Casa Redonda,

NETLABTV | Concurso recebeu mais de 750 novos projetos de 22 estados brasileiros

12:44 Kal J. Moon 0 Comments

O Instituto NET Claro Embratel encerrou - em novembro de 2017 - as inscrições para a terceira edição do Concurso NETLABTV. Foram recebidas 785 propostas de novas séries brasileiras de Ficção, Não Ficção (variedades, documental, reality show e doc-reality) e Social Video (séries de curta duração para redes sociais), nova categoria voltada para estudantes de universidades, cursos livres, técnicos e de ensino médio.

Entre os inscritos, a maioria é da região Sudeste do país (71%), seguida por Sul (12%), Nordeste (11%), Centro Oeste (5%) e Norte (1%). Dos 22 estados, São Paulo (42%), Rio de Janeiro (26%) e Rio Grande do Sul (6%) foram os que tiveram maior número de participantes.

Do total de concorrentes desta edição, 73% são estreantes no mercado do audiovisual, o que reforça o objetivo do NETLABTV de descobrir novos talentos e gerar mais oportunidades de negócios para o setor, tendo mobilizado desde a criação do concurso, em 2013, cerca de 9 mil roteiristas.

Durante o período das inscrições, o NETLABTV também promoveu oficinas gratuitas de roteiro para TV e internet nas cidades de Recife, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, ampliando as ações de formação em audiovisual.

Originalidade, qualidades técnica e artística, além do potencial comercial do projeto, são os critérios que definirão os 24 projetos finalistas, que devem ser anunciados até o mês de abril. Dentre eles, serão escolhidos os 12 vencedores da edição: quatro de ficção, quatro de não ficção e quatro de Social Video, sendo que o público elegerá um vencedor em cada categoria, votando por meio do site do NETLABTV.

Os ganhadores recebem a consultoria de especialistas para o aprimoramento dos roteiros e verba de apoio para o desenvolvimento dos projetos. “Eles também participam do Laboratório NETLABTV, que será realizado em São Paulo, de pitching para players do mercado audiovisual e de um programa de imersão criativa, que inclui encontros e visitas a canais de TV, produtoras independentes, agregadores de social video e distribuidores”, conta Daniely Gomiero, Vice-Presidente de projetos do Instituto NET Claro Embratel e responsável pela área de responsabilidade corporativa da Claro Brasil.

Fonte: NETLABTV (via press-release)

0 comentários: