Crítica Cinema,

CRÍTICA [CINEMA] | "O Inventor de Jogos", por Marlo George.

21:05 Marlo George 0 Comments

Mais uma vez assisti um filme que tem um título muito criativo, uma premissa promissora e um origem que disponibiliza muitas possibilidades, que acaba se revelando um longa chato e sem imaginação.

"O Inventor de Jogos" é uma produção Pampa e Sepia Films, que está sendo distribuída pela Walt Disney Pictures, que conta a história de Ivan Drago, um menino que tem o dom de criar jogos e acaba sendo o vencedor de um concurso de criação de jogos que era disputado por 10.000 crianças. O que o menino não sabia, era que na verdade, o concurso não passava de uma emboscada do diabólico Morodian, que pretende destruir a cidade de Zyl, que foi fundada pelo avô de Ivan Drago, um exímio criador de jogos que não via o neto desde seu nascimento.

Legal né?

Pois é... seria, não fosse por alguns fatores...

O grande problema de "O Inventor de Jogos" é a condução do enredo. O filme é confuso. A impressão que tive é que várias boas ideias foram consideradas para fazer parte do filme, porém na hora de juntar todas em um só roteiro a coisa não se encaixou direito e o filme acabou soando meio que sem sentido. Possivelmente a confusão aconteceu após o roteiro escrito pelo diretor Juan Pablo Buscarini (que foi baseado na obra de Pablo De Santis) ter sido burilado pela dupla de roteiristas adicionais Damon e Lucinda Syson.

A Edição ficou a cargo do inexperiente Austin Andrews, que pouco pode fazer pra tentar salvar o filme com o material que recebeu.

Além disso o filme é demasiadamente escuro e os closes nos atores são constantes. A conclusão que cheguei é que a direção de fotografia, responsabilidade de Roman Osin (Orgulho e Preconceito), é atabalhoada. O que acabou sendo prejudicada, por tais incompetências técnicas, foi a direção de arte que é caprichada.


A trilha sonora incidental é praticamente inexistente tornando aquilo que já é enfadonho em um tormento silencioso. Em vários momentos, alguns cruciais em termos de narrativa, me peguei distraído, sem interesse algum pelo que se passava na tela.

Pra não dizer que não falei das flores, destaco, mais uma vez, a talentosa menina Megan Charpentier, que já havia me impressionado em "Mama" de André Muschietti. Ela interpreta Anunciacion, uma garotinha que vive nos corredores secretos da Escola Possum e que acaba travando uma amizade com Ivan Drago, que é interpretado por David Mazouz, o Bruce Wayne da série "Gotham". Mazouz, por sua vez, ainda tem muito que provar e ainda não me convenceu, mesmo considerando as limitações de sua tenra idade.

Falando na Escola Possum, achei bacana ver na telona uma escola desfuncional e administrada por pessoas visivelmente despreparadas que está literalmente afundando na lama de um pântano. Esta mensagem alegórica é uma das poucas coisas que realmente funcionam no filme.

Por não ter aproveitado todas as possibilidades, "O Inventor de Jogos", de Juan Pablo Buscarini, decepciona.


Marlo George assistiu, escreveu e já esteve em várias escolas que estão afundando por este Brasil de meu Deus...


Data de Lançamento: 09 de outubro de 2014
Diretor: Juan Pablo Buscarini
Roteiro: Juan Pablo Buscarini, Damon Syson, Lucinda Syson
Elenco: David Mazouz, Joseph Fiennes, Edward Asner, Megan Charpentier
Duração: 112 minutos
Cena pós-crédito: Não

Sinopse: Ivan Drago tem uma nova paixão: jogos de tabuleiro. Esse hobby o leva para o fantástico e competitivo mundo de invenção de jogos, onde ele conhece o inventor Morodian , que há tempos deseja destruir a cidade de Zyl, criada pelo avô de Ivan. Para salvar sua família do vilão, o menino deve descobrir o que significa ser um verdadeiro Inventor de Jogos.

0 comentários: