728x90 AdSpace

  • Nerd News

    quarta-feira, 30 de setembro de 2015

    CRÍTICA [CINEMA] | "Perdido em Marte", por Andreas Cesar.


    Quando soube que "Perdido em Marte", que aliás tem um título ruim em comparação ao original "The Martian" (O Marciano), era um filme de ficção científica com muita base em física e química, fiquei interessado em assisti-lo. "Gravidade" me agradou bastante, mesmo com alguns pequenos erros, e outro filme nesse estilo tinha muita chance de me agradar da mesma forma.

    Como o título do filme sugere, Matt Damon interpreta Mark Watney, um astronauta que é abandonado por sua equipe em Marte, por pensarem que o mesmo tinha morrido durante o aborto da missão em que estavam no planeta. Então, Watney tem que fazer o possível para sobreviver no planeta vermelho.

    A premissa do filme é interessante para aqueles entusiasmados por ciência, como eu, e o filme realmente não desagrada em nada nesse aspecto. Cheio de termos e situações onde aplicações químicas e físicas são realizadas, quem é fã de um bom sci-fi vai curtir a pegada do filme.

    As atuações do filme são muito boas, Matt Damon está esplêndido no filme, sendo que seu papel exigiu bastante do ator. Tanto nos momentos cômicos como dramáticos, Damon conseguiu fazer seu personagem real ao extremo, algo realmente impressionante. Jessica Chastain também atuou bem no filme, mas nada que merecesse outra indicação ao Oscar, estando bem abaixo de A Hora Mais Escura.
    Essa imagem diz muito sobre a fotografia. Excelente...
    Outros atores que estavam muito bem no filme foram Sean Bean e Chiwetel Ejiofor, mas entre os coadjuvantes aquele que merece mais destaque é Jeff Daniels, que está muito bom em seu papel e realmente parece outra pessoa. Kate Mara, Michael Peña e Sebastian Stan estão normais no filme, não tendo sido exigidos por seus pequenos papéis.

    A fotografia do filme é belíssima, com ângulos fantásticos de Marte e do espaço. A edição e a mixagem de som também são muito boas, e a trilha sonora é interessante, por um motivo que seria um spoiler sobre a personagem de Chastain.

    Um dos poucos problemas do filme é sua duração. Como outros filmes de Ridley Scott, "Perdido em Marte" tem 2 horas e 24 minutos, com muitas cenas que podem ser consideradas como "barrigas" no longa. Poderiam ter sido cortados longos 40 minutos do filme.

    Um filme longo mas divertido, "The Martian" é um bom filme. Vale a pena assistir...



    Andreas Cesar assistiu, criticou e ainda está impressionado com Matt Damon, mais um ator para a lista de redenção...
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: CRÍTICA [CINEMA] | "Perdido em Marte", por Andreas Cesar. Rating: 5 Reviewed By: Andreas Cesar
    Scroll to Top