Crítica Cinema

CRÍTICA [CINEMA] : O Casamento do ano, de Justin Zackham

14:30 Marlo George 0 Comments

Data de lançamento: 30/08/2013
Estúdio: Millenium Filmes/Imagem Filmes
Direção: Justin Zackham
Roteiro: Justin Zackham
Elenco: Amanda Seyfried, Robert De Niro, Robin Williams, Katherine Heigl, Susan Sarandon, Topher Grace, Ben barnes, Diane Keaton, Ana Ayora, Patricia Rae
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 89 minutos
Origem: EUA
Cenas Extras: Não possui

Sinopse: Al (Ben Barnes) esta prestes a se casar com Missy (Amanda Seyfried) quando recebe a notícia de que sua mãe biológica, uma católica fervorosa, virá ao casamento. A partir daí, seus pais adotivos Don (Robert de Niro) e Ellie (Diane Keaton), que são separados há anos precisarão fingir serem casados novamente para não decepcioná-la. Mas a farsa leva toda a família a relembrar os laços que os uniram, numa história comovente e engraçada durante o que será o casamento do ano.

O Casamento do Ano


Elenco de primeira. (Imagem Filmes)
Existem filmes que só pelo elenco já vale o ingresso.

O Casamento do Ano, comédia romântica escrita e dirigida por Justin Zackham, é um destes filmes. Reunir em um mesmo núcleo as veteranas feras Robert De Niro, Diane Keaton, Susan Sarandon e Robin Williams, acrescentando à mistura os jovens e talentosos Ben Barnes, Amanda Seyfried, Katherine Heigl e Topher Grace é a receita do sucesso.

Grace, Keaton e Barnes. (Imagem Filmes)
Com excessão de Williams, que vive o padre Moinighan, este elenco de estrelas fazem parte de uma família sui generis. Elle (Diane Keaton) era a melhor amiga de juventude de Bebe (Susan Sarandon) e as duas tinham algo em comum: Ambas eram apaixonadas por Don (Robert De Niro), um escultor canastrão e alcoólico. Don acaba se casando com Elle e o casal teve dois filhos, Lyla (Katherine Heigl) e Jared (Topher Grace). Tudo andava bem no início, mas o relacionamento foi esfriando, conforme os filhos foram crescendo, e para reavivar a chama o casal decide adotar um menino colombiano chamado Alejandro (Ben Barnes). Porém, como o folclore não erra e filho não segura o casamento, Don e Elle acabam se separando. Bebe, que ainda suspirava de amor pelo escultor, não perde tempo e pega Don.

Nuria e Madonna (Imagem Filmes)
Deste modo, o pequeno Alejandro cresceu tendo três mães. A Colombiana que é sua mãe biológica, Elle que é sua mãe adotiva e Bebe que é sua mãe, digamos, in-loco. Alejandro cresce, conhece uma garota, Missy (Amanda Seyfried), eles decidem se casar e é aí que a confusão começa.

Ocorre que, Alejandro teme que sua mãe biológica, Madonna (Patricia Rae), uma mulher conservadora e católica, fique chocada com a condição de seus pais atuais. Afinal, Don não se divorciou de Elle e já tinha estabelecido uma relação estável com Bebe, e essa situação, acredita Alejandro, pode ser considerada "o fim do mundo" por Madonna. Assim sendo, Alejandro pede que Don e Elle finjam ser um casal (ainda casado, morando junto e tudo o mais) apenas durante o tempo que durar a estadia de Madonna e sua irmã Nuria (Ana Ayora).

Com roteiro enxuto e ousado, Justin Zackham nos apresenta um filme tocante, sem ser chato e divertido, sem apelar pra escatologia (apesar de beirá-la, em dois momentos). Trata-se de um belo olhar sobre a inaplicabilidade das convenções sociais no seio da família, sob pena de algumas máscaras caírem antes mesmo de o baile começar.

Destaco o talento de Katherine Heigl. A atriz está ótima em um papel que tem tudo pra dar errado e acabar na caricatura. Lyla é uma mulher depressiva em meio à um ambiente de alegria por causa do casamento de seu irmão e redescoberta (vou parar por aqui para evitar spoilers). Diane Keaton emprestou seu talento à personagem que interpretou, nos entregando uma mulher madura e determinada a ver a felicidade de todos que ama à qualquer preço, mesmo que seja um preço muito alto para si mesma. Incrível também é a beleza de Susan Sarandon que, apesar de seus quase setenta anos, ainda esbanja sensualidade. Como essa mulher é linda! Infelizmente, De Niro continua atuando no automático.

Katherine Heigl está ótima e Susan sarandon está linda. (Imagem Filmes)
Outro que mostrou que está afinado é Topher Grace, que vive o médico ideologista e virgem que acaba se fascinando pela "meia-irmã" Nuria. O camarada tinha posto na cabeça que só iria pra cama com seu verdadeiro amor, mas não resiste aos encantos (e ao corpaço) da irmã colombiana de Alejandro. Em alguns momentos eu tive pena, e em outras raiva, do cara. Topher mandou bem neste filme.

Casal com cara de protagonista, mas que é, na verdade, coadjuvante.
O casal principal do filme, Ben Barnes e Amanda Seyfried, trabalharam bem, mas quase não fazem falta no filme.

Pode ir tranquilo ao cinema. Este eu recomendo.

     Avaliação: Bom

Marlo George assistiu, escreveu e ainda vai dar um mergulho naquele lago em que Nuria nadou peladona. Só que ele vai de sunga. Sunga! Não de short. Isso é coisa de sem noção.


TRAILER

0 comentários: