728x90 AdSpace

  • Nerd News

    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

    CATAVENTO | Banda gaúcha lança novo clipe

    Após estampar importantes listas de melhores do ano com o disco "Ansiedade na Cidade" (Natura Musical), a banda Catavento segue divulgando o álbum e, enquanto se prepara para estrear no palco do festival Lollapalooza, lança o clipe de "Se Não Vai". Filmado em uma padaria ainda "humanizada" no bairro de Pinheiros, o registro do trabalho, do corpo engajado na atividade produtiva, constitui um tema fundamental da história do audiovisual e faz uma relação direta com a música que reflete sobre olhar pra si mesmo e escolher uma direção para seguir.

    >>> Clique AQUI para assistir o clipe!


    O clipe começa apresentando a rotina e as expressões dos trabalhadores, às vezes preocupadas, outras mais relaxadas, mas que parecem sempre pensativas. O estabelecimento, fundado na década de 1980, permanece como um dos últimos espaços de seu tipo no bairro, sem catracas ou comandas plásticas, preservado o mínimo laço de confiança e sociabilidade entre funcionários e clientes que novas tecnologias de controle sacrificam. "Parece que tanto os clientes, quanto os trabalhadores estão, individualmente, botando suas respectivas vidas em xeque, ao mesmo tempo em que simplesmente seguem a rotina: 'será que vou? Será que volto? Será que é isso? Vou vazar. Vou ficar.'. Todos são particularmente autênticos, ao mesmo tempo que são quase iguais. São humanos, na Terra, em São Paulo, no bairro de Pinheiros, convivendo em uma das poucas áreas de sobrevivência da interação humana não mecanizada", reflete o guitarrista e vocalista Leo Lucena, compositor da música.

    Com direção de Manoela Cezar e Pedro França, dupla que representa a produtora Filmes do Acaso, o vídeo também explora a cadência "aquática" da música, enfatizada pelo fato de que os vocais não dominam os demais instrumentos. "Decidimos fazer o clipe em uma padaria, filmando a rotina de trabalho dos funcionários, e culminando no momento de lavagem do chão, no final do dia. A montagem progride dos cortes secos do início às sobreposições úmidas do final. Esse movimento é acompanhado pelas transformações na cor, que é natural no começo e hiper saturada e manipulada no fim. O momento de transição entre o princípio mais clássico e o final delirante é o longo plano da dança", diz Pedro.

    A dança é encenada por Ones Cervelin, ator da cia teatral Ueinzz e, segundo Leo Lucena, quando ele aparece, provoca um momento lúdico no dia a dia daquele lugar: "Ele só quer dançar. É só isso que ele está pensando". No entanto, aquelas pessoas estão ocupadas demais para notar. Todos têm muito trabalho a fazer: o suco pra servir, um e-mail pra mandar e, no fim do dia, o chão pra lavar. Nesse correr da rotina, o pensamento quer seguir um caminho, que muitas vezes nos é apresentado por acaso.

    Por isso, neste clipe a banda Catavento convida o espectador a deixar o vai e vem das tarefas mais interessante, e a tentar observar poesia onde, normalmente, não seria possível. Por exemplo, a forma como que a água com sabão escorrega sem parar pelas lajotas, fazendo assim, um casamento perfeito com a música. "Seria um sonho poder ver e viver tudo dessa forma dançante e harmoniosa. Todos os dias. Mas você tem que querer muito se deixar levar. Você tem que confiar no acaso", completa Leo.

    Como referência audiovisual, a direção mergulhou em um dos primeiros filmes produzidos na história do cinema, La Sortie de l'usine Lumière à Lyon (1895), que registrou trabalhadores deixando a fábrica de tecido dos irmãos Lumière. Além disso, segundo o diretor Pedro França, "o cinema soviético monumentalizou o corpo do trabalhador, Chaplin satirizou sua submissão à máquina, e Bresson consagrou formas de representação do gesto que nos influenciaram na escolha dos enquadramentos e ritmos. Entendemos que o clipe é uma peça autônoma, em que som e imagem convivem de forma não hierarquizada, como de resto é característico de toda obra audiovisual".

    O lançamento do clipe faz parte do projeto de "Ansiedade na Cidade". Ele foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2017 em parceria com o Pró-Cultura (RS) e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. "Acreditamos na força do Natura Musical para conectar pessoas, valorizar a criatividade brasileira e revelar a diversidade de cada região do país", diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. "O programa já circulou por 20 Estados, apostando em talentos locais. No Rio Grande do Sul, por exemplo, o edital ofereceu recursos para 17 projetos da música, como Dingo Bells, CCOMA, Yangos, Musa Híbrida e, agora, Catavento", complementa.

    Fonte: Natura Musical (via press-release)
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: CATAVENTO | Banda gaúcha lança novo clipe Rating: 5 Reviewed By: Kal J. Moon
    Scroll to Top