catarse,

KIN | Quadrinho sobre garota fantasma busca financiamento via Catarse

09:30 Kal J. Moon 0 Comments

No coração vibrante da cidade de São Paulo, existe uma lenda urbana: a garota fantasma da Liberdade - como as pessoas a chamam, entre sussurros. Ninguém sabe se ela existe de verdade mas, ocasionalmente, no bairro japonês, ela é vista durante as madrugadas, sempre no escuro, correndo sobre a borda do viaduto ou empoleirada sobre um dos postes em formato de lanterna.

Essa é a premissa de "Kin", história em quadrinhos em pré-venda por meio da plataforma Catarse de financiamento coletivo até 14/09/2017. Em "Kin", a ideia é se debruçar sobre o componente humano que existe por trás de uma lenda urbana.

>>> Clique AQUI para financiar!

O roteiro é assinado pelo sorocabano G. Profeta, jornalista e Mestre em Divulgação Científica e Cultural pela Universidade Estadual de Campinas. Já a arte leva a assinatura de Fabio Vieira, ilustrador cujo portfólio constam exposições no Brasil, na Itália e EUA, além dos quadrinhos 'O Peso da Água', 'Lucy in the Sky' e o recente 'A Rainha Pirata', todos viabilizados por financiamento coletivo.

O modelo de financiamento, segundo os autores, foi escolhido por possibilitar total controle sobre o desenvolvimento editorial da revista, do roteiro à impressão. “A publicação por 'crowdfunding' tem se provado uma alternativa à editoração tradicional, principalmente por aproximar o público de novos artistas independentes, geralmente mais dispostos à experimentação”, explicam.

Um dos pontos com os quais brincamos bastante é o próprio cenário urbano, que funciona como um personagem.Toda a história se dá no centro de São Paulo: no beco da Liberdade, na Catedral da Sé, na Avenida Paulista... Em 'Kin', nós queremos contar uma história paulistana, por assim dizer – ainda que venha naturalmente carregada de inspiração japonesa, seja pelo bairro da Liberdade ou pelo próprio estilo artístico, conduzido pelo Fabio Vieira com maestria”, afirma G. Profeta.

'Kin' é uma história sobre justiça, escolhas e consequências, mas, acima de tudo, é uma história sobre sentimento. E isso conversa com qualquer ser humano. Sofrimento, ódio, tristeza... Aceitar e conviver com tudo isso é uma grande lição. Em nossas vidas, fazemos isso o tempo todo, com ou sem uma katana nas mãos", completa Fabio Vieira.
Arte de Fabio Vieira (Divulgação /
Todos os direitos reservados)
A grande preocupação de Fabio Vieira nesse projeto foi respeitar a tradição do shodo e do sumi-e, técnicas tradicionais de caligrafia e desenho com pincel. Por isso, grande parte da arte-final de "Kin" será conduzida com os velhos nanquim e pincel.

A revista deverá estar disponível até o começo de 2018, se o projeto de financiamento coletivo for bem-sucedido. A primeira edição será uma publicação do Studio Magenta, uma iniciativa da Anima Academia de Arte, há 10 anos no mercado de Campinas, que tem como objetivo publicar e divulgar trabalhos artísticos de profissionais e amadores.

Fonte: Studio Magenta (via press-release)

0 comentários: