Adam Driver,

CRÍTICA [CINEMA] | "Será Que?", por Marlo George.

21:50 Marlo George 0 Comments

Uma "ode" à friend zone.

O novo filme com o ator Daniel Radcliffe, astro que ficou conhecido por interpretar o papel título da Saga Harry Potter, entre em cartaz esta semana com um tema um tanto quanto peculiar e atual: A friend zone. Segundo a enciclopédia coletiva Wikipédia (verificamos que o verbete não consta em nenhum dos dicionários que dispomos), na cultura popular, a "friend zone" (em português: zona de amizade) refere-se a uma situação onde uma pessoa deseja entrar em um relacionamento romântico, enquanto a outra não. Em resumo, isso acontece quando uma pessoa está apaixonada, enquanto a outra quer apenas amizade.

E é exatamente nesta situação que se encontra o personagem de Radcliffe, Wallace. O rapaz conhece a excêntrica Chantry (Zoe Kazan) em uma festa promovida por seu amigo, e primo da menina, Allan (Adam Driver). Os dois acabam se interessando um pelo outro, porém cada um de seu jeito. Enquanto Chantry, apesar de achar o rapaz atraente e interessante, só quer mesmo é a amizade dele, Wallace se apaixona imediatamente pela moça, mas por temer não ser correspondido (e por ter sofrido uma decepção amorosa recente), decide manter o que sente em segredo.

Assim começa o tormento de Wallace, que vive dando bandeira, deixando claro para todos de seu círculo de amizade que ama Chantry, mas a garota finge que não vê.


O roteiro, baseado na peça "Toothpaste and Cigars" de T.J. Dawe e Michael Rinaldi, foi escrito por Elan Mastai, co-roteirista do bizarro "MVP: Most Vertical Primate", de 2001 e do infame "Alone in the Dark - O Despertar do Mal", de 2005. Não que o script de "Será Que?" seja desinteressante, porém o mesmo é inepto. O texto tem várias sacadas e situações legais, mas estas se prejudicam pelo excesso de texto. Wallace e Chantry falam pelos cotovelos e em alguns momentos tal comportamento das personagens torna o filme cansativo. Além disso, o roteiro não é dinâmico. Ficar assistindo, repetidamente, Wallace procurar coragem para falar de seus sentimentos para Chantry e não tomar atitude nenhuma quando encontra a garota, deixou o filme enfadonho.

A direção também pecou quando utilizou as animações que invadem a tela em alguns momentos apenas como adereço de transição de cenas. Como na trama Chantry trabalha em um estúdio de animação como animadora e character designer, a bonequinha que a representa poderia ter uma função mais digna que a acima citada. Eu até a vejo interagindo com o personagem Wallace, em uma licença poética que teria deixado o filme muito interessante. Bola fora.



Mas o filme não é, de todo, ruim. Daniel Radcliffe continua tentando se firmar como ator, não obstante o fato de muitos do público ainda vincularem sua imagem à do bruxinho que o deixou famoso, inclusive a diretora de elenco Ronna Kress, que substituiu Casey Affleck, possivelmente com o intuito de atingir os fãs de Harry Potter. Zoe Kazan foi uma boa adição ao elenco, principalmente pelo fato de não ser uma atriz bela. Como a menina feia, dividida entre dois homens e que tem que decidir entre um amor verdadeiro e uma relação estável, mas fadada ao fracasso, ela convenceu. Além disso temos a amalucada dupla Adam DriverMackenzie Davis que simplesmente rouba a cena.

Não sei se o intuito do filme era ser uma "comédia romântica", pois não há muita comédia e nem muito romance no longa, mas "Será Que?" pode ser uma boa pedida para os amadurecidos meninos e meninas que cresceram assistindo as aventuras de Daniel em Hogwarts, mas que já não se satisfazem mais apenas com varinhas e vassouras voadoras.


Marlo George assistiu, escreveu e também vê personagens animados voando por aí.




Data de lançamento: 25 de setembro de 2014
Estúdio: CBS Films
Distribuidora: Diamond Films
Diretor: Michael Dowse 
Roteiro: Elan Mastai 
Elenco: Daniel Radcliffe, Zoe Kazan, Adam Driver, Rafe Spall, Megan Park, Mackenzie Davis, Oona Chaplin 
Gênero: Comedy, Romance

Sinopse: Wallace (Daniel Radcliffe) e Chantry (Zoe Kazan) são dois jovens de 20 e poucos anos que tentam descobrir o que eles significam um para o outro e o que eles deveriam significar um para o outro. O filme é baseado na peça canadense “Toothpaste and Cigars”, com elogiado roteiro de Elan Mastai, e direção de Michael Dowse (Os Brutamontes).
Será que a amizade acaba quando um casal começa a querer mais um do outro? Será que os dois amigos podem controlar o desejo e simplesmente apreciar o lado bom de uma paixão platônica? Será que? conta, com humor especial, as complicações íntimas - e às vezes nem tanto - do casal de amigos e suas dificuldades em lidar com o tempo de cada um, suas inseguranças, seus remorsos e suas pequenas vitórias.

0 comentários: