A Culpa é das Estrelas,

CRÍTICA [CINEMA] | A Culpa é das Estrelas, por Marlo George.

14:52 Marlo George 0 Comments

Confesso que quando entrei na sala de exibição para assistir a badalada adaptação do badalado livro de John Green esperava ser atacado por melodrama cafona, pieguice adolescente e situações apelativas que intentariam, sem sucesso, arrancar-me algumas lágrimas.

Nunca estive mais enganado.

A Culpa é das Estrelas é um filme, que poderia ter todos os defeitos que indiquei, mas o que assisti foi um longa com narrativa esperta, atual, que certamente irá suprir as expectativas de jovens e adultos. Fãs ou não do livro que o baseou.

Isto se dá por uma única razão: O diretor Josh Boone (do ótimo Ligados Pelo Amor) ousou fazer um filme despretensioso.

Hazel e Gus em Amsterdã.
Em momento algum, a doença dos protagonistas serve de muleta para a narrativa. Sim, nós sabemos que Hazel e Gus estão condenados à morte, mas não é esta condição que nos faz sentir afeto (ou pena) pelas personagens, e sim sua coragem de encarar a vida e vivê-la apesar de toda a escuridão que as espreita.

'Filme que traz uma mensagem positiva, de esperança.'

A Culpa é das Estrelas poderia seguir a linha de outros filmes, baseados em livros que fazem sucesso com o público jovem feminino, e ser mais um romance açucarado como A Última Música, Água para Elefantes ou a Saga Crepúsculo. Porém, o filme é um drama que foca mais nas personagens do que no relacionamento delas, seja amoroso, familiar ou de amizade. Além do mais, todas as personagens do filme são críveis. Nenhuma delas exagera na tinta.

O único problema do filme é que o ritmo é tão coeso que não abriu espaço para conflitos.

O elenco é afiado, com alguns nomes de peso. Willem DaFoe e Laura Dern dão um show de interpretação e justificam a máxima que nos ensina que "experiência é tudo". Shailene Woodley e Ansel Elgort estão em um bom momento na carreira (ambos estão na Saga Divergente, também adaptada de um livro de sucesso) e mostram ter química na telona, apesar de Elgort estar um tanto quanto canastrão neste filme.

Gus é muito canastrão.
Destaque para Nat Wolff, que já tinha trabalhado com Boone em Ligados pelo Amor. Ele vive Isaac, rapaz que perde a visão e é o melhor amigo de Hazel e Gus. Os momentos mais divertidos do longa envolvem Wolff, que se mostra um ator carismático e bem competente, apesar de ter tido um início de carreira questionável como um dos Naked Brothers, de uma série musical da Nickelodeon, que era péssima.

A Culpa é das Estrelas é um filme que traz uma mensagem positiva, de esperança. Enquanto Hazel quer apenas viver mais um dia, Gus quer ser alguém, quer marcar seu nome na história até o dia que a morte chegar. Juntos, são o melhor exemplo de que "viver" e "ser" é a única forma de desafiar a morte e fazer suas breves vidas terem algum significado. Mesmo que só para eles mesmos.



Marlo George assistiu, escreveu e também disse O.K. pra este filme.


Data de lançamento: 05 de junho de 2014
Duração: 125 minutos
Estúdio: 20th Century Fox
Diretor: Josh Boone
Roteiro: Scott Neustadter
Elenco: Shailene Woodley, Ansel Elgort, Willem Dafoe, Nat Wolff, Laura Dern, Sam Trammell, Mike Birbiglia, Emily Peachey
Gênero: Drama

Sinopse: A história gira em torno de Hazel e Gus, dois adolescentes que se conhecem em um grupo de apoio a pacientes com câncer, e compartilham, além do humor ácido e do desdém por tudo o que é convencional, uma história de amor que os faz embarcar em uma jornada inesquecível.

0 comentários: