728x90 AdSpace

  • Nerd News

    quinta-feira, 30 de março de 2017

    CRÍTICA [CINEMA] | "O Espaço Entre Nós", por Marlo George


    Não se engane, O Espaço Entre Nós, apesar do título original 'A Space Between Us', nada tem a ver com o famoso romance homônimo escrito por Thrity Umrigar em 2006. Trata-se de uma história original roteirizada por Allan Loeb, que co-escreveu a trama com Stewart Schill e Richard Barton Lewis.

    A direção do filme ficou à cargo de Peter Chelson, famoso por filmes piegas como Hannah Montana: O Filme, Dança Comigo? e Escrito nas Estrelas. Novamente o diretor entrega ao público mais uma produção cafona, só que dessa vez plagiando um dos maiores sucessos do cinema de 2014. O Espaço Entre Nós nada mais é que uma cópia descarada, disfarçada de drama sci-fi, de A Culpa é das Estrelas.

    Asa Butterfield vive um menino que nasceu em marte após uma inesperada tragédia. Como foi gerado em um ambiente muito diverso do terráqueo ele não pode vir viver em nosso planeta, pois isso poderia resultar em sua morte por falta de adaptação. Através de uma rede social, o garoto marciano entra em contato com uma garota do interior dos EUA e os dois desenvolvem uma amizade colorida.

    Não vou contar mais para não dar spoilers, mas o que se sucede é muito previsível.


    Trágico é o fato de que a trama romântica boboca compromete o belo trabalho de efeitos especiais, figurino e cenografia. Tudo que se relaciona ao núcleo espacial do filme é muito bem feito, mas o roteiro é tão imaturo e precário que o resultado é um filme muito ruim.

    Gary Oldman e Carla Gugino, atores experientes, não conseguem aumentar o interesse no longa. Menos afetado que de costume, Oldman atua no modo automático, enquanto Gugino parece ser a atriz mais comprometida em tela. Bela como sempre, diga-se de passagem.

    Butterfield protagoniza o filme com Britt Robertson. Astros dos ótimos A Invenção de Hugo Cabret, de 2011, e Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada é Impossível , de 2015, respectivamente, nem de longe replicam as performances anteriores. O Espaço Entre Nós será, pra mim, sempre um ponto negativo em suas carreiras.


    Marlo George assistiu, escreveu e já viveu em um planeta isolado quando o sinal da internet caiu.
    • Comente no site
    • Comente no Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: CRÍTICA [CINEMA] | "O Espaço Entre Nós", por Marlo George Rating: 5 Reviewed By: Marlo George
    Scroll to Top