Kevin Feige,

MARVEL | Kevin Feige assumirá cargo mega-poderoso na franquia

17:24 Marlo George 0 Comments

"O Super-Homem existe e ele é da Marvel"


De acordo com o site ComicBook.com, o atual Presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, deixa o cargo para ser responsável por toda a área criativa relacionada à marca, o que incluí, além dos filmes da franquia, todo o material de quadrinhos, games e TV. Ele foi promovido ao cargo de Chefe do Departamento Criativo da Marvel, o que o coloca no topo do organograma da empresa, ao lado do Presidente Ike Perlmutter.

Feige se reportará diretamente aos Co-Presidentes da Walt Disney Company, Alan Horn e Alan Bergman, assim como já acontecia nos últimos anos. Dan Buckley manterá o cargo de Presidente da Marvel Entertainment, mas agora se reportará à Feige, naquilo que diz respeito à área criativa e editorial. A parte de licenciamento de marca, vendas, games e outras operações ficará à cargo de Buckley, que se reportará à Perlmutter. Já os demais executivos da área de criação se reportarão à Buckley.

O antigo Chefe do Departamento Criativo, Joe Quesada, passa a ser Diretor Criativo da empresa e ainda manterá o cargo na Marvel Entertainment, reportando-se à Buckley, que como relembramos, se reporta à Feige.

Sacou?

Agora o Kevin Feige é o manda-chuva, de fato, da Marvel.

Vale ressaltar que, recentemente, Kevin Feige anunciou que estará trabalhando em parceira com a Presidente da Lucasfilm em um novo filme de Star Wars.

Agora, vamos colocar os pingos no i´s.

A Disney está prestes a lançar seu serviço próprio de streaming, Disney+, que trará algumas séries baseadas na franquia Marvel Cinematic Universe (MCU), e alguma relação de Feige com estas séries já era esperada, pois ele já era o manda-chuva do MCU, porém, eu mesmo não esperava que ele fosse ter a palavra final, na área criativa, destas séries. Por um lado, isso é legal para manter a coesão daquilo que já existe e que foi exibido em tela, com aquilo que está por vir. Isto evitaria aquelas inconsistências que existem entre os filmes do MCU e as séries da Marvel que foram bancadas pela ABC, Hulu e Netflix, como Marvel´s Agents of SHIELD, Manto e Adaga e as séries dos Defensores, por exemplo.

Porém, na área de HQ´s eu acho que pode vir a ser um tanto quanto perigoso. Se as histórias dos gibis forem vinculadas aos filmes e às séries de TV, isso pode engessar aquilo que serve como material original e fonte para as produções em áudio-visual. O contrário seria um movimento temerário, mesmo que os gibis apresentassem as propostas daquilo que pode vir a ser adaptado no futuro. Criar amarras na criatividade de quadrinistas não é muito recomendável, afinal, a MCU é o que é porque existe toda uma tradição e legado por trás dela que advêm dos quadrinhos. Espero que ele não decida fazer isso.

Vamos esperar pra ver.

Fonte: CB.

0 comentários: