Crítica Cinema,

CRÍTICA [CINEMA] | "Drácula: A História Nunca Contada", por Marlo George

22:39 Marlo George 1 Comments

Como se sabe, o personagem Conde Drácula, criado por Bram Stoker, é baseado em uma figura histórica, Vlad III, Príncipe da Valáquia, também conhecido como Vlad, o Empalador. Tendo isto em mente, confesso que quando soube da produção deste novo filme baseado na lenda que envolve o nome do Príncipe das Trevas, "Drácula: A História Nunca Contada", e levando em conta o subtítulo, acreditei que seria uma cinebiografia do monarca nascido na Transilvânia em 1431. Porém, o que estava por vir era mais uma versão fantasiosa do conto Stokeriano protagonizada por um ator, que até então, não havia me convencido.

Fiquei um pouco decepcionado com isso, pois queria muito ver Vlad III empalando milhares de pessoas em meio à batalhas medievais sangrentas e uma trama mais séria e nos moldes da série "Game of Thrones". Em "Drácula: A História Nunca Contada" Vlad, desta vez interpretado pelo medíocre Luke Evans, empala pouca gente, de fato, e a trama é bem bobinha, apesar de as batalhas sangrentas, temperadas com altas doses de fantasia estarem lá.


Pois é, não fosse pelos efeitos visuais competentes, o filme do inexperiente diretor Gary Shore, não passaria de mais uma produção escapista, um mero caça-niqueis sem atrativos. O roteiro de Matt Sazama e Burk Sharpless (sobrenome bem apropriado), que assim como o diretor "cometem" seu primeiro longa, é bobinho, previsível e indevidamente pretensioso, uma vez que deixa ganchos para uma continuação desnecessária.

Luke Evans ainda não me convenceu como ator. Após destruir Aramis em "Os Três Mosqueteiros", de 2011, e emular o Orlando Bloom de "Os Piratas do Caribe" na trilogia "O Hobbit", o ator nos apresenta o Drácula mais mal construído da história do cinema. Seu Vlad não é charmoso ou sedutor, características deste personagem, e sim antipático. Uma pena que será ele quem viverá Eric Draven no remake de "O Corvo".


Além de Evans, temos no elenco Dominic Cooper (Howard Stark de "Capitão América: O Primeiro Vingador), Sarah Gadon (Mapa para as Estrelas , O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro) e Charles Dance interpretando novamente um vampiro (lembre-se que ele foi o poderoso Thomas de "Anjos da Noite: O Despertar"), mas que é mais conhecido como o Tywin Lannister de Game of Thrones. Também da série baseada na obra de George R. R. Martin, participam do filme os atores Art Parkinson (Rickon Stark) e Paul Kaye (Thoros de Myr).

Sem trazer nada de novo, "Drácula: A História Nunca Contada" possivelmente será mais uma, entre as produções que irão cair no esquecimento, em pouco tempo, por não passar de uma sombra daquilo que poderiam ser. A grande falha da Universal Pictures e Legendary Pictures foi ter apostado em um diretor e roteiristas sem experiência, que deslumbraram-se com o orçamento milionário e entregaram um filme capenga.


Marlo George assistiu, escreveu e não engoliu esse Drácula novo aí não...

Data de lançamento: 23 de outubro de 2014
Diretor: Gary Shore
Roteiro: Matt Sazama, Burk Sharpless
Elenco: Luke Evans, Dominic Cooper, Sarah Gadon, Art Parkinson, Paul Kaye, Charles Dance
Duração: 92 minutos
Cena pós-crédito: Não sabemos. Não foi exibida na cabine

Sinopse: Luke Evans é Vlad Tepes em Drácula - A História Nunca Contada. Dirigido por Gary Shore e produzido por Michael De Luca, prepare-se para entender a origem do homem que se tornou uma lenda.

Um comentário:

  1. A história de Drácula é maravilhosa é um dos clássicos da literatura, no entanto, existem muitas versões para melhor ou para pior a atenção do público têm atraído, cada um com seus prós e contras, o fim do dia é questão de ser tolerante e ficar com a versão que você mais gosta.

    ResponderExcluir