Brian Wheat,

CRÍTICA [MÚSICA | Simplicity - Tesla, por Andreas Cesar.

23:13 Andreas César 0 Comments

Quem foi que falou que acabou o Rock n' Roll? Já dizia nosso sábio Celso Blues Boy, e ele estava certíssimo! Esse ano tivemos muitos discos muito bons, como os das bandas Nazareth, California Breed, Arch Enemy e Black Label Society. E foram tão bons que fica difícil decidir quem vai levar o "prêmio" de melhor álbum do ano. Mas, sem nenhuma dúvida, o Simplicity estará entre os candidatos.

Após 3 anos, o Tesla voltou e surpreendeu bastante.

"A cada música que passa o disco melhora, agradando à qualquer um que curta Rock n' Roll"

A dificuldade em falar do novo álbum do Tesla é uma só: é bom demais. Eles mantiveram a essência do bom e velho Rock n' Roll e não fizeram o disco de bobeira. É muito legal quando você vê que uma banda antiga não fez um disco para emplacar nas paradas de sucesso, mas sim para agradar seus fãs. Por isso, ter o privilégio de ouvir esses álbuns é algo maravilhoso para os fãs da banda.

Os cinco integrantes da banda fizeram
músicas que nem mesmo uma orquestra
faria tão bem
O disco é tão bom que se você não é fã da banda, vai virar um! Os caras souberam utilizar os instrumentos, e isso é visto nos solos, riffs, viradas de bateria, e em todo o conjunto da banda. Jeff Keith não se conteve e mostrou que ainda consegue cantar como nos anos 80, deixando muitos cantores de bandas novas com ciúmes, ou pelo menos eles deveriam ficar.

As letras também são muito boas, Honestly e 'Til That Day são o ápice das composições. Dando um destaque a primeira, que tem um vocal extraordinário, unido a um som da guitarra que apenas os guitarristas que tocam rock sabem criar.

Outra coisa inacreditável é que a banda é composta por apenas 5 membros, e que não contém nenhuma participação especial de outros músicos. A criatividade dos integrantes da banda se mostrou imensa quando conseguiram fazer um disco de uma hora com músicas muito diferentes umas das outras. Mas, mais inacreditável ainda é que a gravadora é a mesma do fraco disco novo do Sebastian Bach, Give 'Em Hell.

Longe de ser uma banda modinha, o Tesla retornou com um disco que é para aplaudir de pé, mas que só irá entreter os verdadeiros fãs de Rock n' Roll.

Andreas Cesar ouviu, criticou e ficou feliz que só estamos tendo bons discos esse ano

Banda : Tesla
Álbum : Simplicity
Data de lançamento : 6 de junho de 2014
Duração : 1 hora e 30 segundos
Gravadora : Frontiers Records
Produção : Tesla, Tom Zutaut
Integrantes : 
- Jeff Keith : vocal principal
- Frank Hannon : guitarra, vocal, piano, baixo
- Brian Wheat : baixo, piano, vocal
- Troy Luccketta : bateria, percussão
- Dave Rude : guitarra, vocal, baixo

0 comentários: