728x90 AdSpace

  • Nerd News

    sexta-feira, 22 de julho de 2016

    SDCC 2016 | Veja tudo que rolou no painel de Game of Thrones


    Mais um ano, mais um painel de Game of Thrones na San Diego Comic-Con. E este é um ano especial, afinal, na próxima temporada a série terá apenas 7 episódios, normalmente são 10, e será exibida durante o verão americano, ou seja, mais ou menos daqui um ano.

    Estarão no painel os astros John Bradley (Samwell Tarly), Liam Cunningham (Davos Seaworth), Nathalie Emmanuel (Missandei), Conleth Hill (Varys), Faye Marsay ("Tutora" de Arya na Casa do Preto e Branco, também conhecida como The Waif), Hannah Murray (Gilly), Kristian Nairn (Hodor), Iwan Rheon (Ramsay Bolton), Sophie Turner (Sansa Stark), e Isaac Hempstead Wright (Bran Stark).

    O painel foi moderado pelo roteirista de It's Always Sunny in Philadelphia, Rob McElhenney, que já chegou fazendo piada, dizendo que teria um papel em Game of Thrones (GoT), mas que ele sempre é cortado. Foi exibido um vídeo que mostrava como Rob foi cortado de GoT.

    Logo depois o elenco e equipe adentram o recinto: John Bradley, Liam Cunningham, Nathalie Emmanuel, Conleth Hill, Faye Marsay, Hannah Murray, Kristian Nairn, Iwan Rheon, Sophie Turner e Isaac Hempstead Wright, acompanhados dos criadores da série David Benioff and D.B. Weiss.

    Eles relembram a platéia de que a próxima temporada será a penúltima da série, e que só será lançada no verão (americano). Benioff diz que Sophie Turner tomou vários shots de vodka antes de subir ao palco.

    Benioff e Weiss falaram um pouco como foi escrever a história sem o suporte dos livros. Eles contaram que sentaram com George R.R. Martin e que este contou tudo sobre Hodor e a origem de seu apelido.

    Rob McElhenney perguntou para Iwan Rheon, "Como pode ele compôs um personagem tão vil e como ele se sente por ter se tornado o queridinho da América?". Rheon respondeu que, apesar de Ramsay ser horrível, há elementos de sua vida com os quais ele se identifica.

    Kristian Nairn falou sobre como foi dizer adeus à série e como o apoio dos fãs foi importante para que isso fosse menos duro. Contou que estava em um hotem em Los Angeles, nas últimas semanas, e que em todas as portas estava escrito "Hodor".

    O diretor Miguel Sapochnik  falou sobre como foi conceber o episódio nono, "Battle of the Bastards", e  em que batalhas históricas ele se inspirou. Disse que a pilha de mortos foi inspirada de uma batalha acontecida em 216 A.C., conhecida como Batalha de Cannae. Continuou dizendo que o método usado foi o de escrever cenas maiores do que eles poderiam fazer, e depois usar essa desvantagem como vantagem.

    Concluiu dizendo que não dirigirá nenhum episódio da próxima temporada, mas que espera retornar para a Series Finale.

    Liam Cunningham disse que ficou como veado que Davos esculpiu para Shireen Baratheon, e que o deu para sua própria filha. Ele disse que eles assistiram o episódio juntos e que não tinha ideia de que isso iria acontecer.

    O querido Sam, John Bradley , falou um pouco sobre como gostaria que seu personagem morresse na série. Que seria engraçado se Sam tentasse pegar um livro de uma estante bem alta, esta balançasse e ele fosse atingido por vários livros.

    Nathalie Emmanuel, a Missandei, disse que espera que sua personagem e Daenerys continuem juntas, como uma espécie de dupla "girl power".

    Conleth Hill disse que curte o humor contido em sua personagem, Varys, e que passa ideias para os roteiristas.

    Já Faye Marsay falou um pouco sobre como foi sua experiênxia fazendo um tipo "badass" como a Waif. Perguntada se Waif e Arya são realmente a mesma pessoa, como muitos especularam, ela disse que é uma teoria  boa, mas que não acredita nisso.

    Isaac Hempstead Wright comentou as informações que Bran recebeu no final da sexta temporada. Ele disse que presume que Bran irá contar isso para Jon, mas que não sabe como isso se daria.

    O painel  todo foi perguntado sobre quem acham que se sentará no Trono de Ferro?

    "Eles deveriam dividir," disse Sapochnik, "Mas não sei o que acontecerá.". Cunningham disse que vislumbra um White Walker no Trono com um charuto cubano.

    Já Bradley disse que quer que seja Jon. Emmanuel quer Daenerys. Hill fez piada, "Eu sei, mas não vou dizer."

    Turner disse que quer que Mindinho sente no Trono de Ferro, enquanto Rheon acha que eles poderiam deixar isso de lado e formar uma democracia.

    Marsay quer Arya. Nairn disse que acha que o trono pode não ser mais tão importante no final da série, mas que gostaria de ver Brienne nele.

    O painel abriu espaço para perguntas.

    A primeira foi sobre que cena lhes fizeram rir mais nos sets? Sophie Turner respondeu que, especialmente, a morte de Ramsay. "Foi uma honra ser morto por você," disse Rheon.

    Outra pergunta interessante foi para Sophie Turner sobre um possível romance envolvendo Jon e Sansa. Ela disse que eles cresceram juntos e que se vêem como irmão e irmã e que isso não aconteceria. Turner foi perguntada ainda sobre a maturação de sua personagem ao longo da série. Ela disse que Sansa pode ter desenvolvido um certo "gosto" por matar, após a última temporada. Segundo ela Sansa pode se tornar uma líder forte ou uma sádica.

     Uma menina vestida de Jon Snow perguntou à Nairn o que Hodor diria para Bran se ele pudesse falar? O ator riu e disse que Hodor diria "Não!", mas que ficou orgulhoso do destino de seu personagem.

    Após a rodada de perguntas, o painel foi encerrado com um vídeo. Estes que podem ser visto nos players abaixo:





    Fonte: Coming Soon.
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: SDCC 2016 | Veja tudo que rolou no painel de Game of Thrones Rating: 5 Reviewed By: Marlo George
    Scroll to Top