728x90 AdSpace

  • Nerd News

    terça-feira, 12 de março de 2019

    ROSA DE VERSALHES | Mangá chegará finalmente às bancas brasileiras


    A Editora JBC anunciou o lançamento do mangá Rosa de Versalhes, da autora Riyoko Ikeda, um clássico da década de 70. Este mangá tem adaptação em anime e que foi lançado no Brasil em fitas de VHS.

    Eu tive a oportunidade de apreciar o anime e é uma pena que não foi lançado integralmente aqui por estas bandas, pois é uma animação japonesa indispensável no currículo de qualquer fã deste gênero.

    Baseado na vida da Rainha Maria Antonieta, o grande sucesso Rosa de Versalhes revolucionou a história dos mangás femininos com questões sobre gênero, senso de justiça, direitos humanos apresentando a heroína empoderada Lady Oscar.

    Confira abaixo as capas das primeiras duas edições da JBC:



    Produzido entre 1972 e 1973, na mesma época em que as reivindicações pelos direitos das mulheres começavam a ganhar evidência no mundo todo, Rosa de Versalhes já trazia questões sobre gênero, senso de justiça e direitos humanos, tendo como pano de fundo a Revolução Francesa. Á frente de sua época, Ikeda quebrou paradigmas e revolucionou a forma de se fazer mangá para o público feminino abrindo caminho e influenciando uma nova geração de mangakás dos mais diversos gêneros.

    A trama é centrada em duas mulheres fortes: a primeira é Oscar François de Jarjayes, uma menina que foi criada como homem, e que se transformou em uma grande líder e responsável pela realização de grandes feitos. Lady Oscar, como é conhecida internacionalmente, mostra-se independente e respeitada por todos, sendo referência para as mulheres por sua força e destreza. A outra é a controversa Maria Antonieta, que acabara de ser prometida em casamento ao futuro rei da França por meio de um arranjo político entre seus países.

    “A História nunca foi tratada com tanta clareza e deslumbre. E nenhum mangá foi contado de forma tão sociológica e com tanta seriedade. Os mangás shoujo, que até então, eram zombados por terem ‘olhos com estrelas’, ganharam reconhecimento social pela primeira vez com esta obra monumental.”, disse Mariko Hayashi, escritora japonesa.

    A história:
    Em meados do século XVIII, na França, o renomado General Jarjayes recebe a notícia que
    será pai de sua sexta filha. Aflito por não conseguir ter um filho para manter o nome e o
    prestígio da família, decide criá-la como menino, visto que nesse período somente homens
    podiam suceder o cargo de seu pai. Lady Oscar frequenta o colégio militar onde destaca-se,
    alcançando o título de capitã da Guarda Real. Como seu cargo é de confiança, fica sob sua
    responsabilidade zelar pela proteção da Rainha Maria Antonieta.
    Após o tratado de paz entre a Áustria e a França, assinado quando Maria Antonieta se casa
    com o príncipe Luís XVI, Oscar passa a maior parte do tempo no Palácio de Versalhes, a
    morada real. Ela acompanha de perto com André, seu amigo desde a infância, o cinismo, as
    festas luxuosas, os escândalos e o estilo de vida da Corte Real.

    A autora:

    Riyoko Ikeda: Natural de Osaka, é uma autora de mangás shoujo (gênero voltado para o público feminino) que se tornaram referência no Japão e no mundo. Em suas obras, Ikeda sempre apresenta cenários com entornos históricos como a Revolução Francesa e a Russa, tendo o título Rosa de Versalhes como grande sucesso de sua carreira. 

    Seu gosto particular por essa linha literária se deu a partir de leituras do romancista Stefan Zweig, autor de ‘’Maria Antonieta – Retrato de uma Personagem Central” (1932), despertando o interesse pela personagem e que serviu de inspiração para Rosa de Versalhes. Sua influência foi tamanha que, em 2008, a autora recebeu a Ordre National de la Légion d'honneur, na França, uma honraria por sua contribuição de conhecimento da história francesa no Japão. Para a mangaká, a história relatada mudou a percepção do gênero shoujo. Rosa de Versalhes ganhou grande prestígio não só no Japão, como no mundo todo, e acabou abrindo espaço no mercado para outras obras do gênero.

    Ficha técnica:
    Rosa de Versalhes (Versailles no Bara)
    Autora: Riyoko Ikeda
    Volumes: Completo em 5 volumes (formato big)
    Preço de capa: R$ 43,90
    Gênero: Drama/Romance
    Classificação Etária: 14 anos
    Distribuição: livrarias e lojas especializadas
    Editora JBC

    Fonte: JBC (via e-mail)
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: ROSA DE VERSALHES | Mangá chegará finalmente às bancas brasileiras Rating: 5 Reviewed By: Marlo George
    Scroll to Top