Cinema,

CRÍTICA [CINEMA] | O Homem Duplicado, por Kal J. Moon

05:48 Kal J. Moon 0 Comments

Parecer é completamente diferente de ser. E a crise de criatividade no cinema mundial faz com que os estúdios invistam, cada vez mais, em adaptações de obras de autores consagrados - mesmo que estas, talvez, nem devessem ser transpostas às telonas, como é o caso de "O Homem Duplicado", novo filme estrelado por Jake Gillenhall, baseado numa história do escritor português José Saramago.

Loucura é a única palavra para se descrever...

Desde sempre que a literatura - e, por sua vez, o cinema - flerta com a ideia do "doppelgänger", quando existem duas pessoas no mundo exatamente iguais fisicamente mas sem qualquer parentesco (não leve em conta a história do monstro, ok?). A adaptação mais famosa a utilizar tal recurso talvez seja do clássico O Príncipe e o Mendigo.
Gyllenhall é o ator "malvado"
Com o tempo, parece que muitos autores resolveram usar este tema para contar a já batida história do "gêmeo malvado" e, com isso, desperdiçar o tempo do espectador. E o filme dirigido por Dennis Villeneuve - do suspense Os Suspeitos, também estrelado por Gyllenhall - não foge à essa regra. Utilizando-se de fotografia em tons de sépia, quase avermelhados - muito em voga atualmente após o sucesso de "Ela" -, para o personagem professor e cores mais vivas para o personagem ator, o diretor tenta, em vão, mostrar a monotonia da pacata vida de um professor universitário que tem sonhos estranhos e assiste a um filme onde encontra um ator muito parecido consigo próprio, criando uma curiosidade que transforma-se em obsessão tão rapidamente que leva o espectador a se perguntar se não está assistindo um filme de ficção científica, uma vez que dificilmente um humano comum teria tamanho interesse em outro apenas por ser parecido fisicamente - ainda se fosse um clone...

Gyllenhall é o professor "bonzinho"
De ritmo arrastado e claudicante, com uma trilha sonora monotemática - lembrando o que é feito em seriados de TV como Arquivo X, Fringe ou Lost -, roteiro mal resolvido e interpretações medíocres - encabeçado por um Gyllenhall que passa o filme inteiro com sua famosa "cara de paisagem" -, faz desta adaptação uma completa perda de tempo. Nem mesmo o clímax, que mais parece uma ideia rejeitada para o seriado Além da Imaginação, traz qualquer tipo de interesse à trama. Pena...


Kal J. Moon assistiu, criticou e ainda não achou uma boa ideia a metáfora da aranha...






Titulo Original: An Enemy
Lançamento: 19/06/2014
Duração: 90 min.
Gênero: Mistério / Thriller
Direção: Denis Villeneuve
Elenco: Jake Gyllenhaal, Mélanie Laurent, Sarah Gadon
País: Canadá
Censura: 14 anos
Inadequações: Sexo, Drogas Lícitas, Nudez

Sinopse: Ao assistir a um filme,  Adam (Jake Gyllenhaal) percebe que um dos atores é idêntico a ele. Chocado com essa estranha coincidência, ele passa a perseguir obsessivamente este homem para desvendar este mistério. 

0 comentários: