Capitão América 2: O Soldado Invernal,

CRÍTICA [CINEMA] | Capitão América 2: O Soldado Invernal, por Marlo George

14:50 Marlo George 0 Comments

Conspiração, contraespionagem, subversão, exploração de super-poderes e traição são os temas abordados no novo filme de super-heróis da Marvel Studios, Capitão América 2: O Soldado Invernal, que flerta com os gêneros ação, suspense e crime.

Com um tom mais sério que os de outros filmes do Universo Cinematográfico Marvel, esta nova aventura de Steve Rogers ( sequência de Capitão América: O Primeiro Vingador, de 2011) é baseada em um dos arcos mais interessantes dos quadrinhos do herói: O Soldado Invernal, do roteirista vencedor do Prêmio Eisner, Ed Brubaker, e do ilustrador Steve Epting. Porém, os roteiristas do filme, Christopher Markus e Stephen McFeely pouco aproveitaram aquilo que está na HQ, criando uma história bem diferente, e melhor, do que aquela que eu já conhecia, escrita por Brubaker (leia a crítica da HQ AQUI).

Ou seja, Capitão América 2: O Soldado Invernal é um filme que não está, literalmente, no gibi...

Dúvidas atrozes vem afligir Rogers...
No filme encontramos Steve após os incidentes ocorridos em Nova York, tratados no filme Os Vingadores. O herói continua levando sua vida cotidiana, se exercitando, lutando contra os inimigos do mundo ao lado da S.H.I.E.L.D. ou revisitando seu passado no museu Smithsonian, que está promovendo uma mostra sobre o Capitão América. Ele pouco se interessa por coisas curriqueiras como, por exemplo, arrumar uma namorada. Mas como no Universo Marvel a vida não é fácil, logo surge uma ameaça que obriga nosso herói à erguer seu escudo mais uma vez. Uma ameaça vinda do lugar mais improvável possível: De dentro da própria S.H.I.E.L.D..

Tensão entre personagens Marvel... Já estou acostumado.
Repleto de ação e cenas de tirar o fôlego, Capitão América 2: O Soldado Invernal tem um tratamento editorial de primeira. A montagem é mais que competente. O filme não apresenta "barrigas" ou lances ruins. A ótima direção de fotografia é de Trent Opaloch que já havia provado que entende do assunto com Distrito 9 e Elysium. A trilha sonora, composta por Henry Jackman, cria os climas necessários paras as cenas de suspense e ação. Outro aspecto a ser considerado é a edição de som caprichada.

"Indispensável para os fãs e recomendado para todos"



Em Capitão América 2: O Soldado Invernal, alguns amigos retornam como inimigos, outros como aliados. O personagem do subtítulo é interpretado por Sebastian Stan, que está extremamente parecido com o que foi desenhado por Steve Epting no gibi. Mesmo com poucas falas, Stan esbanja carisma e faz de seu Soldado Invernal um vilão pelo qual se quer torcer.

Romanoff fazendo biquinho...
Scarlett Johansson está de volta, para seu terceiro filme como a agente Viúva Negra e serve de alívio cômico. Como sua personagem, Natasha Romanoff, é o oposto de Steve Rogers, os dois fazem uma dupla perfeita e são responsáveis pelos momentos mais divertidos do longa.

O personagem Alexander Pierce é mais interessante, conceitualmente, do que o apresentado por Robert Redford. O ator, que recentemente arrebentou com Até o Fim, deixa a impressão de estar fazendo seu trabalho por obrigação. Não consegui sentir nem simpatia, nem raiva de Pierce. Outra que não me impressionou foi Emily VanCamp, mas dela eu já não esperava muito. Esperava mais da sua personagem, Agente 13, que tem uma participação minúscula no filme, o que é uma injustiça, dada sua importância não só no gibi original, como no mundo do Capitão América. Quanto ao novato Anthony Mackie e seu Falcão... totalmente dispensável.

Quem também voltou para uma participação especialíssima foi Hayley Atwell, a Agente Carter. Sua cena é comovente tanto artisticamente como no aspecto técnico. Em certo momento, Atwell utiliza um timming, entre uma fala e outra, que deu um nó em minha garganta. A maquiagem, digna de Oscar, é a cereja do bolo desta aludida cena.

O Samuel L. Jackson ficou lá, como sempre, sendo o Samuel L. Jackson.

Indispensável para os fãs e recomendado para todos, Capitão América 2: O Soldado Invernal é o tipo de filme que põe um sorriso no nosso rosto. Que venham mais filmes de heróis como este.




Marlo George assistiu, escreveu e detesta gente que assiste filme no cinema e fica dando risadinhas toda vez que reconhece uma referência.



Data de lançamento: 10 de abril de 2014
Estúdio: Walt Disney Pictures, Marvel Studios 
Diretor: Anthony Russo, Joe Russo 
Roteiristas: Christopher Markus, Stephen McFeely 
Elenco: Chris Evans, Scarlett Johansson, Samuel L. Jackson, Robert Redford, Sebastian Stan, Anthony Mackie, Cobie Smulders, Frank Grillo, Georges St-Pierre, Hayley Atwell, Toby Jones, Emily VanCamp, Maximiliano Hernández 
Gênero: Ação, Aventura 
Duração: 136 minutos
Cena Pós-Crédito: SIM, duas

Sinopse: Steve Rogers precisa encontrar seu lugar no mundo moderno e lutar contra uma nova ameaça, vinda do passado: O agente soviético conhecido como Soldado Invernal.

0 comentários: