728x90 AdSpace

  • Nerd News

    quarta-feira, 8 de março de 2017

    [LISTAS PP] | ÓTIMOS quadrinhos brasileiros criados por MULHERES!

    Todo 08 de Março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Pensando nisso, fiz uma pequena pesquisa nas redes sociais para que me recomendassem ÓTIMAS histórias em quadrinhos criadas por mulheres brasileiras - até porque não conheço tudo que é publicado pela grande produção independente feito hoje no Brasil. A recepção foi bem interessante, mostrando que, além de representatividade, o mito de que mulheres fazem pouco quadrinho no Brasil é, bem, apenas um mito, certo?

    Segue abaixo a listagem de recomendações - sem ranking, ok? - de alguns gibis imperdíveis.

    - "Bear": Webcomic criada, escrita e desenhada por Bianca Pinheiro, onde acompanhamos as aventuras de uma menina e seu amigo, viajando ao redor do mundo tentando encontrar seu lar.
    Bear: Arte de Bianca Pinheiro (Divulgação)
    Com um traço que pode - E DEVE! - ser considerado 'fofo' - e que poderia muito bem ser adaptado numa animação de alto nível, 'Bear' saiu da internet e ganhou volumes impressos em formato livro. Ela também é autora do recente - e elogiado - álbum "Mônica - Força" da série "Graphic MSP", onde reinterpreta a personagem Mônica, criada por Maurício de Sousa.

    - "Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço": Provavelmente, pode ser considerada 'A' obra de Germana Viana - também autora da recente webcomic "As Empoderadas", publicada na plataforma Social Comics - começou como quadrinho digital e também ganhou versão impressa.
    Arte de Germana Vianna (Divulgação)
    A trama? "Elas são piratas. Elas navegam pelo espaço. Precisa dizer mais? Heh". Bem, precisa dizer que é uma comédia de natureza episódica - e não poderia ser diferente, uma vez que Germana é uma devoradora compulsiva de séries de TV - com personagens que não sabem bem o que estão fazendo mas fazem isso muito bem (e que certamente se parecem com alguém que conhecemos).

     - "Mitsar": Mangá publicado pelo coletivo feminino Studio Seasons - que também adaptaram "Helena", clássico de Machado de Assis, para o mangá -, esta é uma aventura que se passa num mundo desértico onde habitam vários povos divididos em reinos como Cheurfa, Abukir, Oásis e Hadjut. Nele vive o aventureiro príncipe Khemis que, em busca de reconhecimento, se mete na tradicional corrida pelas montanhas de Mitsar com vários adversários: alguns declarados, outros, inesperados! Para vencer, ele traçou um plano que considera imbatível.
    Arte Studio Seasons (Divulgação)
    A série já foi publicada em capítulos na revista 'Neo Tokyo' e relançada em formato encadernado de forma independente pelo Studio Seasons. Um traço lindo - chega até a doer! - que dá margem à imaginação de muitos leitores e leitoras fãs de anime e mangá...

    - "Além dos Trilhos": Viabilizado recentemente através de financiamento coletivo, esta é a primeira história em quadrinhos solo de Mika Takahashi. Na trama, um coelho foge do vazio cotidiano, seguindo os trilhos de um trem, à procura da peça que lhe falta.
    Arte de Mika Takahashi (Divulgação)
    Com uma arte para deixar qualquer um(a) embasbacado(a) - superior a muita produção estrangeira por aí -, fica a pergunta: se este é o primeiro trabalho solo, o que se pode esperar das próximas obras?

    - "Black Silence": Criada, escrita e desenhada por Mariana Cagnin, essa ficção científica, ambientada numa distopia pós-apocalíptica cuja história foca no drama psicológico dos personagens com drama, suspense e terror.
    Arte de Mariana Cagnin (Divulgação)
    A história mostra que, no futuro, a Terra está com os dias contados. Uma equipe de astronautas é convocada para fazer reconhecimento de um planeta que pode ser a única chance de sobrevivência dos seres humanos. Mostra que sci-fi também pode ser criada no Brasil. O primeiro capítulo pode ser lido clicando AQUI.

    - "Beladona": Samantha tem pesadelos. Terríveis. Uma criança de 7 anos, assombrada por pesadelos macabros. Apenas sonhos, alucinações ou algo mais cruel?
    Arte de Denis Mello com roteiro de Ana Recalde (Divulgação)
    Instigante webcomic de terror - que está virando RPG em breve - escrita por Ana Recalde - e arte de Denis Mello - que além de provar que a dramaturgia brasileira tem identidade própria, também entrega um produto de qualidade em formato de histórias em quadrinhos. Após uma vitoriosa campanha de financiamento coletivo, a história ganhou um encadernado com diversos extras. Um aviso: é viciante. Aprecie com moderação.

    - "Como Eu Realmente...": Iniciada e ainda mantida como uma webcomic criada por Fernanda Nia, ganhou versão impressa, alcançando um novo público.
    Arte de Fernanda Nia (Divulgação)
    Trata de situações engraçadas ou irônicas do cotidiano onde a artista se representa vivendo - e sentindo - tragicômicas cenas. Outra representante do quadrinho de traço 'fofo', repleto de muito bom humor.

    - "Beco do Rosário": As diversas transformações de uma cidade vistas sob o olhar de uma jovem do Beco do Rosário que sonha em ser jornalista na Porto Alegre durante a década de 1920.
    Arte de Ana Luiza Koehler (Divulgação)
    Este é o mote de histórias criadas por Ana Luiza Koehler, fruto de uma profunda - e impressionante - pesquisa para que figurino, arquitetura e toda a parte visual da publicação refletisse o que de fato ocorreu. E o que falar da beleza das aquarelas pintadas por Koehler? Para comprar, entre em contato com a autora.

    - "Os Zeladores do Tempo": Criada pela ilustradora e animadora por Cora Ottoni, esta simpática história envolve um dos temas mais queridos da ficção científica: viagem no tempo.
    Arte de Cora Ottoni (Divulgação)
    Mirando no público infanto-juvenil e cheio de bom humor, os personagens são desenhados com aquele traço cativante, como se já os conhecêssemos de outros carnavais. Recomendadíssimo.

    - "Gato Coió": Um dos melhores designs de personagens nas histórias em quadrinhos brasileiras, essas tiras...
    Arte de Gisele Henriques (Divulgação)
    ...que podem ser encontradas na plataforma Social Comics - criadas por Gisele Henriques brincam com situações cotidianas para quem é gamer, curte filmes de super-heróis ou tem uma namorada ciumenta.

    - "A Travessia": Lançada em 2012, essa foi a primeira história em quadrinhos escrita, desenhada e colorida por Camila Torrano.
    Arte de Camila Torrano (Divulgação)
    Na trama, para escapar da fome, um casal de irlandeses ignora as lendas do mar e embarca num 'cofin ship' rumo a Nova York. Mal sabem ele que a promessa de dias melhores jamais será cumprida... Não se engane com o traço limpo de Torrano. O que acontece no navio, fica no navio...

    - "O Abismo":  Embora o traço de Má Matiazi emule diversas influências que vão do mangá até animações Disney, essa não é uma história de momentos cálidos, tremendamente engraçados e sorridentes.
    Arte de Má Matiazi (Divulgação)
    Eles até existem mas emolduram uma trama de suspense e terror sem precedentes sobre fugitivos do inferno e jovens que tem de mandá-los de volta. Contar mais estragaria a diversão. Recomendado para quem não tem medo de dormir com a luz apagada.

    A Equipe Poltrona POP parabeniza cada mulher pelo seu dia e espera que mais e melhores quadrinhos sejam produzidos. Todos os dias.

    Kal J. Moon foi ali ler um gibi. Não perturbem...
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: [LISTAS PP] | ÓTIMOS quadrinhos brasileiros criados por MULHERES! Rating: 5 Reviewed By: Kal J. Moon
    Scroll to Top