Crítica Cinema,

CRÍTICA [CINEMA] | "O Candidato Honesto", por Kal J. Moon

14:38 Kal J. Moon 0 Comments

A vida é feita de escolhas. E ser uma pessoa honesta talvez seja a mais difícil de todas. E é sobre este delicado tema que "O Candidato Honesto" - nova comédia estrelada por Leandro Hassum - mostra um lado da política que todo brasileiro conhece, nem que seja apenas de ouvir falar.

A arte de rir de si mesmo

João Ernesto - defendido com unhas e dentes por um maduro Leandro Hassum - é claramente inspirado em figuras como Lula, Collor e Roberto Jefferson mas sem ser uma mera paródia como vemos por aí.

O truque aqui foi aproximar as características da personagem às do público que vai assistí-lo. Quem nunca chegou em frente ao espelho e teve dúvidas se era uma pessoa legal? Pois é...

Tomando carona na premissa do filme "O Mentiroso" - sim, aquele com Jim Carrey -, o ousado roteiro escrito por Paulo Cursino (de "Até que a Sorte nos Separe 2") constrói uma ácida "comédia de erros" com base na atual situação política brasileira. E acerta em cheio, tanto na critica como no humor!


A última vez que vimos política e humor no cinema brasileiro foi em "O Bem Amado". E na TV, devemos destacar a minissérie "O Brado Retumbante", que mostrou brevemente os bastidores da Presidência da República - mas ali a proposta era dramática.

Porém, falar de corrupção não é apenas mostrar políticos com dinheiro na cueca ou situações correlatas. Afinal, quando alguém recebe troco a mais e não devolve, também está sendo corrupto, não é mesmo?

E o texto de Cursino ganha força em dois momentos. O primeiro numa cena onde Ernesto conversa com seu filho sobre as tais escolhas e no terço final, durante o discurso final da personagem de Hassum, tão sério que serve para alinhavar o principal objetivo da história.


Por outro lado, o acerto na escolha do afiado elenco - e a precisa direção de Roberto Santucci - vai desde o assessor de Ernesto - interpretado por Victor Leal, do grupo humorístico Os Melhores do Mundo - passando pela jornalista dedicada a acreditar (Luiza Valdetaro), pela esposa claramente inspirada em Rosane Collor (Flávia Garrafa, que usou até próteses para parecer dentuça!) e, claro, chegando ao icônico deputado "falso-evangélico" brilhantemente interpretado por Luiz Lobianco - mais conhecido por seu trabalho no canal Porta dos Fundos.

Isso sem falar nas inúmeras e interessantes participações especiais de vários humoristas em cenas hilariantes - em especial, a do pai-de-santo, interpretado por Jovane Nunes, também integrante do grupo Os Melhores do Mundo.

Resumindo: vá ao cinema se for fã de Hassum, que é sempre garantia de boas risadas e consolida-se como um dos maiores humoristas brasileiros. Mas vá mesmo se não for fã dele, pois passará a ser depois de entender a mensagem que ele tem a passar.


Kal J. Moon se olhou no espelho e sorriu pois teve certeza que é um cara legal...


Estreia: 02/10/2014
Direção: Roberto Santucci
Roteiro: Paulo Cursino
Elenco: Leandro Hassum, Victor Leal, Luiza Vadetaro, Flavia Garrafa, Antônio Pedro, Flavio Galvão, Henri Pagnoncelli, Luis Lobianco, Jovane Nunes, Ellen Roche e grande elenco.
Distribuição: Paramount Pictures, Downtown Filmes, Paris Filmes

Sinopse: João Ernesto é um candidato à presidência da República. Mentiroso, recebe uma mandinga da avó e passa a falar somente a verdade no pior momento possível: na reta final do segundo turno das eleições, onde lidera nas pesquisas. 

0 comentários: