipes


O site Deadline confirmou que Wesley Snipes, o eterno Blade, estará na sequência do clássico da comédia Um Príncipe em Nova York, de 1988.

Snipes interpretará um general que comanda uma nação vizinha à Zamunda, reino fictício apresentado no primeiro filme. Eddie Murphy, Arsenio Hall e James Earl Jones reprisarão seus papeis como Akeem, Semmi e Jaffe Joffer, respectivamente.

A direção ficará à cargo de Craig Brewer e o roteiro de Kenya Barris. A trama se passa durante o reinado de Akeem, que descobrirá que tem um filho, do qual nunca ouvira falar e, após a morte de seu pai, Akeem e seu amigo Semmi retornam à américa para anunciar que o garoto chamado Lavelle, é o príncipe herdeiro de Zamunda.

Espero que não estraguem o clássico. Um Príncipe em Nova York é um dos melhores filmes de comédia de todos os tempos que não merece reboot. Uma sequência, pode ser válida, pois felizmente o elenco principal está envolvido. Vamos ver se em tempos de produções politicamente corretas a sequência não seja prejudicada em seu texto, mantendo a acidez do filme original e a ousadia que outrora era marca de Murphy, que ficou mais comedido após repercussões negativas injustas ao ótimo Norbit.

Fonte: Deadline.

DISNEY+ | Acervo terá reboots de clássicos da FOX

'Esqueceram de Mim,' , 'Diário de um Banana', 'Doze é Demais' e 'Uma Noite no Museu' irão ganhar reboot pela Disney+


Sucesso de bilheteria em 1990, o filme 'Esqueceram de Mim' vai ganhar um reboot e não será a única produção herdada da 20th Century Fox que será rebootada para o serviço de streaming que a Disney está prestes a lançar, o Disney+. 'Uma Noite no Museu', de 2006, também terá uma nova versão, que estreará no catálogo do serviço.

A novidade foi anunciada pelo CEO da companhia, Bob Iger, que revelou ainda que outras produções da Fox também serão relançadas, como 'Diário de um Banana' e 'Doze é Demais'.

"Estamos focados no largo acervo da Fox que conta com grandes títulos que enriquecerão nosso variado conteúdo nesta nova plataforma [Disney+]," disse Iger durante uma coletiva de imprensa realizada na tarde de ontem (06).

Vale lembrar que séries baseadas no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) também estarão na grade do serviço, como Loki, WandaVision, Falcão e o Soldado Invernal, Gavião Arqueiro e a animação What If?.

Fonte: THR.

AMERICAN CRIME STORY | Terceira temporada tem trama revelada

Terceira temporada de ‘American Crime Story’ vai falar sobre o escândalo que envolveu o presidente americano Bill Clinton e a estagiária Monica Lewinsky

A popular minissérie “American Crime Story” vai ganhar nova temporada e a trama envolverá o caso escandaloso que envolveu o ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, e sua estagiária, Monica Lewinsky. Segundo a história oficial, Clinton teria tido um romance com Lewinsky durante o período em que presidia a super-potência americana, ressaltando que ele é casado com a ex-secretária de estado americano Hillary Clinton, que chegou a se candidatar ao cargo de presidente nas últimas eleições, tendo sido derrotada por Donald Trump.

A minissérie é uma produção da FX.


Beanie Feldstein interpretará Monica Lewinsky, ao lado de Sarah Paulson que viverá Linda Tripp e Annaleigh Ashford como Paula Jones. A temporada será baseada no livro de Jeffrey Toobin, “A Vast Conspiracy: The Real Story of the Sex Scandal That Nearly Brought Down a President.”

A produção terá início em fevereiro de 2020 e tem previsão de estreia em 27 de setembro do mesmo ano.

Fonte: Variety.

ATLANTA | Série tem terceira e quarta temporadas confirmadas

Fãs de Atlanta e do fenômeno Donald Glover já tem motivos pra comemorar


A renomada série ‘Atlanta’ foi renovada e irá ganhar mais duas temporadas. A produção das temportadas 3 e 4 começam na próxima primavera americana.

‘Atlanta’ é uma produção da FX, e é estrelada por Donald Glover. O anuncio foi feito durante uma press tour na associação de críticos de TV, que aconteceu hoje na Television Critics Association. Além de anunciar oficialmente a quarta temporada, uma vez que a terceira já havia sido anunciada anteriormente, foi oficializado ainda que serão oito episódios por temporada.

