Editora Orago,

ÉDIPO | Nova HQ de Osmarco Valladão adapta clássico da literatura!

16:34 Kal J. Moon 0 Comments

Uma trama de suspense, que se passa nos dias de hoje, pontuada pelas aparições de misteriosas figuras que aparentam vir da Grécia antiga. Esse é o mote de "Édipo", nova história em quadrinhos criada por Osmarco Valladão, assumindo também, pela primeira vez, o desenho. E também é a estreia do selo Orago Digital - da Editora Orago - uma parceria com a plataforma Social Comics.

Capa e arte de "Édipo"
(Orago Digital
/ Divulgação)

"'Édipo' é o primeiro lançamento do selo Orago Digital, o primeiros de três novas séries. Mensalmente serão publicadas as novas edições das séries e novos títulos, sejam novas séries se iniciando ou histórias completas. O sucesso de cada publicação determinará se ela será impressa, num único volume contendo a história completa", explica Valladão.
Osmarco Valladão
(Foto: Arquivo pessoal)
A nova série em quadrinhos é uma livre adaptação da peça teatral "Édipo Rei", escrita pelo dramaturgo ateniense Sófocles (495 a.C - 406 a.C), que já foi adaptada no teatro, cinema e até numa telenovela brasileira.

Para falar sobre essa nova empreitada dos quadrinhos nacionais, conversamos brevemente com Osmarco Valladão, designer, desenhista, colorista e criador da série...




Poltrona POP: Por que escolher adaptar "Édipo Rei" para os dias de hoje?
Osmarco Valadão:
Sou totalmente a favor da relação mais promíscua e assumida possível entre o erudito e o pop. Mas minha intenção não é didática. Eu acho fascinante trabalhar com uma história de mistério que foi escrita 400 anos antes de Cristo, mais ou menos.
PP: Qual a principal dificuldade do projeto?
Osmarco: Minha primeira intenção foi usar o texto integral de Sófocles. Mas durante o processo descobri que ele usa muitas redundâncias e repetições, era um recurso da época e do contexto. Senti a necessidade de editar o texto e aí batia aquele medo: 'cara, você vai realmente meter o bisturi nesse texto?'. Se funcionou, deixo para os leitores decidirem.


PP: Após muitos anos, você volta a desenhar. Por que escolheu essa história para retornar ao ofício do desenho?
Osmarco: Eu queria explorar alguns aspectos narrativos e gráficos. E isso só seria possível com um controle total sobre o projeto. E eu nunca colocaria rédeas nos meus parceiros desenhistas, sou totalmente contra tratar o desenhista como uma ferramenta do roteirista. O desenhista é um co-autor. Então, só me restava encarar o processo todo. Para não duplicar minhas inseguranças, decidi adaptar algum texto que eu gosto, e maioria deles é bem antiga. Poderia ter trabalhado com algum amigo escritor - tenho vários - mas não queria interferência de ninguém.
"(...) O texto original de Sófocles é considerado a primeira história policial,
mas eu compliquei um pouco
mais as coisas" (Osmarco Valladão)


PP: Quais suas inspirações ao desenhar uma história em quadrinhos?

Osmarco: Basicamente, cinema - pelo menos nesse projeto. É impossível evitar totalmente influências de artistas que admiro como Mike Mignola, John Paul Leon, o colorista Dave Stewart e alguns outros, mas não busquei nenhuma deliberadamente.


PP: Última pergunta: O que o público pode esperar dessa história em quadrinhos?
Osmarco: Mistério e suspense. O texto original de Sófocles é considerado a primeira história policial, mas eu compliquei um pouco mais as coisas, como se pegasse dois quebra-cabeças diferentes, misturasse e pedisse ao leitor para montar. E, eu espero, momentos interessantes pelo lado gráfico e/ou estético. Uma vez designer, sempre designer.

A Equipe Poltrona Pop agradece a Osmarco Valladão e à Editora Orago por essa entrevista.
Lembrete: A primeira edição será disponibilizada na Social Comics, plataforma digital de histórias em quadrinhos, a partir do dia 13/08/2016. Fiquem ligados!

0 comentários: