728x90 AdSpace

  • Nerd News

    quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

    CRÍTICA [CINEMA] | "O Bom Dinossauro", por Marlo George.


    Caminhando com passos largos para o lado contrário de tudo que os filmes da Disney/PIXAR eram em sua gênese, "O Bom Dinossauro", nova animação da parceria que nos presentou com obras-primas como "Os Incríveis", "Procurando Nemo" e "Toy Story", não passa de um longa sem inspiração e decepcionante.

    A trama é pueril e a mensagem  moral da história, de superação de seus medos, se perde em situações forçadas que resultam em um filme previsível.

    O character design dos dinossauros do filme estão muito aquém daquele dos monstruosos personagens de "Monstros S.A." e lembram, negativamente, as figuras modeladas pela Aardman Animations, que produziu as animações "A Fuga das Galinhas", "Wallace & Gromit: A Batalha dos Vegetais", entre outros. Que, diga-se de passagem, foram distribuídos pela sua maior rival : A Dreamworks.

    Uma das marcas dos primeiros filmes da Disney/PIXAR, até o lançamento do fraquíssimo "Carros", era oferecer ao público histórias que divertiam crianças e adultos. Este era o diferencial. Tanto é, que até mesmo teorias da conspiração foram imaginadas por internautas que insistem, até hoje, de que  os filmes se relacionam entre si, pertencendo ao mesmo universo ficcional. Se fosse ousado, "O Bom Dinossauro" bem que poderia sustentar estas teorias por se passar no início dos tempos, chancelando a ideia de que brinquedos-vivos, formigas e animais inteligentes, super-heróis e pessoas comuns podem coexistir com consistência. Perderam a  chance.



    Marlo George assistiu, escreveu e deu Graças à Deus que o nome do personagem principal não começa com "M".
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: CRÍTICA [CINEMA] | "O Bom Dinossauro", por Marlo George. Rating: 5 Reviewed By: Marlo George
    Scroll to Top