Criada por Glover, “Atlanta” tem produção executiva de Glover, Paul Simms, Dianne McGunigle, Stephen Glover e Hiro Murai.

Fonte: The Wrap.

CRÍTICA [STREAMING] | Kengan Ashura, por Marlo George

Distopia corporativa e violenta é a nova aposta animada da Netflix


Imagine um mundo onde as grandes corporações comerciais disputassem o mercado através de lutas travadas entre brutamontes semi-humanos. Pois é, este é o mundo de Kengan Ashura, novo anime da Netflix que teve sua primeira temporada disponibilizada recentemente. Neste universo paralelo e surpreendente conhecemos Kazuo Yamashita, um funcionário incompetente do departamento comercial de uma firma que secretamente participa de um torneio inusitado, o Torneio de Aniquilação Kengan. Inesperadamente, Yamashita é promovido e acaba ficando responsável pelo novo campeão da empresa, o enigmático lutador Ohma Tokita, que tem seus próprios motivos para participar do torneio. Contar mais poderia ser considerado spoiler, por isso, vou parar por aqui.

O anime, que tem um estilo bem parecido com aquele mostrado em Kill Bill Vol. 1, de Quentin Tarantino, no capítulo que contou a história da origem da personagem O-ren Ishii (Lucy Liu), é bem dinâmico, especialmente as lutas que são realmente animais.

Porém, por ser em estilo 3D que simula uma animação em 2D, se torna um tanto quanto cansativo. Especialmente se você for "maratonar" a primeira temporada, que já está totalmente disponível em 12 episódios de aproximadamente 20 minutos.


O roteiro é interessante, mas traz algumas barrigas e situações desnecessárias que, se fossem suprimidas, talvez dessem espaço para um fechamento para a trama nesta primeira temporada. Infelizmente a história não foi fechada e deixa pontas soltas demais. Kengan Ashura é baseado no mangá homônimo criado por Yabako Sandrovich e ilustrado por Daromeon, que conta com 27 volumes que foram lançados no Japão entre 2012 e 2018. O mangá tem uma sequência, chamada Kengan Omega, que se passa dois anos após os eventos do mangá original.

A dublagem ficou a cargo do estúdio Som de Vera Cruz, com direção de Leonardo Santhos. A tradução foi feita por Paloma Nascimento, que fez um excelente trabalho, adaptando alguns diálogos utilizando ditos populares brasileiros e gírias LGBTQ+. O protagonista, Ohma Tokita, foi dublado por Leo Rabelo e Kazuo Yamashita por Helio Ribeiro. A dupla funcionou muito bem e a recomendação que fica é que você assista o anime dublado. Destaque para Guilherme Lopes que interpretou um narrador aleatório muito divertido.

Falando em LGBTQ+, o anime traz diversos personagens homossexuais que foram apresentados de modo caricato demais para um produto atual. Um ponto negativo que incomoda um pouco, por ser, de certo modo, ofensivo, mas felizmente não atrapalha a trama.

Por fim, no todo, Kengan Ashura é uma animação legal, com uma pegada bem parecida com a do OVA O Último Combate, ou Grappler Baki, de 1994, que foi lançado no Brasil dublado pela Lloyds Home Video. A Netflix também lançou uma nova versão desta franquia chamada Baki: O Campeão, em 2018, que vale à pena uma conferida.



Marlo George assistiu, escreveu e se assustou com o Ryo Inaba

VENOM 2 | Andy Serkis irá dirigir a sequência para a Sony


Andy Serkis, o nosso considerado Gollum, irá dirigir a sequência “Venom 2” da Sony, conforme foi revelado por fontes do TheWrap.

Segundo o site, Serkis estaria em negociação com executivos da Sony para dirigir a sequência do longa original que arrecadou mais de 800 mil dólares de bilheteria. Tom Hardy irá reprisar seu papel como o simbionte Venom, assim como Michelle Williams e Woody Harrelson também devem voltar para viver suas personagens. Avi Arad, Matt Tolmach e Amy Pascal irão produzir o longa. Kelly Marcel escreverá o roteiro.

“Venom 2” tem previsão de estreia em 2020.

Fonte: The Wrap.