animação,

CRÍTICA [CINEMA] | "Historietas Assombradas - O Filme", por Kal J. Moon

Dirigido por Victor-Hugo Borges e com as vozes de Charles Emmanuel, Nádia Carvalho, Iara Riça, Oberdan Jr., Luiz Sérgio e Hélio Ribeiro, "Historietas Assombradas - O Filme" é um longa brasileiro de animação que leva Pepe e cia. numa jornada em busca de sua própria identidade.


Conhecimento de eleitorado
Diferente de qualquer produção de animação vinda de qualquer outro país, o Brasil tem muitas barreiras para transpor antes de qualquer investimento nessa área dominada por material estrangeiro melhor sucedido por "n" fatores que vão de numerosa equipe envolvida com o projeto até a quantidade de produtos de licenciamento que podem ser encontrados em qualquer loja ou lanchonete fast-food após a exibição na TV ou no cinema. Mas "Historietas Assombradas - O Filme" segue na contramão e entrega algo que deve ser apreciado principalmente por quem já conhece as engraças mas funestas aventuras do garoto estranho e sua vó não menos esquisita.

Na trama, Pepe (voz de Charles Emmanuel)  é um menino de 12 anos que mora com sua avó (voz de Nádia Carvalho), uma bruxa-empresária. Após descobrir que é adotado e que seus pais estão vivos, ele decide sair em busca deles, mas assim acaba atraindo a atenção de Edmundo (voz de Hélio Ribeiro), um vilão biomecânico que precisa de Pepe para concretizar seu enorme plano maléfico: usar a energia do menino para conquistar a imortalidade da sua espécie.


O roteiro escrito por Arthur Warren, Pedro Aguillera e Vitor Branco segue a manjada fórmula da jornada de auto-conhecimento para chegar aos objetivos da trama de forma bem sucedida. O caminho percorrido foi o de entregar o que já se conhece na série animada com alguns recursos ousados e pontos de virada que, talvez, não desse para ser utilizado na tela da TV - dois momentos específicos (um no começo e outro na única cena pós-créditos do filme) farão os fãs ficarem, no mínimo, boquiabertos com o que foi feito com a mitologia dos personagens.

A trilha sonora original criada por Julia Beirão e Corey Gorey vai dos temas góticos orquestrados até o rock pesado, passando por uma pitada de rockabilly sessentista digno de uma produção do gênero. Afinal de contas, mesmo sendo um desenho animado para crianças menores, ainda trata-se de algo derivado do terror. Algumas cenas são horripilantes e cumprem bem o papel de entreter fãs do gênero.


A dublagem não deixa por menos e torna ~"maior do que a vida" tudo o que já se ouvia na TV. Todo o elenco parece estar se divertindo enquanto interpreta cada fala - legal isso. E esta animação tem um visual muito bem cuidado, sem querer parecer tridimensional quando não precisa - tem um momento onde isso acontece e é tudo muito bem cuidado - mas deixando tudo unidimensional porque isso serve à história e não causaria estranheza a quem já conhece os personagens da TV. E nada de "embelezar" os personagens por quaisquer motivos. Pepe e cia continuam ~"feios". Mas são aqueles ~"feios bons" que todos estranhamos mas gostamos de ver, pois são visualmente atraentes como "A Família Addams", "Os Monstros" ou os primeiros filmes dirigidos por Tim Burton.

Outro destaque positivo vai para o setor de marketing da produção, que lança o filme em 02/11/2017 - quando se comemora o feriado do Dia dos Finados, que tem tudo a ver com a proposta do filme -, divulgou cartazes inspirados em clássicos de terror e ainda disponibilizou um game para download gratuito no mesmo dia da estreia. É ASSIM que se faz um marketing bem feito, senhoras e senhores!


O único "senão" vai justamente à edição e montagem, que deixa o ritmo meio "morno" onde deveria ser mais frenético e que poderia deixar a duração mais curta. Por conta disso, algumas cenas de ação não empolgam, mesmo acontecendo um monte de situações que colaborariam para tal. Nada que comprometa a diversão mas...

Resumindo: "Historietas Assombradas - O Filme" é bem divertido e não deve nada a nenhum similar estrangeiro. Ainda bem.



Kal J. Moon também pode ser considerado um "feio bom". Embora ele não saiba se isso é exatamente um elogio...

0 comentários:

Card games,

CARD GAMES | The Elder Scrolls: Legends ganha nova expansão: Return to Clockwork City

No dia 30 de novembro, chegará a próxima expansão na história de The Elder Scrolls: Legends. Prepare-se para a aventura mais grandiosa de todas com Return to Clockwork City, a chance de os jogadores voltarem ao local icônico, experimentado pela primeira vez na expansão Tribunal de The Elder Scrolls III.


A expansão traz mais de 55 cartas colecionáveis, adquiridas em 35 emocionantes missões de história. Com essas cartas, os jogadores podem procurar por tesouros perdidos, construir maravilhosas máquinas a vapor, ou canalizar seu cientista louco interior para criar estranhas abominações mecânicas.

Veja abaixo mais informações sobre as novas mecânicas e criaturas, e visite www.elderscrollslegends.com para uma visão completa de The Elder Scrolls: Legends: Return to Clockwork City, incluindo revelação de 5 novas cartas.

Nova Criatura: Fabricants

Clockwork City é a grande oficina do falecido deus Sotha Sil, que estava obcecado com a criação de suas próprias formas de vida, reconstruindo e construindo sobre o trabalho dos artesãos Dwemer.

Talvez sua mais intrigante e perturbadora criação sejam os Fabricants, criaturas únicas feitas de carne e metal. Em Legends, os trazemos a vida com cinco cartas Fabricant - uma para cada atributo - que irão recompensar os jogadores por jogarem com cartas neutras, como os construtores Dwemer. Essas cinco criaturas oferecem grandes poderes, e permitem novas possibilidades animadoras para a criação de decks.

Nova Mecânica: Treasure Hunt

Onde há uma cidade perdida, há um tesouro e pessoas dispostas a arriscar suas vidas para encontra-lo. Entre para os caçadores de tesouro na primeira de nossas novas mecânicas - indicada como "Treasure Hunt". Durante o jogo, esses aventureiros irão se atentar a cada carta jogada para ver se trata-se to tesouro que estão procurando. Uma vez que o jogador saca tudo o que os caçadores querem, uma recompensa o espera. Por exemplo, a nova carta Relic Hunter traz como recompensa uma melhoria para a primeira arma que os jogadores comprarem depois de joga-la - pois não era qualquer arma, mas o objeto inestimável que o caçador estava procurando!

Nova Mecânica: Assemble

Nos anos desde a morte de Sotha Sil, suas criações tiveram que se defender por conta própria. As construções humanoides conhecidas como Factotums fizeram isso aprendendo a reparar, melhorar e atualizar coletivamente os seus próprios corpos. O que nos leva à outra nova mecânica em Clockwork City: Assemble.

Quando os jogadores jogam com uma criatura Assemble, eles irão escolher um entre dois bônus. Esse bônus será concedido tanto a essa criatura quanto a cada Factotum na mão e no deck do jogador.

Press-release:  (via e-mail).

0 comentários:

Games,

WOLFENSTEIN II: THE NEW COLOSSUS | Jogo já está liberado

Una a Resistência para libertar os Estados Unidos dos nazistas mais uma vez

27 de outubro de 2017 (Londres, Reino Unido) – a Bethesda Softworks®, uma companhia ZeniMax® Media, anunciou hoje que Wolfenstein® II: The New Colossus™, desenvolvido pela premiada equipe da MachineGames, já está disponível para Xbox One, PlayStation®4 e PC. Wolfenstein II: The New Colossus lança a novas alturas a ação e o caos da franquia Wolfenstein. Como B. J. “Billy, o Terrível” Blazkowicz, os jogadores devem reunir um grupo diverso de lutadores da Resistência que buscam um objetivo comum: expulsar os nazistas dos Estados Unidos.

“A franquia Wolfenstein é sobre ação exagerada, combate e narrativa”, afirmou Jens Matthies, diretor criativo na MachineGames. “Com The New Colossus, demos o máximo de nossa criatividade, e estamos ansiosos para que finalmente os jogadores possam vivenciar o próximo capítulo dessa louca jornada”.

Wolfenstein II leva os jogadores para os Estados Unidos controlados pelos nazistas em uma missão para recrutar os líderes mais ousados da resistência. Os jogadores lutarão contra os nazistas em locais icônicos como a cidadezinha de Roswell no Novo México, Nova Orleans em quarentena e uma Manhattan pós-nuclear. Armado com um arsenal impressionante de armas de ficção científica retrô totalmente customizáveis, incluindo a nova Dieselkraftwerk, os jogadores podem liberar novas habilidades para explodirem legiões de soldados nazistas avançados e über-soldados neste que é o jogo definitivo de tiro em primeira pessoa.

Também está disponível hoje a Edição de Colecionador de Wolfenstein II: The New Colossus, que inclui uma action figure do herói do jogo, o matador de nazistas Joseph “B. J.” Blazkowicz, em escala 1/6 medindo 30 cm e dentro de uma caixa premium no estilo dos anos 60. B. J. vem totalmente equipado para convocar a Resistência e libertar os Estados Unidos com um arsenal de acessórios incluindo quatro armas altamente carregadas, um machado e sua jaqueta militar. Esta Edição de Colecionador limitada também inclui o tão esperado jogo dentro de uma caixa de metal exclusiva e um pôster de 23x35cm do Blitzmensch.

Para ver o trailer de lançamento, visite https://www.youtube.com/watch?v=_5NASUOoVtI.

Para mais informações sobre Wolfenstein II, visite www.wolfenstein.com.

0 comentários:

Iron Studios

COLECIONÁVEIS | Iron Studios Concept Store comemora o Halloween com preços especiais


No dia 31 de outubro, as três unidades (SP e RJ) e o e-commerce estarão com descontos de até 15% em colecionáveis temáticos de filmes de terror

Iron Studios Concept Store, principal loja conceito de colecionáveis do país com três unidades espalhadas por São Paulo e Rio de Janeiro, e um e-commerce repleto de itens exclusivos, celebra o Halloween com estátuas derivadas de alguns dos maiores ícones do horror nos cinemas. Apenas no dia 31 de outubro, peças selecionadas estarão com até 15% de desconto! Confira:

Chucky Scarred With Sound 15 inches - Mezco

Antagonista da franquia Child's Play (Brinquedo Assassino), Chucky chega em colecionável da Mezco com roupa igual ao filme, onze pontos de articulação, olhos de acrílico e uma faca de plástico, além de falar sete frases icônicas diretamente dos seis filmes da franquia. Tem aproximadamente 38 cm de altura. De R$ 599,99 por R$ 499,99.

Freddy Glove (Dream Warriors) - Neca

Réplica em escala 1/1 da luva do icônico vilão Freddy Krueger, a peça foi feita com base no terceiro filme da série A Nightmare on Elm Street 3: Dream Warriors. Em couro e com garras de metal, traz uma mão feita em PVC para apoio e exposição. De R$ 479,99 por R$ 399,99.


Jason Voohees - Friday the 13 - Scale 1/6 - Sideshow

Action figure escala 1/6 inspirada no filme Sexta-feira 13 Parte III, onde a máscara de hóquei, característica do personagem, foi introduzida pela primeira vez e tornou-se onipresente para os fãs. Feito em edição limitada com apenas 1000 peças, tem machado e facão com detalhes de pintura imitando sangue, dois conjuntos de mãos intercambiáveis e base de exposição de figura com o logotipo do filme. De R$ 1919,99 por R$ 1599,99.




Michael Myers - Halloween - Scale 1/4 - Hollywood Collectibles

Antagonista primário da série de filmes de terror HalloweenMichael Myers surgiu em 1978, no primeiro filme escrito e dirigido por John Carpenter. Em tiragem limitada de apenas 750 unidades no mundo, a peça de um dos maiores psicopatas do cinema foi fabricada em polystone e pintada à mão pela Hollywood Collectibles, e tem aproximadamente 55 cm de altura. De R$ 1759,99 por R$ 1299,99.


Beetlejuice Striped Suit - Scale 1/6 - Sideshow

A clássica comédia sobrenatural de humor negro Beetlejuice, no Brasil Os Fantasmas se Divertem, dirigida por Tim Burton em 1988, mostra um casal recém-mortos tentando expulsar uma peculiar família de sua casa com a ajuda de Beetlejuice, um fantasma alto intitulado bio-exorcista que assombra a casa e exorcizar os vivos para longe. Vigarista, grosseiro e mórbido, Beetlejuice chega em formato de colecionável pela Sideshow com cinco pares de mãos intercambiáveis e uma mão com unhas longas. De R$ 1439,99 por R$ 1299,99.




Viktor Underworld - Scale 1/4 - Hollywood Collectibles

Estátua derivada da série de filmes Underworld, retrata uma milenar guerra entre vampiros e lobisomens Lycans, onde o ator veterano Bill Nighy interpreta Viktor, um dos vampiros anciões líderes de sua espécie. Em escala 1/4 e com 48 cm de altura, foi produzida com qualidade de museu e em tiragem limitada de 500 peças em todo mundo. De R$ 899,99 por R$ 699,99.

Iron Studios Concept Store é a principal loja do segmento, com duas unidades em São Paulo - na Alameda Gabriel Monteiro da Silva e no Shopping Eldorado - e uma no Rio de Janeiro - no Shopping Nova América. Além disso, conta com o e-commerce (www.ironstudios.com.br) que entrega para todo o Brasil.

Onde encontrar:
Site: www.ironstudios.com.br

Lojas Físicas:
-Iron Studios Concept Store São Paulo: Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 946-tel. (11) 3062-3314 - São Paulo-SP - marcio.loja@ironstudios.com.br
-Iron Studios Concept Store Eldorado: Shopping Eldorado, segundo piso loja345-tel. (11) 2197-7428 - São Paulo-SP-(correio para todo Brasil)- ricardo.loja@ironstudios.com.br
-Iron Studios Concept Store Rio: Shopping Nova América - 1 piso - bloco 1 lj 102 Tel: (21) 2228-2051 - ironstudios.rio@gmail.com

Press-release: Iron Studios (via e-mail)

0 comentários:

board games,

BOARD GAMES | Dicas de jogos especiais para curtir o Halloween

Em um ambiente aconchegante e descontraído, o público poderá desfrutar de momentos cheios de mistério, suspense e muita diversão durante o Dia das Bruxas


A data mais assustadora do ano está chegando e o Encounter Board Game Café – café especializado em jogos de tabuleiro modernos no bairro de Pinheiros (SP) – separou dicas de board games especiais e cheios de mistérios, terror e suspense, para quem quer curtir o Halloween com os amigos e a família. Confira abaixo.

Pandemic: O Reino de Cthulhu – jogo cooperativo em que todos os jogadores tomam o papel de pesquisadores e se unem para fechar quatro portais espalhados pela Nova Inglaterra. O objetivo é impedir que seres de mal antigo, conhecidos como Old Ones, escapem de sua prisão cósmica e aterrorizem o mundo com caos e loucura.

Le Fantôme de l’Opéra (O Fantasma da Ópera) – nesse jogo, que é jogado em dupla, cada um tem um papel diferente: um detetive tenta deduzir quem é o fantasma que está assombrando o Teatro e afugentando uma famosa cantora de ópera. Ambos os jogadores se revezam em movimentar todos os suspeitos pelos salões do Teatro para revelar ou esconder informações.

Mysterium – jogo cooperativo onde os jogadores são médiuns que precisam se comunicar com um fantasma que assombra uma mansão na Escócia. Uma antiga lenda diz que ele é a alma do residente anterior que foi injustamente executado por um crime que não cometeu, há mais de 100 anos. Agora, ele tenta usar os sinais misteriosos para indicar os suspeitos, possíveis locais do crime e as armar utilizadas.

Black Stories – excelente jogo para quem gosta de mistério e dedução, ele apresenta 50 enigmas macabros com histórias assustadoras, surpreendentes e, às vezes, até cômicas. Com foco na indagação, uma história aparentemente simples pode se tornar um verdadeiro enigma.

Betrayal at House on the Hill – esse jogo é semi-cooperativo e cheio de suspense e emoção. Os jogadores exploram uma mansão mal-assombrada e encontram espíritos e presságios assustadores que predizem seu destino. Um dos personagens revela ser o traidor para o resto do grupo e os membros inocentes precisam derrotá-lo antes que seja tarde demais. O diferencial deste jogo é a construção da mansão, que é feita peça por peça, rodada por rodada, permitindo que se tenha um tabuleiro diferente a cada nova partida.

Gostou? Então junte os amigos e a família e vá até o Encounter Board Game Café! Escolha seu jogo e desfrute de momentos arrepiantes, divertidos e cheio de suspense!

SERVIÇO
Encounter Board Game Café -  Jogos de tabuleiro & Gastronomia 
Onde: 
Rua dos Pinheiros, 1022, Pinheiros (São Paulo/SP)
Funcionamento: Quartas-feiras e quintas-feiras: 18h às 00h/ Sextas-feiras: 18h às 02h/ Sábados: 17h às 02h/ Domingos: 15h às 23h
Preço: R$ 20 para quem for jogar jogos de tabuleiro (taxa individual por período); comidas e bebidas são cobradas à parte
Informações: 
https://goo.gl/4xP5Fs

0 comentários:

Cinema do Brasil,

DOK LEIPZIG | Filme brasileiro é exibido no mais antigo festival de documentários

Quando a liberdade parece mais uma prisão. Esse é o mote de "Corpo Delito", filme dirigido por Pedro Rocha, que está sendo exibido no Dok Leipzig, um dos principais e mais antigos festivais de documentários do mundo, desde 30/11/2017, na Alemanha.

No longa, Ivan (Ivan Silva), de 30 anos, acaba de sair da cadeia depois de cumprir uma pena de oito anos. De volta ao convívio da esposa, Gleice (Gleiciane Gomes), e a filha, Glenda, ele ganha a chance de retomar a sua rotina aos poucos, já que está em regime de liberdade condicional e sendo vigiado através da tornozeleira eletrônica, que o proíbe de ter uma vida noturna e de fazer trajetos não autorizados pela justiça. À medida que o tempo passa, Ivan se incomoda cada vez mais com a liberdade limitada e oscila constantemente entre o dever de ficar em casa e o desejo de ganhar as ruas. As lembranças da juventude aventureira ganham ainda mais força com a presença de Neto, um jovem de 18 anos que leva a mesma vida que de Ivan, antes do seu encarceramento. Nas horas vagas, os dois curtem a semiliberdade de Ivan fumando maconha, ouvindo rap e assistindo a filmes de ação na TV. Ivan ainda é atraído pelas festas e pelas aventuras da cidade, mas depois de oito anos preso, ele também já sabe que violar a lei tem um preço alto.


"'Corpo Delito'" é um filme híbrido, que se vale tanto de recursos do documentário observacional quanto do roteiro de ficção. O conflito e a tensão dramática do filme conduzem essa experiência aos moldes da ficção, enquanto a irregularidade de tal curva lembra ao espectador de que ele está diante de uma matéria estranha, frequentemente aquém do que se espera de uma ficção propriamente dita. A estética adotada tenta potencializar a experiência de encontro do espectador com o protagonista - um homem com um passado criminoso sobre quem todos formularão opiniões e julgamentos, ao mesmo tempo em que descobrirão que o desconhecem profundamente", explica o diretor.

A contradição de uma liberdade monitorada intensifica ainda mais este conflito. Dirigido por Pedro Rocha e roteirizado por Diego Hoefel, o longa chega aos cinemas em 07/12/2017 pelo Projeto Vitrine Petrobras. Antes disso, o filme será exibido na Mostra Contemprânea Brasileira do Forumdoc.Bh, que acontece em Belo Horizonte de 23/11 a 03/12/2017.

Fonte: Vitrine Filmes (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA EM SÃO PAULO 2017 | Evento anuncia finalistas ao Troféu Bandeira Paulista

Após oito dias de programação, a 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo anuncia os filmes da seção "Competição Novos Diretores" mais votados pelo público. Os 14 títulos começaram a ser vistos pelo Júri Internacional, que escolherá os vencedores do Troféu Bandeira Paulista  - uma criação da artista plástica Tomie Ohtake - nas categorias melhor filme de ficção, melhor documentário e outras, se o desejar - o resultado será divulgado em cerimônia de premiação no encerramento da Mostra, no dia 01/11/2017.


Responsável pela eleição dos vencedores entre os finalistas eleitos pelo público, o Júri Internacional, em 2017, é formado pelo cineasta israelense Eran Riklis, o diretor argentino Diego Lerman, o realizador alemão Henk Handloegten, a apresentadora, atriz e diretora brasileira Marina Person e o produtor português Luís Urbano. Confira a relação dos filmes finalistas:

  •  A ARTE DE AMAR (Sztuka Kochania), de Maria Sadowska – POLÔNIA;
  • A FLORESTA (Les), de Roman Zhigalov – RÚSSIA;
  • A JORNADA FINAL (Leanders Letzte Reise), de Nick Baker-Monteys – ALEMANHA;
  • ALÉM (Daha), de Onur Saylak – TURQUIA;
  • CUSTÓDIA (Jusqu'à La Garde), de Xavier Legrand – FRANÇA;
  • DEDE (Dede), de Mariam Khatchvani – GEÓRGIA / CATAR / IRLANDA / HOLANDA / CROÁCIA;
  • DJANGO (Django), de Etienne Comar – FRANÇA;
  • MEU TIO E O JOELHO DE PORCO (foto), de Rafael Terpins – BRASIL;
  • MULHERES DIVINAS (Die Göttliche Ordnung), de Petra Volpe – SUÍÇA;
  • O BEIJO NO ASFALTO (foto), de Murilo Benício – BRASIL;
  • O PACTO DE ADRIANA (El Pacto de Adriana), de Lissette Orozco – CHILE;
  • O ÚLTIMO TRAJE (El Último Traje, foto), de Pablo Solarz – ESPANHA / ARGENTINA;
  • OH LUCY! (Oh Lucy!, foto), de Atsuko Hirayanagi – JAPÃO / EUA;
  • SEM DATA, SEM ASSINATURA (Bedoune Tarikh, Bedoune Emza, foto), de Vahid Jalilvand – IRÃ.


Fonte: 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo (via press-release)

0 comentários:

Aida Garifullina,

FESTIVAL ÓPERA NA TELA 2017 | Divulgada programação oficial do evento

Sucesso em 2015 e 2016, o Festival Ópera na Tela entrou na agenda cultural carioca da primavera, agora com mais dois dias de programação, até 08/11/2017. Em uma tenda de cristal montada ao ar livre no Parque Lage (RJ), os amantes e entusiastas da ópera poderão assistir a 12 óperas inéditas recentes, apresentadas em teatros de Paris, Munique, Milão, Barcelona e festivais líricos como de Aix en Provence e Taormina. Entre as obras, o público terá a oportunidade única e exclusiva de conhecer ou rever a integral da Tetralogia de Wagner ("O Anel do Nibelungo") em quatro óperas apresentadas durante quatro noites. Nos dias 30 e 31/10/2017, duas óperas: Don Giovanni (foto) e Carmen podem ser assistidas gratuitamente, às 19h30m - retirada de senhas no local.

Após as exibições no telão, o Festival Ópera na Tela chega aos cinemas em mais de 20 cidades brasileiras e fica até outubro de 2018, com uma seleção de 11 óperas, sendo seis delas obras que antes passaram pelo Parque Lage e outras cinco inéditas.

No RJ, além da programação a céu aberto e nos cinemas, o festival promove, em parceria com a Sala Cecília Meireles, um recital da elogiada soprano sul-africana Pumeza Matshikiza, estrela em ascensão e madrinha do Festival Ópera na Tela 2017, que estará no país pela primeira vez - a apresentação será na Sala Cecília Meirelles, na Lapa (RJ), e os ingressos poderão ser adquiridos no local. Como em anos anteriores, será oferecida uma masterclass com Raphaël Sikorski, renomado técnico vocal francês, responsável pelo treinamento dos principais nomes da ópera da atualidade. A Masterclass será encerrada com a realização de um recital aberto ao público no dia 31/10, que acontecerá no auditório do Instituto Italiano de Cultura com entrada gratuita.

Festival Ópera na Tela realiza também ações educativas coordenadas pelo maestro Ricardo Prado, especialista em educação musical.

Um dos principais destaques da programação exclusiva no Parque Lage é a integral do "Anel do Nibelungo" de Wagner, pela reconhecida companhia Fura dels Baus, sob a batuta de Zubin Mehta. Na maratona de quatro noites seguidas, será exibida a tetralogia pouco produzida e conhecida do público.

Já a parceria com o Festival de Aix en Provence permitirá oferecer gratuitamente ao público brasileiro duas das mais belas produções do verão europeu: Carmen, numa criação muito audaciosa e aclamada pela crítica do diretor russo Dmitri Tcherniakov, e um Don Giovanni animado e picante, dirigido pelo francês Jean-François Sivadier.

Outro destaque da programação é a volta aos palcos de Jonas Kaufmann, com uma das produções mais esperadas da Ópera de Paris este ano: Don Carlos. Filmada no dia 19/10/2017 na Ópera da Bastilha, em Paris, o Festival exibe a obra dias após sua estreia francesa.

Entre os outros títulos estão obras populares, revisitadas pelos maiores diretores do momento: a coreógrafa belga Anne Teresa de Keermaeker, traz Così Fan Tutte, uma aposta ousada e difícil ao misturar dança e canto; Robert Carsen exibe uma  versão estética, inteligente e engraçada de  Rigoletto (Barcelona) e o espetacular Contos de Hoffmann (Paris);  Peter Stein, que restitui magnificamente o clima original do conto de fadas de Schikaneder que inspira a Flauta Mágica, ou ainda Enrico Castiglione, que escolhe o Teatro Antigo de Taormina para apresentar uma La Bohème enraizada na ardente e trágica atualidade da região, já que se passa num campo de refugiados, com a notável soprano jovem mexicana Karen Gardeazabal, recentemente revelada por Placido Domingo. Sem esquecer Alex Ollé (La Fura dels Baus), também inspirado no lado sombrio da atualidade, já que situa seu Navio Fantasma no inferno do porto de Chittagong, em Bangladesh.

A seleção também inclui obras raramente apresentadas, como a russíssima Donzela da Neve de Rimsky Korsakov, dirigida por Dmitri Tcherniakov na Ópera da Bastilha, que nos faz descobrir o imenso talento da delicadíssima soprano Aida Garifullina; A Favorita de Donizetti, vivida por uma Elīna Garanča com sua potente força vocal e cênica, e Um Baile de Máscaras de Verdi, perfeitamente orquestrado pelo grande mestre Zubin Mehta que comemora, na ocasião, suas 80 primaveras e consagra Anja Harteros numa Amelia excepcional.

Finalmente, se ainda for preciso provar que a ópera não é uma arte presa à tradição, vamos comemorar sua aliança com o digital, apresentando uma seleção de obras da "Troisième Scène", uma iniciativa da Ópera de Paris que oferece a artistas de todos os horizontes a oportunidade de produzir um curta-metragem sobre sua visão da ópera.

A produção é da Bonfilm, responsável pelo Festival Varilux de Cinema Francês, que em 2017 chegou a 55 cidades e levou 180 mil pessoas aos cinemas.

>>> Serviço
Festival Ópera na Tela
Data: de 28/10 a 08/11/2017 às 19h30m (Dias 30 e 31/10/2017 - entrada gratuita)
Local: Parque Lage - R. Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico
Ingressos: R$24 (inteira) e R$12,50 (meia)
Capacidade: 400 lugares
Classificação indicativa: Livre ou 14 anos, dependendo da obra.

Com patrocínio master do Sofitel Hotels & Resorts, patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS, patrocínio da EDF Norte Fluminense, da Edenred e Ticket, e copatrocínio do BNP Paribas e da MedRio, o espaço contará com cadeiras confortáveis, tela gigante, som e imagem de alta qualidade para proporcionar ao público uma experiência, mais uma vez, inesquecível.

Fonte: Bonfilm (via press-release)

0 comentários:

Jigsaw,

JOGOS MORTAIS | Novo filme recebe censura 18 anos no Brasil!

"Jogos Mortais" ('Saw'), a maior franquia de terror, que entrou no Guiness World Records com US$874 milhões de dólares arrecadados em bilheterias no mundo todo, retorna às telas de cinema do Brasil com seu novo filme “Jogos Mortais: Jigsaw” ('Jigsaw'), após um hiato de sete anos.

Conhecido pelos jogos de tortura com diferentes tipos de mortes, de 2004 a 2010 os fãs da franquia se perguntam: “Será que Jigsaw morreu?”.

O novo filme estreou em 27/10/2017 internacionalmente, em primeiro lugar, à frente de outras estreias em países da América Latina e Estados Unidos. A boa marca com o público norte-americano, que acumula US$ 16,25 milhões em bilheteria até o momento, só reforça a força do lançamento.

Com uma qualidade de produção acima da média, o longa não escapou do Ministério da Justiça. Mesmo com a adoção de recursos, a recomendação do órgão é que apenas os espectadores a partir de 18 anos assistam a nova fase aterrorizante de Jogos Mortais.

Com distribuição nacional Paris Filmes, o longa “Jogos Mortais: Jigsawestreia em circuito nacional em 30/11/2017.

Fonte: Paris Filmes (via press-release)

0 comentários:

Bruno de Luca,

OS PARÇAS | Divulgado novo cartaz da comédia brasileira

"Os Parças" - nova comédia dirigida por Halder Gomes (de “O Shaolin do Sertão”) - ganhou cartaz estampado pelo quarteto Tom Cavalcante, Whindersson Nunes, Tirullipa e Bruno de Luca. Confira:

Cartaz oficial (Divulgação)

Na trama, a Rua 25 de Março - em São Paulo - é pano de fundo de “Os Parças”. O roteiro assinado por Claudio Torres Gonzaga conta as furadas em que vão se meter Toinho (Tom Cavalcante), Ray Van (Whindersson Nunes), Pilôra (Tirullipa) e Romeu (Bruno de Luca) depois de serem obrigados a participar de um golpe orquestrado por Mário (Oscar Magrini), um malandro que criou uma empresa de casamentos falsa em plena 25. Passados para trás por Mário, que foge com todo o dinheiro pago para realização do casamento de Cintia (Paloma Bernardi), filha de Vacário (Taumaturgo Ferreira), o maior contrabandista da 25, os quatro amigos vão ter que se virar. Eles precisam organizar uma festa de luxo sem nenhum dinheiro no bolso e sob a constante ameaça do trambiqueiro e seus capangas.

No elenco estão ainda André Bankoff, Carolina Chalita, Carlos Alberto de Nóbrega e Marcos Oliveira, com participações especiais do cantor Wesley Safadão e do jogador Neymar Jr.

Produzido pela Formata Produções, coproduzido pela Fox Film do Brasil e pelo Telecine, o longa tem distribuição da Downtown Filmes / Paris Filmes e estreia em 30/11/2017.

Fonte: Paris Filmes (via press-release)

0 comentários:

Ana de Armas,

NO LIMITE | Filme com Scott Eastwood já tem cartaz e trailer

Andrew e Garret Foster não são apenas pilotos excepcionais, mas são também conhecidos por serem os melhores ladrões de carros do mundo. Excitante, rápido e sexy, "No Limite" - dirigido por Antonio Negret - se passa em Marselha (França) onde os irmãos são peritos em roubo de carros clássicos. E esses irmãos, vindos de partes diferentes do mundo, com cabeças e estilos diferentes mas trabalhando juntos, roubam a joia da coleção do chefe da máfia local, um raríssimo Bugatti 1937, de valor inestimável. Esse chefe da máfia decide usar seus talentos em seu favor e contra o seu inimigo de longa data. Mas, quando entram nesse jogo, eles estavam interessados em um plano muito mais desafiador...

>>> Clique AQUI para assistir o trailer!
Cartaz oficial (Divulgação)

Sobre as filmagens, Scott Eastwood (foto) diz: "Gostei de tudo. Gostei da ideia de um filme original sobre grandes roubos, porque hoje em dia são todos remakes. Achei que era um conceito original e gostei muito da ideia de filmar na Riviera Francesa".

"No Limite" é um filme que combina dois grandes tons. De um lado, é um filme moderno, jovem, divertido, energético e comercial. Do outro lado, no entanto, possui um sentimento muito nostálgico. Para o diretor Antonio Negret, "foi a oportunidade de fazer um filme que tivesse ambas as coisas, para uma audiência mais jovem, mas que tem o espírito dos filmes que amo tanto".

Além de Eastwood, o filme traz os atores Freddie Thorp e Ana de Armas. "No Limite" estreia em 30/11/2017 nos cinemas brasileiros.

Fonte: California Filmes (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA EM SÃO PAULO 2017 | Documentário sobre bailarino brasileiro tem pré-estreia no evento

Uma das novidades do canal pago HBO para 2018, o documentário "Primeiro Bailarino" terá pré-estreia na 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, com sessões nos dias 27, 28 e 30/10/2017. O longa sobre o bailarino brasileiro Thiago Soares (foto) estreia somente em 14/01/2018 com exclusividade no canal pago MAX.

O documentário conta como a trajetória de Soares foi definida pela sua capacidade de desafiar os próprios limites e de se reinventar, passando de dançarino de hip-hop a principal bailarino do Royal Ballet de Londres e acompanha Thiago Soares nos ensaios e bastidores da Royal Opera House, em Londres, em que o bailarino aparece ao lado de consagrados nomes da dança contemporânea.

Também o acompanha em seu grande desafio de retornar aos palcos brasileiros para uma série de apresentações em diversas capitais, incluindo Rio de Janeiro, seu estado natal. Entre incessantes ensaios e magníficos espetáculos, o documentário revela as múltiplas facetas e desafios vividos por Thiago, que saiu do anonimato e chegou até o topo de uma das mais aclamadas companhias de balé do mundo. Grandes nomes da dança - como Deborah Colker, Alessio Carbone e Marianela Núñes - participam do filme, dirigido por Felipe Braga.

"Primeiro Bailarino" é produzido por Roberto Rios, Paula Belchior e Patricia Carvalho - da HBO Latin America Originals - e Felipe Braga, Rita Moraes e Alice Braga - da Los Bragas -, com recursos da Condecine – Artigo 39. O filme tem duração de 90 minutos e classificação etária de 12 anos. O documentário será distribuído com exclusividade pela HBO Latin America.

>>> SERVIÇO - "Primeiro Bailarino" na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo:

  • Dia 27/10/2017, às 22h, no Espaço Itaú de Cinema – Augusta / Sala 1 - Rua Augusta, 1475;
  • Dia 28/10/2017, às 13h30, no Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca / Sala 3 - Rua Frei Caneca, 569;
  • Dia 30/10/2017, às 15h10, no Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca / Sala 5 - Rua Frei Caneca, 569.


Fonte: HBO (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

LYGIA FAGUNDES TELLES | Documentário sobre escritora brasileira já tem data de estreia

O que faz de uma escritora com mais de 80 anos de atividade literária, ainda contemporânea? Como suas obras estabelecem diálogo com jovens gerações de blogueiras e ativistas de diversas causas ao mesmo tempo em que mergulha numa cidade de São Paulo que já não existe mais? Por meio de um passeio das câmeras da TV Cultura pela São Paulo da década de 1940 e de hoje, o documentário "Lygia - Uma Escritora Brasileira" faz um mergulho nos fragmentos de memória da cidade e da própria escritora.
Cartaz oficial (Divulgação)

Utilizando o vasto material de arquivo disponível no acervo da TV Cultura sobre Lygia Fagundes Telles (foto) e, ao mesmo tempo, conversando com personagens que pontuaram e ainda pontuam a história da autora e sua obra, o documentário traz ao espectador facetas pouco conhecidas da escritora.

Participações de Tati Bernardi, Paulo Werneck, Jô Soares, Maria Adelaide AmaralIgnácio de Loyola BrandãoWalnice Nogueira Galvão, Isabella Lubrano, Daniela Glamour GarciaJosé Renato NaliniLucia Telles, Margarida Gorecki Zanelato - estas últimas, netas de Lygia -, dentre outros.

Com duração de 75 minutos, "Lygia - Uma Escritora Brasileira" é mais um documentário realizado pela equipe da TV Cultura, dirigido por Helio Goldsztejn com roteiro de Eneas Carlos Pereira e chega aos cinemas em 23/11/2017.

Fonte: TV Cultura (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

CINEMA | Nona edição da Semana divulga programação oficial

Um dos principais festivais de cinema do Brasil, voltado para a exibição e discussão da produção brasileira contemporânea de curta, média e longa metragem, anuncia os filmes selecionados para a sua nona edição, que será realizada entre 16 e 22/11/2017 no Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo (RJ). A Semana (que até o ano passado se chamava Semana dos Realizadores) reunirá 56 produções de vários estados brasileiros que serão exibidas na mostra competitiva e em sessões especiais, além de duas mostras convidadas compostas por filmes nacionais e internacionais, vindos de países como Estados Unidos, Inglaterra, Argentina, França e Alemanha. Este ano, o evento recebeu a inscrição de 132 longas-metragens e 760 curtas-metragens, um aumento de 30% no total de filmes em relação a 2016.

Diferentemente dos anos anteriores, a Semana começa esta edição com um dia inteiro de sessões de abertura, todas gratuitas. A programação começa às 17h, com o curta "O Golpe em 50 cortes ou o corte em 50 golpes" - de Lucas Campolina - e o longa "Escolas em luta", de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli. Às 17h, a Semana apresenta uma sessão especial Irmãos Carvalho, com a exibição de dois curtas (dentre eles "Chico", prêmio de melhor direção no último Festival de Brasília) da dupla do Morro do Salgueiro. Às 21h, é a vez do premiado "Arábia", de Affonso Uchôa e João Dumans (Minas Gerais), um dos mais celebrados e aguardados filmes de 2017. O longa, que acompanha a trajetória de um trabalhador marginalizado, foi o vencedor da 50ª edição do Festival de Brasília do Cinema e destaque em festivais como Roterdã e IndieLisboa.

Para a mostra competitiva, foram selecionados 16 filmes, entre eles "Café com Canela", de Ary Rosa e Glenda Nicácio (Bahia), vencedor do prêmio de melhor filme do júri popular do Festival de Brasília; "Antônio, um, dois, três" (Ceará), primeiro longa de Leonardo Mouramateus, que chega ao Rio depois de participar de festivais importantes como o de Roterdã, IndieLisboa e CPH PIX; "Era uma vez, Brasília", de Adirley Queirós, que recebeu o prêmio de melhor direção no Festival de Brasília; "Pazucus: a ilha do desarrego", um provocante exemplar do terror catarinense; e "Resiliência", novo curta do artista visual Marcellvs. O longa "66 Kinos", do alemão Philipp Hartmann, faz sua estreia carioca no encerramento do evento.

Fazer uma seleção de menos de 40 filmes, recebendo mais de 750 curtas e 130 longas, não é tarefa simples. Mas neste ano, penso que a dificuldade foi bem além das questões numéricas. Enquanto o país está em convulsão, aturdido pelos golpes que se sucedem, o cinema pulsa forte. Várias questões fundamentais têm pautado discussões acaloradas na área e a Semana não pode se furtar a participar, como festival que busca não apenas exibir, mas propor reflexões sobre o cinema brasileiro contemporâneo”, declara Daniel Queiroz, programador da Semana. “Quero acreditar que o recorte realizado para a programação da 9a edição do festival aponta para caminhos bem particulares e interessantes. O mundo parece enfermo, mas o cinema está bem vivo!”, conclui.

Veja a lista completa abaixo:

>>> MOSTRA COMPETITIVA

  • - Antônio, um, dois, três, dir. Leonardo Mouramateus, 96 min, 2017, CE
  • - Ava Yvy Vera – A terra do povo do raio, dir. Genito Gomes, Valmir Gonçalves Cabreira, Jhonn Nara Gomes, Jhonatan Gomes, Edina Ximenez, Dulcídio Gomes, Sarah Brites, Joilson Brites, 52 min, 2016, MG
  • - Baronesa, dir. Juliana Antunes, 73 min, 2017, MG
  • - Café com canela, dir. Ary Rosa e Glenda Nicácio, 102 min, 2017, BA
  • - Era uma vez, Brasília, dir. Adirley Queirós, 100 min, 2017, DF
  • - Histórias que nosso cinema (não) contava, dir. Fernanda pessoa, 79 min, 2017, SP
  • - Música para quando as luzes se apagam, dir. Ismael Caneppele, 70 min, 2017, RS
  • - Não há foz, não há nascente, dir. Valentina Homem, 19 min, 2017, RJ
  • - Operações de garantia da lei e da ordem, dir. Julia Murat, 83 min, 2017, RJ
  • - Pazucus: a ilha do desarrego, dir. Gurcius Gewdner, 110 min, 2017, SC
  • - O peixe, dir. Jonathas de Andrade, 23 min, 2017, PE
  • - Poesia na guerra, dir. Fernando Salinas, 2 min, 2017, RJ
  • - Real Conquista, dir. Fabiana Assis, 14 min, 2017, GO
  • - Resiliência, dir. Marcellvs, 24 min, 2017, Brasil/Islândia
  • - Travessia, dir. Safira Moreira, 5 min, 2017, RJ
  • - Vai e vem, dir. Louise Botkay, 31 min, 2017, RJ


>>> SESSÕES ESPECIAIS

  • - 66 Kinos, dir. Philipp Hartmann, 98 min, 2016, Alemanha
  • - Ano passado eu morri, dir. Rodrigo de Oliveira, 25 min, 2017, ES
  • - Arábia, dir. Affonso Uchôa e João Dumans, 96 min, 2017, MG
  • - Ausência de memória, dir. Rita Piffer, 12 min, 2017, RJ
  • - The Beast, dir. Michael Wahrmann e Samantha Nell, 23 min, 2017, SP
  • - Boa noite, Charles, dir. Irmãos Carvalho, 19 min, 2016, RJ
  • - Chico, dir. Irmãos Carvalho, 22 min, 2016, RJ
  • - Escolas em luta, dir. Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli, 76 min, 2017, SP
  • - Eu sou o Rio, dir. Anne e Gabraz, 75 min, 2017, RJ
  • - Festejo muito pessoal, dir Carlos Adriano, 9 min, 2017, SP
  • - O Golpe em 50 cortes ou o corte em 50 golpes, dir. Lucas Campolina, 9 min, 2017, MG
  • - Inocentes, dir. Douglas Soares, 18 min, 2017, RJ
  • - Jacarepaguá, dir. Maria Ganem, 5 min, 2017, RJ
  • - Landscape, dir. Luiz Rosemberg Filho, 16 min, 2017, RJ
  • - Latifúndio, dir. Érica Sarmet, 12 min, 2017, RJ
  • - Ligia, dir. Nuno Ramos, 5 min, 2017, SP
  • - Mamata, dir. Marcus Curvelo, 30 min, 2017, BA
  • - Mehr Licht, dir. Mariana Kaufman, 11 min, 2017, RJ
  • - A moça do calendário, dir. Helena Ignez, 86 min, 2017, SP
  • - O olho do cão, dir. Samuel Lobo, 20 min, 2017, RJ
  • - A passagem do cometa, dir. Juliana Rojas, 19 min, 2017, SP
  • - Vando, vulgo, vedita, dir. Andréia Pires e Leonardo Mouramateus, 20 min, 2017, CE

- CURADORIAS CONVIDADAS

>>> ANACRONIAS, por Victor Guimarães

  • - Paris est une fête, dir. Sylvain George, 95 min, 2017, França
  • - Broken Tongue, dir. Monica Savirón, 3 min, 2013, Alemanha/EUA
  • - Answer Print, dir. Monica Savirón, 5 min, 2013, Alemanha/EUA
  • - Second Sighted, dir. Deborah Stratman, 5 min, EUA
  • - The Illinois Parables, dir. Deborah Stratman, 60 min, EUA
  • - Tan atentos, dir. Eduardo Williams, 8 min, 2011, Argentina
  • - Pude ver un puma, dir. Eduardo Williams, 18 min, 2011, Argentina
  • - El ruido de las estrellas me aturde, dir. Eduardo Williams, 20 min, 2012, Argentina
  • - Que je tombe tout les temps?, dir. Eduardo Williams, 20 min, 2012, Argentina
  • - J’ai oublié!, dir. Eduardo Williams, 28 min, 2013, Argentina
  • - Sleep has her house, dir. Scoot Barley, 90 min, 2016, Reino Unido


>>> NÃO ACREDITO EM NENHUM DEUS QUE NÃO SAIBA DANÇAR, Por Patricia Mourão

  • - Cais do corpo, dir. Virginia de Medeiros, 7 min, 2015, RJ
  • - Rio de Janeiro, dir. Luiz Roque, 5 min, 2016, SP
  • - Superquadra-Sací, dir. Cristiano Lenhardt, 10 min, 2015, PE
  • - Teta lírica, dir. Marie Canrangi, 5 min, 2016, PE
  • - Faz que vai, dir. Bárbara Wagner e Benjamin Burca, 12 min, 2016, PE
  • - Funk Staden, dir. Dias & Riedweg, 14 min, 2007, Alemanha/Brasil
  • - Archichroma (new Romanticism to somber times), dir. Pedro França, 17 min, 2017, SP

A Semana foi criada em 2009 - com o nome Semana dos Realizadores - tendo o objetivo de dar mais espaço aos filmes de uma nova geração de realizadores brasileiros, com a organização de exibições e debates. Hoje a Semana aposta em obras que estejam em sintonia com questões contemporâneas, que provoquem discussões sociais, políticas e estéticas, e também se arrisquem na linguagem cinematográfica. Em todas as suas edições, o evento já exibiu mais de 320 filmes, de cerca de 22 estados brasileiros.

>>> SERVIÇO
9ª Semana – Festival de Cinema
De 16 a 22/11/2017
Espaço Itaú de Cinema - Rio de Janeiro
Praia de Botafogo, 316 - Botafogo
Ingressos: R$ 6 (meia-entrada) e R$ 12

>>> Para maiores informações, acesse o site oficial. O evento é produzido pela Jurubeba Produções e tem patrocínio da RioFilme.

Fonte: Semana – Festival de Cinema (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

FILMA SÃO PAULO | Novo programa de incentivo ao cinema já está em vigência

O Secretário da Cultura do Estado de São Paulo, José Luiz Penna, recebeu profissionais ligados ao audiovisual para apresentar um conjunto de ações voltadas à produção audiovisual paulista. Batizado de “Filma São Paulo”, o programa inclui novidades em toda a cadeia de produção do audiovisual – do desenvolvimento à distribuição das obras.

Penna assinou a resolução nº 50 - de 29 de setembro de 2017 - que formaliza o Programa de Fomento ao Cinema Paulista e regulamenta o aporte de incentivo fiscal das empresas estatais na produção e finalização de projetos cinematográficos de longa-metragem. A resolução é válida também para outras empresas, de natureza pública ou privada, que queiram aportar recursos incentivados no Programa de Fomento ao Cinema Paulista.

O incentivo fiscal via estatais já vinha sendo realizado desde a criação do programa, em 2003. No entanto, a assinatura da resolução formaliza e garante verba para os próximos anos.

A garantia de aplicação de recursos do Estado, por meio da Lei do Audiovisual, é necessária para a produção cinematográfica paulista. Muitos dos projetos já apoiados em anos anteriores ganharam projeção e reconhecimento internacional. Além disso, o cinema tem uma função importantíssima no cenário econômico em que estamos: é uma atividade que gera muitos empregos. Por isso, essa resolução assegura o repasse de valores para o cinema paulista, e isso é somente parte do legado que queremos deixar para o audiovisual”, afirma o secretário José Luiz Penna.

Penna também anunciou a criação de uma Film Commission que tem o objetivo de colocar as cidades de São Paulo como vitrine para produções internacionais. Os municípios interessados em integrar a Film Commission deverão se inscrever em chamamento público e criar incentivos para a produção, que podem ser desde alimentação, hospedagem e transporte até recursos financeiros. “O estado de São Paulo possui cenários que permitem filmar períodos históricos e contextos diversos. A visibilidade conferida aos municípios através das obras cinematográficas fomenta o turismo e ajuda a gerar emprego e renda”, afirma o secretário-adjunto Romildo Campello.

A etapa de distribuição e difusão das obras cinematográficas produzidas com patrocínio do Governo do Estado ganha novo impulso com o “Filma São Paulo”. Em parceria com a Spcine, que ajudará a compor a programação, os auditórios do MIS-SP, Memorial da América Latina, Biblioteca de São Paulo e Biblioteca Parque Villa-Lobos, instituições do Governo do Estado de São Paulo, receberão o “Circuito de Cinema Paulista”, programação de filmes com ingressos gratuitos ou a preços populares. Com isso, a Secretaria da Cultura do Estado passa a integrar o circuito Spcine, rede de salas de cinema da Prefeitura de São Paulo.

Fonte: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

HISTORIETAS ASSOMBRADAS | Longa animado terá game com download gratuito!

"Historietas Assombradas - O Filme" - dirigido por Victor-Hugo Borges, que estreia em 02/11/2017 nos cinemas - também ganhará um game para chamar de seu. "Historietas Assombradas - A Maldição de Skullheart" foi desenvolvido pela Pocket Trap e teve supervisão do próprio diretor do longa animado. O game contém vários elementos do filme, como cenários e personagens, mas sem dar spoilers da produção. O jogador terá que ajudar Pepe a escapar de armadilhas e combater os inimigos comandados pelo vilão mascarado, que quer capturá-lo a todo custo.

Com lançamento previsto para o mesmo dia da estreia do longa, o jogo é gratuito e poderá ser baixado nas plataformas iOS (iPhone, iPad através da App Store) e Android (disponível no Google Play).

O game nasceu de um edital da Spcine chamado Batalha Animada: "Após o resultado do edital, conversamos com a Glaz (produtora de Historietas Assombradas), e eles deram a sugestão de produzir o jogo com a temática do filme, que estava no final de sua produção. Adoramos a oportunidade e abraçamos a ideia, produzindo e adaptando o protótipo que tínhamos do edital para aproximar o jogo do longa-metragem" - conta Henrique Alonso, criador do jogo.

"Historietas Assombradas - O Filme" é o primeiro longa de animação dirigido por Victor-Hugo Borges, produzido pela Glaz, animado no Copa Studio e com distribuição da Vitrine Filmes. O filme baseado na já cultuada séria brasileira 'Historietas Assombradas (para Crianças Malcriadas)', exibida no Cartoon Network e na TV Brasil com grande sucesso, chegando a ser a maior audiência dos canais.

Fonte: Vitrine Filmes (via press-release)

0 comentários:

Camilla Rutherford,

TRAMA FANTASMA | Último filme com Daniel Day-Lewis ganha primeiro trailer

Vencedor do Oscar por suas atuações em “Sangue Negro” e “Lincoln”, Daniel Day-Lewis retoma a parceria com o diretor Paul Thomas Anderson para dar vida a um estilista britânico em “Trama Fantasma” ('Phantom Thread'), drama que chega aos cinemas apenas em fevereiro de 2018 pela Universal Pictures.

>>> Clique AQUI para assistir o primeiro trailer!
Cartaz oficial (Divulgação)

Ambientada na Londres dos anos 1950, a produção resgata o glamour e a alta costura da época e apresenta a vida de Reynolds Woodcock, um estilista confiante e focado que tira inspiração das mulheres que, constantemente, entram e saem de sua vida. Acostumado a vestir a realeza, estrelas de cinema, socialites e damas, Woodcock vê sua trama perder o rumo quando se envolve com Alma (Vicky Krieps), uma jovem forte que logo se torna um acessório necessário para sua vida e carreira, como musa e amante.

Além de Day-Lewis - que encerra sua premiada carreira com “Trama Fantasma” -, o filme ainda conta com a participação de Lesley Manville e Camilla Rutherford.

Fonte: Universal Pictures (via press-release)

0 comentários:

André Pellenz,

GOSTO SE DISCUTE | Comédia brasileira mostra bastidores de um restaurante

Se comer é um dos maiores prazeres da vida, cozinhar é uma arte. Mas pouca gente conhece a loucura que acontece nos bastidores até o prato chegar à mesa do cliente. Em cena recém-divulgada de “Gosto Se Discute”- filme dirigido por André Pellenz (do sucesso "Minha Mãe É Uma Peça") que chega aos cinemas em 09/11/2017 -, o chef Augusto (Cassio Gabus Mendes) propõe um método mais zen à equipe. O cozinheiro Reginaldo (Zéu Britto, foto) embarca na ideia de cara.

>>> Clique AQUI para assistir!

Na trama, Augusto (Cassio Gabus Mendes) é o famoso chef de um restaurante que já viveu dias de glória e agora precisa lidar com a decadência, enfrentando até a concorrência de um “food truck” recém-instalado do outro lado da rua. Para piorar, um banco, sócio do restaurante, envia Cristina (Kéfera Buchmann), uma auditora que quer promover uma verdadeira revolução no local. Desafiado, o chef tem que provar que ainda está em forma, mas acaba perdendo o paladar justamente na hora que precisa criar o novo cardápio.

Fonte: Imagem Filmes (via press-release)

0 comentários:

Cine Ceará,

NINGUÉM ESTÁ OLHANDO | Filme vencedor do Cine Ceará ganha trailer e data de estreia

Dirigido pela argentina Julia Solomonoff,​ o filme "Ninguém Está Olhando" estreia em 23/11/2017 nos cinemas brasileiros e ganha seu primeiro trailer.

>>> Clique AQUI para assistir!

Na trama, Nico, um ator argentino de televisão de sucesso em seu país, tenta sorte em Nova York, mas logo descobre que não encaixa no clichê do ator latino. Sua boa aparência o ajuda a esconder a solidão e a vida precária. Ele sobrevive de bicos e trabalhando como baby-sitter, cuidando do menino Theo. Conhece um grupo de babás latinas no parque que frequenta e entra em contato com as experiências dos imigrantes, muito mais difícil que o confronto com a natureza destrutiva de seu autoexílio.

Com estreia mundial na seleção oficial do Festival de Tribeca de Nova York - onde conquistou o prêmio de Melhor Ator para Guillermo Pfening (foto), que dá vida ao protagonista Nico -, "Ninguém Está Olhando" foi o grande vencedor do Cine Ceará e recentemente esteve na edição 2017 da Mostra Latina do Festival do Rio.​

Uma coprodução brasileira da Taiga Filmes - de Lucia Murat - e distribuição da Vitrine Filmes no Brasil, o filme ainda conta com a música do brasileiro Sacha Amback, responsável pela trilha de vários filmes dirigidos por Murilo Salles.

Fonte: Vitrine Filmes (via press-release)

0 comentários:

Cinema do Brasil,

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA EM SÃO PAULO 2017 | Ator Paulo José é homenageado no festival

A carreira de Paulo José (foto) contada em forma de poesia. O documentário "Todos os Paulos do Mundo" - dirigido por Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira - traz um panorama da trajetória de um dos maiores atores dos palcos e das telas do Brasil. O filme será exibido durante a Mostra Internacional de Cinema de SP e contará com a presença do ator, que será homenageado pelo festival.

Produzido por Vania Catani - da Bananeira Filmes - e distribuído pela Vitrine Filmes, o longa mistura imagens de arquivo da extensa carreira de Paulo com momentos atuais, navegando por estilos diversos de documentário sem a preocupação da biografia estrita, numa relação poética livre entre o ator Paulo José, seu legado material e seu autorretrato verbal, mediado pelos realizadores.

Presente no imaginário brasileiro desde os anos 1960, os personagens de Paulo José incorporam as inúmeras tradições e contradições do caráter nacional, dessa maneira, além de um documento sobre o artista, "Todos os Paulos do Mundo" lança uma visão sobre o passado recente do Brasil. Ator símbolo dos tempos que atravessou, é, ao mesmo tempo, testemunha e agente das transformações acontecidas no último meio século da nossa história.

Ele traduziu tanto a imagem do espírito livre dos anos 1960 (nos filmes com Domingos de Oliveira, 'Todas as Mulheres do Mundo' e 'Edu, Coração de Ouro') quanto a ressaca do golpe militar e a incorporação do desespero pós-AI-5 (em 'A Vida Provisória' - de Maurício Gomes Leite - e 'A Culpa', também de Domingos); acompanhou todos os movimentos do cinema brasileiro, da paródia "chanchadesca" de 'Cassy Jones, o Magnífico Sedutor' (de Luis Sérgio Person), aos dramas da era Embrafilme (como em 'O Rei da Noite', de Hector Babenco); esteve no coração da Retomada nos anos 1990, e seguiu trabalhando com uma nova geração de realizadores surgidas nos anos 2000; com gosto pelo popular, transmitiu da alegria do 'Shazam, Xerife & Cia' ao pesar do Orestes da novela "Por Amor" para milhões de brasileiros na televisão, onde, ainda, dirigiu inúmeros programas definidores do meio e cuja influência estética e conceitual se sente até hoje.

Fonte: Mostra Internacional de Cinema de SP (via press-release)

0 comentários:

Ali Fazal,

JUDI DENCH | Atriz comenta retorno à personagem em 'Victoria e Abdul'

Em vídeo inédito de bastidores, a atriz ganhadora do Oscar Judi Dench (foto) – protagonista de “Victoria e Abdul: O Confidente da Rainha” ('Victoria & Abdul') - comenta a experiência de voltar a interpretar a personagem-título, vinte anos depois de tê-la vivido em “Sua Majestade, Mrs. Brown”, papel que rendeu a atriz o Globo de Ouro de melhor atuação em 1998.

>>> Clique AQUI para assistir o vídeo

Tocada pela história, Dench confessa que se animou ao descobrir que iria interpretá-la novamente no cinema, agora ao lado do ator indiano Ali Fazal: “Pensei: 'Que maravilha poder revisitar isso!' [...] Há muitas coisas notáveis nessa amizade extraordinária. Acho que foi como uma maravilhosa injeção de juventude, entusiasmo e algo novo a aprender. Foi vital para ela”, explica a veterana atriz.   

Com direção de Stephen Frears, o filme apresenta a história real de uma amizade inesperada entre uma monarca e um jovem empregado que viaja para participar do Jubileu de Ouro e é surpreendido ao conhecer a própria Rainha. Ao se aproximarem, eles criam uma aliança improvável de dedicação e lealdade mútua, que afrontará o circulo doméstico da Rainha. Quando a amizade se aprofunda, Victoria começa a ver um mundo de mudanças através dos olhos de Abdul. A estreia em circuito comercial está marcada para 16/11/2017 no Brasil.

Fonte: Universal Pictures (via press-release)

0 comentários:

animação,

HISTORIETAS ASSOMBRADAS | Longa animado ganha cartazes inspirados em clássicos filmes de terror!

"Historietas Assombradas - O Filme" - dirigido por Victor-Hugo Borges - ganha cartazes inspirados nos clássicos do terror 'O Bebe de Rosemary', 'Poltergeist - O Fenomeno' e 'O Exorcista'. Confira:
Cartaz oficial (Divulgação)

O longa baseado na série de TV homônima, exibida pelo canal pago Cartoon Network, estreia nos cinemas em 02/11/2017. No filme, Pepe é um garoto de 12 anos que mora com a avó bruxa. Ao descobrir que é adotado e que seus pais verdadeiros estão vivos, ele resolve procurá-los. Mas essa busca pelos pais vai chamar a atenção de Edmundo, o vilão dessa história toda. Por ser biomecânico, ele precisa de usar a energia de Pepe para conquistar a imortalidade para sua espécie.

No time de dubladores estão nomes como Charles Emmanuel, Nádia Carvalho, Iara Riça, Oberdan Jr., Luiz Sérgio e Hélio Ribeiro.

"Historietas Assombradas - O Filme" é o primeiro longa de animação de Victor-Hugo Borges, produzido pela Glaz, animado no Copa Studio e com distribuição da Vitrine Filmes. O filme é baseado na já cultuada série brasileira animada 'Historietas Assombradas (para Crianças Malcriadas)', exibida no Cartoon Network e na TV Brasil com grande sucesso chegando a ser a maior audiência dos canais.

Fonte: Vitrine Filmes (via press-release)

0 comentários:

exposição,

EXPOSIÇÕES | Desenhos hiper-realistas de Kilian Glasner ganham mostra na Galeria Lume

Exposição Natureza Incontornável apresenta 15 trabalhos do artista recifense pós-retiro na região da Chapada Diamantina

Kilian Glasner: Distorções Psicodélicas (2017), pastel sobre papel, 132 x 198 cm

De longe, parece foto. De perto, também. Mas a verdade é que a ilusão gerada pelas criações de Kilian Glasner deixa a mente a milhão, em desenhos que parecem registrar o real. Na mostra Natureza Incontornável, que a Galeria Lume recebe entre 24 de outubro e 25 de novembro, o artista expõe 15 de seus trabalhos, concebidos depois de um retiro de quatro meses na região da Chapada Diamantina, na Bahia.

Sempre em busca pela conexão com o entorno, Kilian, que é conhecido por suas paisagens urbanas, dessa vez foi atrás da natureza. "Eu queria um lugar para me isolar do caos da cidade e também pesquisar a fundo a relação do ser humano com o meio ambiente. Em tempos em que tudo é mediado pela tecnologia, temos esse elo com o natural rompido. No entanto, chega uma hora que é preciso encarar a natureza de frente", explica ele, justificando, inclusive, o nome da mostra.

A escolha do lugar se deu de forma também natural. Fã do Parque Nacional, o pintor partiu para seu refúgio pela sexta vez, e sem data para voltar. Após meses de imersão total no ambiente, processo que envolveu dias a fio acampando sem um celular sequer por perto, ele voltou para seu ateliê no Recife com a cabeça cheia de ideias e, na mala, uma infinidade de registros fotográficos – base, de fato, para os seus desenhos.

A exposição, que tem curadoria de Paulo Kassab Jr., traz não um cartão postal do destino, mas sim, os contornos e as cores do que viu por lá. Em Distorções Psicodélicas, por exemplo, o avermelhado intenso é reflexo da cor dos rios da Chapada, repletos de ácido húmico – resultado da decomposição de matéria orgânica vegetal na região.

Além dos desenhos, Kilian expõe um vídeo que reúne fragmentos de suas incursões. A ideia é que sua obra possa ser exibida em devices como smartphones e tablets para que mais pessoas tenham acesso ao seu trabalho. "Não dá para fugir completamente da tecnologia, mas quem sabe não consigo levar um pouco de natureza a São Paulo?", brinca.

Sobre o artista

Natural de Recife, Kilian Glasner foi premiado no 39º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco, em 1999. Tem graduação e mestrado na École Nationale Superieure des Beaux-Arts, em Paris, onde morou de 2000 a 2007.

Retornou para Recife em 2007 e, no ano seguinte, apresentou uma mostra individual na Galeria Mariana Moura. Contemplado logo em seguida pelo programa Rumos Artes Visuais do Instituto Itaú Cultural, participou ainda de mostras coletivas em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Branco e Brasília e países como França, Holanda e Itália.

Natureza Incontornável
Curadoria: Paulo Kassab Jr.
Abertura: 24 de outubro, a partir das 19h
Período expositivo: 25 de outubro a 25 de novembro de novembro
Endereço: Rua Gumercindo Saraiva, 54 – Jardim Europa, São Paulo
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h | sábados, das 11h às 15h
Telefone: (11) 4883-0351

0 comentários: