Crítica Cinema

CRÍTICA [CINEMA] : Sem Proteção, de Robert Redford

21:58 Marlo George 0 Comments

Data de lançamento: 24/05/2013
Distribuidor: Imagem Filmes
Direção: Robert Redford
Roteiro: Lem Dobbs
Elenco: Robert Redford, Susan Sarandon, Terrence Dashon Howard, Shia LaBeouf, Sam Elliott, Chris Cooper, Julie Christie
Gênero: Suspense
Duração: 121 minutos
Origiem: EUA

Sinopse: Advogado tem sua identidade secreta descoberta por um jovem repórter de um jornal decadente.

Baseado no livro de Neil Gordon, o nono filme de Robert Redford como diretor conta a história de Jim Grant (o próprio Redford), um advogado discreto, viúvo e que vive com a filha em uma sasa modesta, ainda superando a perda de sua mulher. Um sujeito acima de qualquer suspeita. Um belo dia uma antiga conhecida de Grant, Sharon Solarz (Susan Sarandon), cansada de viver foragida, decide, após uma crise de consciência, se entregar para a polícia. O caso se torna um escândalo pois Solarz era uma ativista do grupo radical Weather Underground, que nos anos 70 haviam matado um homem inocente após cometerem um atentado terrorista.

Jim Grant tem seu passado revirado (Imagem Filmes)
O caso seria abafado e certamente esquecido com o passar do tempo, como acontece no mundo real, caso o repórter Ben Shepard não tivesse tido seu emprego ameaçado por seu editor, que queria uma manchete que alavancasse as vendas do jornal, que ia mal nas bancas. Não tendo saída, Shepard passa a cobrir o caso Sloarz e acaba chegando, após um pouco de pesquisa e da ajuda da agente da CIA Diana (Anna Kendrick), em um, já citado, advogado viúvo.

Shepard descobre que Jim Grant nem sempre foi o membro respeitável da sociedade que é, ou parece ser, hoje em dia. Mas não vou entregar aqui quem ele é pra não estragar sua surpresa.

A Senhora Sloarz se entrega (Imagem Filmes)
Com um cast de respeito, "Sem Proteção" é uma aula de interpretação, de timming e mostra que experiência é fundamental. Susan Sarandon dá um show em uma cena na qual é interrogada pela personagem de Shia LaBeouf. É de prender a respiração. Julie Christie também diz ao que veio em uma das cenas finais, e decisivas, do filme. Ela é uma atriz maravilhosa, que deve ser conhecida pela galera mais nova como a Madame Rosmerta do terceiro filme da série Harry Potter, mas que tem uma carreira longa e cheia de clássicos como "Doutor Jivago" e "Inverno de Sangue" em Veneza. Além delas duas, maravilhosas, temos ainda Chris Cooper, Nick Nolte, Richard Jenkins e o fantástico Brendan Gleeson.

Um elenco estelar o qual como diria minha mãe "O mais fraquinho já ganhou um BAFTA".

Shia, assistindo à mais uma aula de interpretação. (Imagem Filmes)
A trilha sonora original, por Cliff Martinez (Sexo, Mentiras e Videotape, Traffic e Contágio), cria o clima de tensão que permeia todo o filme. O baixo é bem explorado com uma marcação agoniante, que em alguns momentos me lembrou muito o estilo de Adam Clayton, do U2.

Se você não curte blockbusters, que costumam entrar em cartaz nesta época do ano, e está afim de assistir um filme mais cool do que badalado, de ação, porém sem exageros ou efeitos especiais, está aí o seu programa pro fim de semana.

     Avaliação: Bom

Marlo George assistiu, escreveu e também já teve uma identidade secreta revelada, mas tem tão pouca criatividade que acabou encarando a si mesmo no espelho depois disso.

TRAILER

0 comentários: