A plataforma paga de streaming Netflix divulga detalhes dos bastidores de "De Volta Aos 15", nova série que estreia a partir de 25/02/2022. No vídeo gravado direto das locações, Maisa, Camila Queiroz, Pedro Vinícius, Alice Marcone, Klara Castanho, João Guilherme e Caio Cabral revelam um pouco do que há por trás das câmeras e contam o que o público pode esperar da produção brasileira inspirada no livro best-seller homônimo da cultuada escritora brasileira Bruna Vieira. Confira:

Na trama, vemos a jornada de autodescoberta e amadurecimento de Anita - interpretada por Maisa na fase jovem e por Camila Queiroz na fase adulta. Aos 15 anos, ela sonhava em crescer logo e deixar a pequena cidade de Imperatriz, viajar pelo mundo e conhecer muita gente. Mas, ao completar 30 anos, sua vida não é nada daquilo. Com poucos amigos, morando em um apartamento recauchutado e sem nem sinal de vida amorosa, Anita volta à cidade natal para o casamento da irmã, Luiza. Depois de eventos desastrosos, ela se refugia no quarto onde passou a adolescência e, como mágica, é catapultada para o primeiro dia do colegial: uma cabeça de 30 anos, no corpo de uma adolescente de 15!

Também foram reveladas sete curiosidades sobre a série:

  • Cachear o cabelo de Camila Queiroz (Anita aos 30) para deixá-la parecida com a Maisa (Anita aos 15) foi um processo que levava no mínimo duas horas, diariamente, e três tamanhos diferentes de babyliss.
  • Pode até não parecer, mas o cabelo de Fabrício (João Guilherme) é um megahair. Na época das gravações, o ator estava com os fios bem curtinhos, mas o personagem precisava daquele franjão estilo skatista dos anos 2000. 
  • Bananal, cidade do interior de São Paulo, foi escolhida como locação para representar a fictícia e interiorana Imperatriz, cidade-natal da protagonista.
  • O imóvel eleito para ser a casa da família da personagem principal não tinha espaço o suficiente para abrigar os quartos das duas irmãs, Anita e Luiza, e ainda acomodar todo o maquinário (câmeras etc). Assim, esses cômodos foram criados em estúdio.
  • Para dar vida a Henrique, Caio Cabral teve aulas de violão e se saiu tão bem que foi incentivado a investir também na carreira de músico. 
  • A personagem Camila só existe no livro quando Anita tem 30 anos, e como uma mulher cisgênero. Na série, Camila (Alice Marcone, que também é do time de roteiristas) é uma mulher transgênero que, na primeira fase, se identifica como César (Pedro Vinícius). 
  • Klara Castanho tem uma pinta em cima do lábio que foi recriada, como uma mini prótese, para ser aplicada na atriz Yana Sardenberg, que interpreta a mesma personagem, Carol, aos 30 anos. 


Com direção de Vivianne Jundi e Dainara Toffoli, a série foi adaptada e roteirizada por Janaina Tokitaka. Renata Kochen, Alice Marcone e Bryan Ruffo também assinam o roteiro. A produção de Carolina Alckmin e Mayra Lucas - da Glaz Entretenimento.


Fonte:  Netflix (via press-release)


Neste link, deixamos uma sugestão de compra geek, mas você pode nos ajudar fazendo uma busca através deste link, e deste modo poderemos continuar informando sobre o Universo Nerd sem clickbaits, com fontes confiáveis e mantendo nosso poder nerd maior que 8.000. Afinal, como você, nós do portal Poltrona POP já éramos nerds antes disso ser legal!