Brad Ingelsby,

CRÍTICA [CINEMA] | Tudo por Justiça, por Marlo George.

13:52 Marlo George 0 Comments

Russel Baze é um cara normal, que leva uma vida normal e está satisfeitíssimo com isso. Ele tem uma relação estável com uma bela mulher e, se não fosse pela saúde debilitada de seu pai, sua vida seria quase perfeita. Porém, ao se envolver em um acidente de automóvel, após tomar umas e outras, acaba sendo preso e vê sua vida virar de cabeça pra baixo.

Matar uma pessoa é um crime que pode ser cometido por qualquer um de nós. Seja por ação ou omissão, por culpa ou dolo, o homicídio é aquele tipo de crime que pode transformar a vida de uma pessoa em um verdadeiro inferno. Não só por ser uma crime previsto na Lei, com uma pena dura de restrição de liberdade, mas por ser uma conduta que pode condenar um cidadão à uma pena muito maior e perpétua, que é aquela aplicada pela própria consciência do autor do fato.


Tudo por Justiça, novo filme protagonizado por Christian Bale, trata justamente deste assunto. Baze (Bale) é um americano típico, um working class hero que tem sua vida revirada por dois acontecimentos que estavam além de sua vontade: O acidente que provocou e matou duas pessoas e o assassinato de seu irmão. O primeiro deles o levou à prisão por um crime que cometeu sem intensão e o segundo pode torná-lo um criminoso de verdade por vontade própria.

Com produção executiva de Leonardo DiCaprio e Ridley Scott (que inicialmente iriam protagonizar e dirigir o filme, respectvamente), Tudo por Justiça é dirigido por Scott Cooper, que iniciou a carreira com Coração Louco, de 2009. Com este segundo filme, Cooper parece "ensaiar" mais um pouco aquilo que pode ser sua futura assinatura como diretor. Tudo por Justiça é um filme complexo sobre pessoas complexas em busca de redenção. A personagem Blaze, assim como Bad Blake (interpretado por Jeff Bridges) de Coração Louco, vai sendo apresentada ao público aos poucos, conforme cada infortúnio de suas vidas vão surgindo, revelando-se, por dentro e por fora, ao final da projeção.

A edição do filme peca por entregar um longa-metragem que, apesar de não ter duas horas, parece ter mais de três horas, tornando a exibição enfadonha. Algumas cenas gastam muita fita e Tudo por Justiça acaba ganhando uma barriga enorme entre o final do segundo ato e o início do terceiro. A fotografia, entretanto, é primorosa, fazendo-nos testemunhar o mundo em que as personagens habitam em toda sua amplitude.

 "Filme legal, que foi prejudicado pela edição e pelo roteiro..."



A trilha sonora também nos transporta para este mundo de forma eficaz. 'Release', canção da banda Pearl Jam tocada logo no início do filme, pode muito bem estar entra as indicadas aos maiores prêmios do cinema do ano que vem. A trilha incidental, de Dickon Hinchliffe, também convence, principalmente nos momentos de suspense.


Quanto ao elenco, este é estelar. Casey Affleck (irmão mais novo de Ben Affleck) foi a escolha óbvia para o papel de Rodney, irmão de Russel, e não decepcionou. O rapaz não está onde chegou apenas pelo DNA, pois demonstra talento e uma interpretação comprometida com o projeto. Os vilões são interpretados por Woody Harrelson e Willem Dafoe, que dispensam apresentações e estão ótimos. Zoe Saldana faz a mulher de Russel e não tem muito tempo em tela para mostrar mais do que apresentou. Outro que está fazendo, digamos, uma ponta no filme, é o veterano Forest Whitaker.

No geral, Tudo por Justiça é um filme legal, que foi prejudicado pela edição e pelo roteiro, que poderia ter sido revisado mais uma vez e enxuto.


Marlo George assistiu, escreveu e também já foi injustiçado neste mundo de meu Deus...





Título: Tudo Por Justiça (2013)
Título original: Out Of Furnace
Lançamento: 27/03/2014
Duração: 113 min. 
Gênero: Drama
Diretor: Scott Cooper
Roteiro: Brad Ingelsby, Scott Cooper
Elenco: Christian Bale, Zoe Saldana, Casey Affleck, Willem Dafoe, Woody Harrelson, Forest Whitaker, Sam Shepard
Origem: Estados Unidos/Inglaterra
Idioma: Inglês
Classificação: 16 anos
Inadequações: Violência, Drogas Ilícitas

Sinopse: Russel (Christian Bale) e Rodney (Casey Affleck) são dois irmãos muito unidos. Russel vive com Lena (Zoe Saldanha) até se envolver em um crime e acabar atrás das grades. Após ser libertado ele recebe a noticia do assassinato do seu irmão. Agora ele deverá escolher entre sua liberdade ou seu desejo de justiça.

0 comentários: