728x90 AdSpace

  • Nerd News

    quinta-feira, 8 de setembro de 2016

    CRÍTICA [CINEMA] | "Últimos Dias no Deserto", por Marlo George


    Os primeiros 11 versículos do capítulo quarto do livro de Mateus, da Bíblia, narram a passagem de Jesus Cristo pelo deserto, onde jejuou e rezou por 40 dias. Ao final desse período de quaresma, Cristo sentiu fome e então foi tentado pelo Diabo, mas resistiu aos encantos e promessas do tinhoso, ordenou que o deixasse em paz, e só então retornou para a Galileia.

    Baseado nas poucas linhas deste curto, porém importante conto bíblico, Últimos Dias no Deserto, filme escrito e dirigido pelo diretor colombiano Rodrigo Garcia, reconta a história da tentação inserindo muitos elementos que não são encontrados na passagem original. Pra ser mais preciso, Garcia simplesmente ignora tudo que consta no Livro de Mateus e nos dá sua própria versão, na qual Jesus precisa lidar com sua própria provação, enquanto lida com conflitos de uma família disfuncional que vive no deserto.

    Ewan McGregor interpreta Jesus e também seu tentador, Lúcifer. Uma ideia interessante, porém não muito original, afinal, já tinha visto algo parecido em Gainsbourg - O Homem que Amava as Mulheres, de 2010, no qual o "demônio pessoal" do biografado era uma caricatura sua. Mas, se há algo que se pode destacar neste filme enfadonho é a relação dos dois. Com o mesmo figurino e maquiagem McGregor consegue algo muito difícil. Ele deu personalidades distintas às suas personagens e é quase impossível confundir os dois. É fácil distingui-los, mesmo quando a cena não colabora.

    Uma pena que o roteiro com poucas linhas espertas, algumas gafes e ritmo arrastado prejudicam a entrega do ator, que desta vez nos apresentou um trabalho acima da média. Ele chegou a pedir que seu dublê, Nash Edgerton, decorasse o texto para passá-lo com ele enquanto ele interpretava ambos os personagens.

    As locações são bem escolhidas. Inclusive, a Assistente de Locações Lisa Patton foi indicada ao prêmio de Melhor Assistente de Locação do Ano no California on Location Awards 2014. Inusitadamente a única indicação que o filme recebeu, mesmo tendo percorrido vários festivais durante o ano de 2015, como o Festival Sundance, entre outros.

    Com McGregor, estão no elenco Ciarán Hinds (Game of Thrones, Saga Harry Potter), Ayelet Zurer (Marvel´s Demolidor), Tye Sheridan (X-Men: Apocalipse) e Susan Gray (As Senhoras de Salem).

    Assista se não se incomoda com "interpretações livres" da Bíblia. Caso contrário, pode acabar se sentido um pouco ofendido.


    Marlo George assistiu, escreveu e nunca pensou que chegaria a ver Jesus rindo de um peido.
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: CRÍTICA [CINEMA] | "Últimos Dias no Deserto", por Marlo George Rating: 5 Reviewed By: Marlo George
    Scroll to Top